30 de nov de 2007

OLHANDO PARA TRÁS


Se você pudesse viver sua vida novamente, imagine todos os erros, dificuldades e situações negativas que teria evitado. O conhecimento que você tem agora seria uma enorme vantagem para viver as experiências do passado.

Entretanto você não pode viver a sua vida passada e nem deve querer isto. Há coisas muito mais importantes para você fazer.

O conhecimento que você tem agora o faz ver que não há nenhuma razão no mundo para você guardar os desapontamentos. Você vê que cada erro, cada desapontamento, cada palavra errada, cada problema, já é passado. Entretanto, você vê que eles fizeram o que você é agora. Vê, mesmo que de forma dolorosa, que estas dificuldades o ajudaram a crescer em sabedoria, vigor e espírito.

E agora é a hora ideal para simplesmente deixar ir embora toda a energia negativa que você está carregando, não deixando que ela o carregue. Deixe você ser livre, deixe ir o negativismo no passado e libere a enorme energia positiva adquirida em suas experiências para movê-lo para a frente.

Desconhecido a autoria deste, caso vc saiba quem é o autor(a) envie-nos um e-mail
para os creditos serem inseridos. blog_reflitasempre@hotmail.com
enviado por Pietro - SP

29 de nov de 2007

REFLITA HOJE...

28 de nov de 2007

PESSOAS QUE MARCAM

Pessoas entram na sua vida por uma "razão", uma "estação" ou uma "vida inteira".
Quando você percebe em qual destes tipos se encaixam as pessoas, você vai saber o que fazer por elas.
Quando alguém entra em sua vida por uma "razão", é geralmente para suprir uma necessidade que você demonstrou.
Essas pessoas vêm para auxiliá-lo numa dificuldade, fornecer orientação e apoio, ajudando-o física, emocional ou espiritualmente.
Elas poderão parecer como uma dádiva de Deus, e elas são!
Eles estão lá pela razão que você precisa que eles estejam lá.
Então, sem atitudes incorretas de sua parte, ou em horas inconvenientes, esta pessoa vai dizer ou fazer alguma coisa para levar essa relação a um fim.
Às vezes essas pessoas morrem.
Às vezes eles simplesmente se vão.
Às vezes eles agem e te forçam a tomar uma posição.
O que devemos entender é que nossas necessidades foram atendidas, nossos desejos preenchidos e o trabalho deles, feito.
As suas orações foram atendidas.
E agora é tempo de ir.
Quando pessoas entram em nossas vidas por uma "estação", é porque chegou sua vez de dividir, crescer e aprender.
Eles trazem para você a experiência da paz, ou fazem você rir.
Eles poderão ensiná-lo algo que você nunca fez.
São pessoas que passam um longo período de suas vidas ao nosso lado e depois se vão, deixando saudades.
Eles geralmente dão a você uma quantidade enorme de prazer.
Acredite!
É real!
Mas somente por uma "estação".
Relacionamentos de uma "vida inteira" ensinam lições para até o fim dos dias, algo que você deve construir para ter uma formação emocional sólida.
São pessoas que nos marcam profundamente, que sempre serão lembradas durante toda a nossa vida.
Nessa categoria se destacam nossos pais, irmãos, familiares que nos estimulam ao bem e pessoas especiais como professores, religiosos e, algumas vezes, amigos que nos acompanham desde a infância.
Sua tarefa é aceitar a lição, amar a pessoa e colocar o que você aprendeu em uso em todos os outros relacionamentos e áreas de sua vida.

(Desconhecido a autoria)
Caso você saiba o nome do autor(a) envie-nos um e-mail com o nome para darmos o credito a esta linda Reflexão.

Colaboração da Amiga Simone Ribeiro - Apucarana/PR

27 de nov de 2007

CRISE


Era uma vez um homem que vivia à beira de uma estrada, onde vendia cachorro-quente.
Ele não ouvia bem, por isso não tinha rádio.
Tinha problemas de visão, por isso não lia jornais.
Mas ele vendia cachorro-quente.
Colocava cartazes na estrada, fazendo propaganda da qualidade de seu produto.
Ficava na beira da estrada e oferecia o seu produto em alta voz, e o povo comprava.
Lentamente foi aumentando as vendas e cada vez mais aumentava a compra de salsicha e de pão.
Comprou um fogão industrial para melhor atender os fregueses.
O negócio prosperava: o homem conseguiu até mesmo enviar seu filho para estudar na capital.
Certo dia, o filho, já formado, retornou para cuidar do pai e viu que as coisas não mudavam naquele lugar.
Em casa, chegou logo dizendo ao pai:- Você não ouve rádio! Nem lê jornais! Há uma crise no mundo.
A situação na Europa é terrível e a do Brasil ainda pior.
Tudo está indo pro vinagre.
O pai logo pôs-se a refletir: “Meu filho estudou, lê jornais, ouve rádio e só pode estar com a razão.”
Então resolveu reduzir as compras de salsicha e de pão.
Tirou os cartazes de propaganda e já não anunciava tão alto seu cachorro-quente, abatido que estava pela notícia da crise.
As vendas foram caindo, caindo, caindo...Então o pai finalmente disse ao filho:- Você estava certo, meu filho.
Nós certamente estamos vivendo uma grande crise.


(( Autor Anônimo ))

24 de nov de 2007

O FILME DA TUA VIDA


este PPS chegou até nós vindo da amiga Lucivane - Rib Preto SP
DESCONHECEMOS TOTALMENTE QUEM MONTOU ESTE PPS
agradecemos ao Flavio, que transformou-o em filme
para nós do reflita sempre.

23 de nov de 2007

DEUS SABE

Morris L. West


"Custa tanto ser uma pessoa plena, que muito poucos são aqueles que têm a coragem de pagar o preço...
É preciso abandonar por completo a busca da segurança e correr o risco de viver com os dois braços.
É preciso abraçar o mundo como um amante.
É preciso aceitar a dor como condição de existência.
É preciso cortejar a dúvida e a escuridão como preço do conhecimento.
É preciso ter vontade obstinada no conflito, mas também uma capacidade de aceitação total de cada conseqüência do viver e do morrer."
(( Morris L. West em "As sandálias do pescador" ))
Esta mensagem foi enviada por Ana Paula Visite-a no Orkut:
http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=1726244696347391474

22 de nov de 2007

FRACASSO



O fracasso não significa que sou um fracassado; significa que não venci.
O fracasso não significa que não consegui nada; significa que aprendi alguma coisa.
O fracasso não significa que sou uma pessoa sem rumos; significa que tive fé suficiente para experimentar.O fracasso não significa que sou um sujeito sem sorte; significa que tive a coragem de tentar.
O fracasso não significa a ausência de métodos; significa que os tenho de uma maneira diferente.O fracasso não significa que sou inferior; significa que não sou perfeito.
O fracasso não significa que desperdicei meu tempo; significa que tenho que recomeçar.
O fracasso não significa que devo dar-me por vencido; significa que devo agir com maior perseverança.
O fracasso não significa que nunca atingirei meus objetivos; significa que necessito corrigir as minhas rotas.O fracasso não significa que Deus me abandonou; significa que ele tem um projeto melhor para mim.


(Desconhecido a autoria)

enviado por Leticia - Goiás

21 de nov de 2007

O VERDADEIRO AMOR NÃO DOI...


Quando um relacionamento amoroso acaba e ocorre a separação, somos impelidos a mudar nosso foco de atenção.
Retornamos para dentro de nós e passamos a enxergar fatos que antes negávamos.
Este processo é na maioria das vezes doloroso, porém nos propicia um imenso crescimento interior que não imaginávamos experimentar.
Tal crescimento se faz necessário para evitar a busca de outro parceiro idêntico ao anterior, pois as pessoas que atraímos apenas no revela aquilo que realmente somos e podemos dizer que são nosso reflexo.
Se nossa auto-estima é baixa, buscaremos sempre no outro o nosso contraponto.
Freud afirma que até os sete anos decretamos o papel que vamos viver na vida, e que todo homem que trás uma relação mal resolvida com sua mãe poderá ter um casamento confuso, complicado.
A famosa frase "Todo homem, no fundo, procura uma mãe e por isso não se casa com uma menina de vinte anos" revela que o homem busca a menina para viver alguns momentos.
Ele experimenta, vivencia o momento de caçador para suas aventuras, mas busca a mulher "mãezinha" para casar, para ser aquela com quem viverá para o resto da vida, pressupondo que a mesma atenderá às suas necessidades físicas e emocionais.
Ao superar conflitos interiores, reconhecendo quem realmente somos, dispensando disfarces, é possível compreender que o prazer numa relação amorosa implica em ter consciência de nossa verdade interior.
A grande sacada para um relacionamento saudável é reconhecer quem sou, onde estou, quais são meus pontos fracos e fortes, quais são as minhas fantasias.
Raramente o ser humano está em seu presente, a maior parte do tempo está no seu passado ou no seu futuro, e na verdade é necessário viver o aqui e agora e não ficar amarrado no passado ou projetando sua felicidade no futuro.
Devido a este inadequado padrão de pensamento, a maior parte das pessoas acha que o grande amor é ilusão e que apenas o seu vizinho é merecedor de viver um grande amor.
Isto porque, ao desconhecer seu poder interior, não se dão conta que a fonte de amor está dentro de si.
Ao contrário, esperam que o outro venha lhe fazer feliz, que o outro venha atender aos seus desejos.
Ao conviver com a solidão, é comum as pessoas atribuírem à pessoa desejada a responsabilidade pelo seu bem estar:
- Preciso de alguém que seja confiável!
- Preciso de alguém que tenha o meu nível cultural e social!
Fica evidente que, na maioria das vezes, não se fala nada sobre o outro, não se pensa nele, apenas o pedido que corresponda às suas expectativas é importante.
Assim, não se ama o outro como ele realmente é, mas sim como gostaríamos que fosse.
Uma das formas de ampliar a consciência é mudar algumas atitudes em nós mesmos, buscando um novo padrão de pensamento e entrando em nova sintonia, assim atrairemos o que realmente desejamos, uma vez que a fonte somos nós, destruindo a crença de que a minha felicidade está em poder de outra pessoa.
"Ao descobrir que o outro me faz feliz porque me faz crescer, percebemos o quanto é gostoso brincar de viver" (Guilherme Arantes).
Conscientes de que ninguém tem o poder de nos fazer felizes ou infelizes sem a nossa permissão, podemos iniciar um novo ciclo reconhecendo que nada é mais prazeroso que um amor saudável, descontraído e principalmente sem dores.
Afinal, o verdadeiro amor não dói, quando dói não é amor, é apego.


Retirado so site

20 de nov de 2007

O HOMEM E A AGUA


O Homem e a água
O rei queria casar sua filha com um homem sábio.
Então ele fez um concurso em que o candidato tinha que dar uma grande demonstração de sabedoria.
Porém, aos candidatos foi dito somente, que venceria o concurso, aquele que levasse à princesa um presente que refletisse um desejo do próprio candidato.
Foi dito também que o escolhido teria o seu desejo realizado pelo próprio rei.
Os fidalgos se prepararam, pois a bela princesa era muito cortejada.
No dia da festa realizada para a ocasião, viu-se muitos presentes e entre eles alguns muito cobiçados.
De todos, três chamaram mais atenção:
O primeiro levou um pote de ouro e disse que o seu desejo era ter 10 vezes o peso da princesa em ouro.
O rei então perguntou o porquê daquele desejo.
Este é para que não falte riqueza para sua filha majestade.
O segundo levou o mapa de suas terras e disse que seu desejo era ter todo o reino em suas mãos. E o rei perguntou-lhe o porque do desejo.
Quero ter todas as terras para dar muitos poderes a princesa majestade.
O terceiro entrou com um lindo e grande jarro bordado com fios de ouro, porém só continha água.
E todos riram.
Ele disse que o seu desejo era ser igual a água.
O rei não entendeu, mas, perguntou o motivo do desejo.
E o jovem continuou.
Majestade, a água pode ser sólida, líquida, gasosa e se adapta a qualquer superfície.
Tem o maior poder de flexibilidade.
E assim terei a condição ideal para me adaptar a qualquer circunstância que a vida requerer, para atender aos desejos da princesa:
No inverno, tomarei posse de todas as terras como o gelo do continente.
Teremos então muito poder.
Na primavera, serei líquido para garimpar nos córregos e rios as pepitas de ouro que guardam seus leitos.
Teremos então muita riqueza.
No verão, serei as nuvens que regarão as plantações, para alimentar os rebanhos e o nosso povo. Assim não faltará alimento no reino.
Todos ficaram em silêncio quando o rei perguntou.
E no outono? - No outono promoverei festas ao meu povo, mostrando-lhes com minha presença constante, que faço parte de suas vidas.
É como a água, presente em todos os lugares e corpos.
Nesta forma, teremos o reinado de maior comunhão com o povo e por isso, o mais próspero Mas esse desejo eu não posso lhe conceder.
Isto não é preciso meu rei, basta me conceder o que puder e desejar, que eu deverei me adaptar. Todos então se curvaram diante daquele jovem, quando o rei o escolheu para desposar a princesa, reconhecendo, que embora tivesse pouco para dar naquele momento, teria muito a contribuir para o reino ao longo de sua vida.

Autor Desconhecido
Se vc conhecer a autoria deste texto..envie nos um emailpara o credito do mesmo.
blog_reflitasempre@hotmail.com

19 de nov de 2007

RIR E RECOMEÇAR


São pequenas as coisas com que aprendemos muito: num dia de verão, eu estava na praia, espiando duas crianças na areia.
Trabalhavam muito, construindo um castelo de areia molhada com torres, passarelas e passagens internas.
Quando estavam perto do final do projeto, veio uma onda e destruiu tudo, reduzindo o castelo a um monte de areia e espuma.

Achei que as crianças iriam cair no choro, depois de tanto esforço e cuidado.
Mas tive uma surpresa: em vez de chorar, elas correram para a praia, fugindo da água, rindo, de mãos dadas e começaram a construir outro castelo.

Compreendi que havia recebido ali uma importante lição: tudo em nossas vidas, todas as coisas que gastam tanto de nosso tempo e de nossa energia para construir, tudo é passageiro, tudo é feito de areia; o que permanece é só o relacionamento que temos com as outras pessoas.
Mais cedo ou mais tarde, uma onda virá e destruirá ou apagará o que levamos tanto tempo para construir.
E quando isso acontecer, somente aquele que tiver as mãos de outro alguém para segurar será capaz de rir e recomeçar.

(desconhecido a autoria)
Enviado por Cecilia - Bauru/SP
blog_reflitasempre@hotmail.com

18 de nov de 2007

BOM DOMINGO!!!

VOCÊ TEM SORTE?


Considere ainda que se você acordou hoje mais saudável que doente, você tem mais sorte que um milhão de pessoas que não verão a próxima semana.
Se nunca experimentou o perigo de uma batalha, a solidão de uma prisão, a agonia da tortura, a dor da fome, você tem mais sorte que 500 milhões de habitantes no mundo.
Se você pode ir à igreja sem o medo de ser bombardeado, preso ou torturado, você tem mais sorte que 3 milhares de pessoas no mundo.
Se você tem comida na geladeira, roupa no armário, um teto sobre sua cabeça, um lugar para dormir, considere-se mais rico que 75% dos habitantes deste mundo.
Se tiver dinheiro no banco, na carteira ou um trocado em alguma parte, considere-se entre os 8% das pessoas com a melhor qualidade de vida no mundo.
Se seus pais estão vivos e ainda juntos, considere-se uma pessoa muito rara.
Se puder ler esta mensagem, você recebeu uma dupla bênção, pois alguém pensou em você e você não está entre milhões de pessoas que não sabem ler.
E faz parte de 1% da população que possui computador.
Vale a pena tentar...
Ame como se ninguém nunca o houvesse feito sofrer.
Trabalhe como se não precisasse do dinheiro.
Dance como se ninguém estivesse olhando.
Cante como se ninguém estivesse ouvindo.
Viva como se aqui fosse o paraíso.

(Desconhecido a autoria)
Retirado de um e-mail enviado pelo site
http://www.diabetenet.com.br/

17 de nov de 2007

ORAÇÃO CORRETA


Todas as noites, antes de ir me deitar, dou sempre uma olhada em meus filhos.
Debruço-me sobre suas camas e observo como têm crescido.
Freqüentemente, oro por eles.
Na maioria das vezes, peço para que suas vidas sejam fáceis:
"Meu Deus, livre meus filhos de todas as dificuldades e agressões desse mundo."
Tenho pensado, entretanto, que é hora de alterar minhas orações.
Essa mudança tem a ver com o fato de que é inevitável que os ventos gelados e fortes atinjam a nós e aos nossos filhos.
Sei que eles encontrarão inúmeros problemas e que, portanto, minhas orações para que as dificuldades não ocorram têm sido ingênuas demais.
Sempre haverá uma tempestade, ocorrendo em algum lugar.
Portanto, pretendo mudar minhas orações.
Farei isso porque, queiramos ou não, a vida não é muito fácil.
Ao contrário do que tenho feito, passarei a orar para que meus filhos cresçam com raízes profundas, de tal forma que possam retirar energia das melhores fontes.
Oramos demais para termos facilidades, mas, na verdade, o que precisamos fazer é pedir para desenvolver raízes fortes e profundas, de tal modo que, quando as tempestades chegarem e os ventos gelados soprarem, resistiremos bravamente, em vez de sermos subjugados e varridos para longe.


(Desconhecido a autoria)
se vc souber quem é o autor(a) deste texto, comunique-nos
para a autoria do mesmo.
blog_reflitasempre@hotmail.com

16 de nov de 2007

SE A TRISTEZA VIER...

Se a tristeza vier por qualquer motivo,faça o seguinte:
Evite as sombras que ficaram para trás,olhe o caminho a sua frente e siga sempre.
Sopre o pensamento triste,deixe escorrer a última lágrima,vá até o final do poço, mas volte renovado.
Então respire fundo tirando da naturezaa energia para elevar sua alma.
Abra então a janela,aquela que dá para o vôo dos pardais,procure a luz que pisca adiante.
Ao encontrá-la,coloque-a dentro do peito, de tal jeito que possa ser notada do lado de fora;
Espalhe esta luz em torno de si.
Dê amor à todas as criaturas vivas
A felicidade é o seu objetivo...
E a paz que você procura será encontrada dentro
de você onde DEUS deixou um pedacinho de si.

(Glacia Daibert)
Mensagem enviada por Ana Paula

15 de nov de 2007

O TAXISTA


Há vinte anos, eu ganhava a vida como motorista de táxi.
Era uma vida ótima, própria para alguém que não desejava ter patrão.
O que eu não percebi, é que aquela vida era também um ministério.
Em face de eu dirigir no turno da noite,meu táxi tornou-se, muitas vezes, um confessionário.
Os passageiros embarcavam e sentavam atrás, totalmente anônimos, e contavam episódios de suas vidas: suas alegrias e suas tristezas.
Encontrei pessoas cujas vidas surpreenderam-me, enobreceram-me, fizeram-me rir e chorar.
Mas nenhuma me tocou mais do quea de uma velhinha que eu peguei tarde da noite: era Agosto. Eu havia recebido uma chamada de um pequeno prédio de tijolos, de quatro andares, em uma rua tranqüila de um subúrbio da cidade.
Eu imaginara que iria pegar pessoas num fim de festa, ou alguém que brigara com o amante, ou talvez um trabalhador indo para um turno da madrugada de alguma fábrica da parte industrial da cidade.
Quando eu cheguei às 02:30 da madrugada, o prédio estava escuro, com exceção de uma única lâmpada acesa numa janela do térreo.
Nessas circunstâncias, muitos motoristas teriam buzinado duas ou três vezes, esperariam um minuto, então iriam embora.
Mas eu tinha visto inúmeras pessoas pobres que dependiam de táxis, como o único meio de transporte a tal hora.
A não ser que a situação fosse claramente perigosa, eu sempre ia até a porta. "Este passageiro pode ser alguém que necessita de ajuda" - eu pensei.
Assim fui até a porta e bati. "Um minuto!" - respondeu uma voz débil e idosa.
Eu ouvi alguma coisa ser arrastada pelo chão.
Depois de uma pausa longa, a porta abriu-se.
Uma octogenária pequenina apareceu.
Usava um vestido estampado e um chapéu bizarro que mais parecia uma caixa com véu, daqueles usados pelas senhoras idosas nos filmes da década de 40.
Ao seu lado havia uma pequena valise de nylon.
O apartamento parecia estar desabitado há muito tempo.
Toda a mobília estava coberta por lençóis.
Não havia relógios, roupas ou utensílios sobre os móveis.
Num canto jazia uma caixa com fotografias e vidros.
"O Sr. poderia colocar a minha mala no carro?" - ela pediu.
Eu peguei a mala e caminhei vagarosamente para o meio-fio, e ela ficou agradecendo minha ajuda. "Não é nada.
Eu apenas procuro tratar meus passageiros da melhor forma possível." - disse."Oh!, você é um bom rapaz!" - disse ela, sorrindo.
Quando embarcamos, ela deu-me o endereço e pediu:"O Sr. poderia ir pelo centro da cidade?" "Não é o trajeto mais curto..." - alertei-a prontamente."Eu não me importo.
Não estou com pressa, pois meu destino é um asilo de velhos.
"Eu olhei pelo retrovisor.
Os olhos da velhinha estavam marejados, brilhando."Eu não tenho mais família..." - continuou. "Meu médico diz que tenho pouco tempo..."Eu, disfarçadamente, desliguei o taxímetro e perguntei:"
Qual o caminho que a Sra. deseja que eu tome?
"Nas duas horas seguintes, nós rodamos pela cidade.
Ela mostrou-me o edifício que havia, em certa ocasião, trabalhado como ascensorista.
Nós passamos pelas cercanias em que ela e o marido tinham vivido como recém-casados. Ela pediu-me que passasse em frente a um depósito de móveis, que havia sido um grande salão de dança que ela freqüentara quando mocinha.
De vez em quando, pedia-me para dirigir vagarosamente em frente à um edifício ou esquina.Ficava, então, com os olhos fixos na escuridão, sem dizer nada.
Quando o primeiro raio de sol surgiu no horizonte, ela disse, de repente:"Eu estou cansada. Vamos agora?"Viajamos, então, em silêncio, para o endereço que ela havia me dado.
Chegamos a um prédio baixo, lúgubre, como uma pequena casa de repouso.
A via de entrada passava sob um pórtico.
Dois atendentes caminharam até o táxi, assim que ele parou.
Eram muito amáveis e atentos, e observavam todos os movimentos dela.
Eles deviam estar esperando-a.
Eu abri o porta-malas do carro e levei a pequena valise para a porta.
A senhora já estava sentada em uma cadeira de rodas, quando disse: "Quanto lhe devo?" - e já foi abrindo a bolsa para pagar.
"Nada" - respondi."Você tem que ganhar a vida, meu jovem...""Há outros passageiros" - respondi.
Quase sem pensar, eu curvei-me e dei-lhe um abraço.
Ela me envolveu comovidamente.
"Você deu a esta velhinha bons momentos de alegria.
Obrigada!""Eu que agradeço." - respondi.
Apertei sua mão e caminhei no lusco-fusco da alvorada.
Atrás de mim uma porta foi fechada.
Era o som do término de uma vida.
Naquele dia não peguei mais passageiros.
Dirigi sem rumo, perdido nos meus pensamentos.
Mal podia respirar de emoção...Fiquei pensando se a velhinha tivesse pegado um motorista mal-educado e raivoso, ou algum que estivesse ansioso para terminar seu turno? E se houvesse recusado a corrida, ou tivesse buzinado uma vez e ido embora? Ao relembrar, não creio que eu jamais tenha feito algo mais importante na minha vida.
A maioria das pessoas está condicionada a pensar que suas vidas giram em torno de grandes momentos.
Todavia, os grandes momentos freqüentemente nos pegam desprevenidos, e ficam maravilhosamente guardados em recantos que os outros podem considerar sem importância.
As pessoas podem não lembrar exatamente o que você fez, ou o que você disse.
Mas elas sempre lembrarão como você as fez sentir.
Pense nisso!

(Desconheciso a autoria)

REFLITA!!




14 de nov de 2007

UM MOMENTO

Antes de negar-se aos apelos da caridade, medite um momento nas aflições dos outros... Imagine você no lugar de quem sofre.
Observe os irmãos relegados aos padecimentos da rua e suponha-se constrangido à semelhante situação.
Repare o doente desamparado e considere que amanhã, provavelmente seremos nós, candidatos ao socorro na via pública.
Examine o ancião fatigado e reflita que se a desencarnação não chegar em breve, não escapará você da velhice.
Contemple as crianças necessitadas, lembrando os próprios filhinhos.
Quando a ambulância deslize rente ao seu passo, conduzindo o enfermo anônimo, pondere que talvez um parente nosso extremamente querido se encontre a gemer dentro dela.
Escute pacientemente os companheiros entregues à sombra do grande infortúnio e recorde que em futuro próximo, é possível estejamos na travessia das mesmas dificuldades.
Fite a multidão dos ignorantes e dos fracos cansados e infelizes, julgando-se entre eles, e mentalize a gratidão que você sentiria perante a migalha de Amor que alguém lhe ofertasse.
Pense um momento em tudo isso!!!
E você reconhecerá que a caridade para nós todos é simples obrigação!!!

(Chico Xavier)

Este Blog não visa fins lucrativos ou divulgar qualquer doutrina. Só estamos interessados em divulgar as Reflexões aqui contidas. Caso alguém se sinta prejudicado pelo uso de algum texto ou imagem aqui publicado, por favor entre em contato que nós providenciaremos a sua retirada. Obrigado.

13 de nov de 2007

MARIO QUINTANA


"A vida são deveres que nóstrouxemos pra fazer em casa.
Quando se vê já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê, passaram-se 50 anos!
Agora, é tarde demais para ser reprovado...
Se me fosse dado, um dia,outra oportunidade,eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho,a casca dourada e inútil das horas... "Mario Quintana - Esconderijos do Tempo - 1980
Esta mensagem foi enviada por Ana Paula Ferreira de Souza Duarte.
Para ver o perfil de Ana Paula, clique aqui

12 de nov de 2007

CASAIS ACOMODADOS


Disposição, tempo e vontade...ingredientes básicos e necessários para superar os desgastes dos relacionamentos e para preservar uma saudável vida em comum.
Quando a vida afetiva esvazia-se os parceiros encontram-se isolados e acreditam que não foram amados e muito menos compreendidos.
Fogem dos conflitos e refugiam-se num mundo próprio onde impera a vitimosidade e a desqualificação do parceiro.

Os "raros" contatos afetivos e sexuais denunciam o desencontro e a deteriorização da relação e o casal passa a comunicar-se apenas para superar os desafios do cotidiano: contas a pagar, educação de filhos, dificuldades domésticas, enfim, cumprem as exigências necessárias para a sobrevida da família.

Esconder-se através de mágoas e ressentimentos apenas traduz uma acomodação insana, inadequada e inconveniente.

Talvez o mais importante seja enfrentar o desafio e principalmente manifestar ao parceiro suas necessidades e desejos, juntamente com claras evidências de que espera ser atendido na medida do possível, afinal, um precisa do outro, sim.

Se estão unidos por vontade própria e uma vez conscientes da valiosa amorosidade existente no passado, nada melhor que a humildade de reconhecer a importância do outro.As constantes lamúrias e queixas de um ou de ambos traduzem a necessidade de uma análise justa e comprometida com a verdade, procurando perceber as qualidades e mudanças positivas do parceiro, afinal, é possível fazer uso dos desentendimentos e desencontros para exercitar o diálogo e viabilizar negociações, revendo certas atitudes, assumindo as próprias falhas e principalmente visando um crescimento maduro do casal.

Focalizar a atenção apenas nos defeitos, apontar o dedo para recriminar, julgar-se o(a) coitadinho(a) da relação apenas demonstra a imensa dificuldade de assumir e aceitar quem realmente somos.

Por vezes fica difícil enxergar que quase tudo o que recriminamos e desprezamos no parceiro está muito mais presente em nosso próprio comportamento, pensamentos e valores do que no outro.

Assim, é evidente a importância de mudar o foco, redirecionar o olhar e afastar atitudes agressivas de menosprezo que desgastam e rompem elos valiosos e, que além de inviabilizar a solução dos conflitos, deixam marcas definitivamente negativas para o casal.Sabemos que todos nós queremos acertar sempre e que erramos porque somos "desajeitados", muitas vezes não sabemos como agradar e acabamos sendo mal compreendidos ou até mesmo ferimos quem amamos por não saber expressar nossa real intenção.

Retomar um passado onde os sonhos e valores caminhavam em uma única direção e quando a vontade de ficar juntos era despertada a cada instante pode trazer algumas saídas para descobrir como e porquê ocorrem o desvirtuamento e abandono das metas e, por que não dizer, saídas para reinventar o amor?

(Desconhecido a autoria ) se vc sabe quem é o autor deste envie-nos um e-mail
para darmos o credito.


enviado por Paulo de Souza - Campinas SP

11 de nov de 2007

TRIBUTO AO AMOR


"Não existe dificuldade que o amor não consiga vencer.
Não existe doença que o amor não consiga curar.
Não existe porta que o amor não consiga abrir.
Não existe abismo que o amor não consiga transpor.
Não existe muralha que o amor não consiga derrubar.
E não existe pecado que o amor não consiga redimir.
Não importa a profundidade do problema.
Não importa o quanto ele pareça insolúvel.
Não importa como parece distante a solução.
Não importa a gravidade da situação.
Não importa o tamanho do erro.
Um pouco de amor pode dissolver tudo.
Se você der amor poderá ser a pessoa mais feliz e poderosa do mundo!"
(Emmett Fox)

Nos lembra o apóstolo Paulo que todos os sacrifícios do mundo não são válidos sem amor.
Por outro lado, tudo o que fazemos com amor, o menor gesto que seja, torna o mundo melhor. Ainda que não sejamos compreendidos, não importa.
O fundamental é amar.
O amor é um caminho para Deus.
Aquilo que nos distancia do bem não é amor.
Somos tesouros no coração de Deus, que nos deu a faculdade de amar e de também de guardar os outros dentro do nosso peito sem, todavia, tirar a sua liberdade.
O amor libera em vez de encarcerar.
Quanto mais livres nos sentimos, mais atraídos somos para quem nos ajudou a ser livres.
Até mesmo para voar na companhia do outro, as asas devem estar soltas.
É tolice perguntar: e se o bumerangue não retornar?
Ora, é porque era um bumerangue torto que não servia.
Como confiar num bumerangue assim?
Melhor que se vá, que siga o seu próprio caminho.
" Ainda que nem tudo caminhe pelo amor, necessariamente tudo se convergirá um dia, de alguma forma em Amor!"

(Texto enviado por Carlos Alberto - Ribeirão Preto - SP )


***************************************************
Este Blog não visa fins lucrativos ou divulgar qualquer doutrina.
Só estamos interessados em divulgar as Reflexões aqui contidas.
Caso alguém se sinta prejudicado pelo uso de algum texto ou imagem aqui publicado, por favor entre em contato que nós providenciaremos a sua retirada. Obrigado.

blog_reflitasempre@hotmail.com

10 de nov de 2007

“ REAPRENDENDO A AMAR ”

Existem ocasiões na nossa vida, em que paramos para pensar, e chegamos a conclusão de que não vale mais a pena pensar em amor, em carinho, em nada disso.
Afinal, são tantas as porradas que vida nos aplica, que ficamos realmente descrentes de tudo.
São amores que falham.
Falta de compreensão.
Falta de afeto.
Falta de união e companheirismo.
São amizades que se revelam inimizades.
Começamos a perder a fé em tudo e em todos.
Chegamos em uma encruzilhada.
Desiludidos com a vida, entregamo-nos furiosamente a um trabalho, a uma ocupação, a algo que nos preencha o tempo, e não nos deixe sobrar tempo para pensar... para sofrer.
De repente, surge alguém em nossa vida.
Vindo do nada.
Cai em nosso colo.
Revela seu amor.
Um amor estranho, feito mais de compreensão e de espírito que de matéria.
A princípio não entendemos.
Que coisa maluca é essa? Que raio de amor é esse?Devido às pauladas anteriores, não aceitamos essa situação.
Temos medo de sofrer.
Será que pode existir um amor assim? Despojado? Desinteressado? Que nada exige, mas que só oferece carinho e paz interior.
Desconfiamos das intenções, o que é uma reação normal.
Não podemos sequer cogitar da idéia de entrar em uma canoa furada dessas.
Se essa pessoa é comprometida... a coisa se complica mais ainda.
Mas algo começa a mudar em nosso interior.
Começamos a sentir que podemos ser amados.
Que existe alguém que nos quer bem, embora não possa nos oferecer uma vida em comum.
Descobrimos o mais importante.
Essa pessoa revolucionou nosso interior.
O coração antes murcho, começou a bater de novo.
Os sentimentos antes sufocados começaram a aflorar novamente.
Podemos ser amados.
E, o mais importante, podemos amar.
Esse amor estranho, incompreensível, revelou-se como um "despertador de sentimentos".
Redescobrimos a capacidade de amar.
Readquirimos a capacidade de enxergar as pessoas com outros olhos.
Assim, quando surgir uma outra pessoa, poderemos recebê-la de coração aberto.
O coração, já calejado, saberá analisar melhor a situação.
Não se entregará de graça, como em outras vezes.
E o principal, conseguimos descobrir o que era aquele amor tão estranho e diferente.
Chama-se Amizade, coisa que poucas pessoas podem e sabem oferecer.
Uma amizade real e sincera opera milagres, nos tira do fundo do poço, e consegue nos devolver à vida.
Talvez essa pessoa nos ame de fato.
Circunstâncias impedem-na de dedicar o amor carnal, o amor entre homem e mulher.
Nem por isso contudo, deixou de nos demonstrar esse amor da maneira mais linda que existe, através da amizade.
Nos dando a mão numa hora difícil de nossa vida.
Nos dando apoio quando estávamos quase desistindo de tudo.
Agora podemos dizer que estamos prontos para receber um outro alguém que também nos ame, e possa nos oferecer uma vida em comum.
Principalmente porque sabemos que temos aquele amor sincero e desinteressado, que só deseja uma coisa.
Que sejamos felizes.
Não sendo possível ao lado dele, que o sejamos ao lado de outro alguém que também nos ame.
Em nome dessa amizade, temos que procurar escolher bem, pois sabemos que, sendo felizes, também o faremos feliz.
Realmente, o amor é um sentimento complicado, principalmente entre homem e mulher.
O amor não é feito só de sexo, de romance.
O amor é uma mescla de sentimentos que a maioria das pessoas ainda não sabe definir. Entendem o amor como sendo aquele sentimento produzido pelo desejo.
Esquecem-se do afeto.
Acham que não pode existir amizade entre um homem e uma mulher.
Ledo engano.
Homens e mulheres são pessoas, e como tal podem sentir toda a gama de sentimentos, e até mesmo essa coisa linda que se chama AMIZADE, e que opera milagres em nossa vida. ”



(Desconhecido a autoria) se vc souber envie-nos um e-mail com o nome do autor(a) para
darmos o credito.


9 de nov de 2007

VIDA (MARIO QUINTANA)


Retirado dos scraps (orkut) da amiga Regina - Igarapava SP
a fonte desta imagem é: http://www.recadosonline.com/

Este Blog não visa fins lucrativos ou divulgar qualquer doutrina. Só estamos interessados em divulgar as Reflexões aqui contidas. Caso alguém se sinta prejudicado pelo uso de algum texto ou imagem aqui publicado, por favor entre em contato que nós providenciaremos a sua retirada. Obrigado.
blog_reflitasempre@hotmail.com

CONVENCER O BURRO


Convencer o Burro
Um homem encontrou, após muitos anos de procura, a sua filosofia, o seu oriente, a sua direção, ficou tão entusiasmado que resolveu propaga-la aos confins da sua terra.
Ajuntou os seus pertences e comprou um burro para leva-lo nas suas andanças, e este foi o seu companheiro de viagem por longos anos, a medida que o tempo passava o homem, que acabou se tornando uma lenda viva em sua região, ia acrescendo cada vez mais sabedoria a sua bagagem.
Encontrava uma cidade e lá descansava e levava as boas novas ao povo que vinha ao seu encontro em muitas vezes, outras tantas vezes ninguém lhe dava ouvidos, mas mesmo assim ele continuava a sua peregrinação.
Numa dessas cidades que visitava, o sábio encontrou um grupo de jovens que conversava efusivamente, aproximou-se, mas debalde tentou falar, os jovens antes mesmo que ele algo falasse lhes disseram :
- Velho, nem adianta tentar nos convencer a nada, nós já temos nossa religião, nossos pais já nos ensinaram tudo, aqui nós seguimos as tradições de família, portanto suma !
O velho sábio muito entristecido calou-se e retirou-se, e lembrou-se que nem mesmo Jesus em sua infinita sabedoria jogou pérolas aos porcos.
Antes mesmo que montasse o seu velho burro um dos jovens ainda lhe diz a seguinte frase :- Velho louco ! Me digas, como você quer nos convencer de algo? Por acaso você conseguiu convencer ao menos esse velho burro que te acompanha?
E ele na sua humildade responde :
- Não meu filho, eu realmente não consegui convencê-lo, ele também segue as tradições de família.

Colaboração: Zuky Dantas
Fonte desta mensagemhttp://www.rivalcir.com.br/mensagemdia2002/agosto24.html

Este Blog não visa fins lucrativos ou divulgar qualquer doutrina. Só estamos interessados em divulgar as Reflexões aqui contidas. Caso alguém se sinta prejudicado pelo uso de algum texto ou imagem aqui publicado, por favor entre em contato que nós providenciaremos a sua retirada. Obrigado.

8 de nov de 2007

HÁ SEMPRE ALGUÉM

O mundo inteiro está cheio de pessoas.
Há pessoas caladas que precisam de alguém para conversar.
Há pessoas tristes que precisam de alguém que as conforte.

Há pessoas tímidas que precisam de alguém que as ajude vencer a timidez.
Há pessoas sozinhas que precisam de alguém para brincar.

Há pessoas com medo que precisam de alguém para lhes dar a mão.
Há pessoas fortes que precisam de alguém que as faça pensar na melhor maneira de usarem a sua força.

Há pessoas habilidosas que precisam de alguém para ajudar a descobrir a melhor maneira de usarem a sua habilidade.
Há pessoas que julgam que não sabem fazer nada e precisam de alguém que as ajude a descobrir o quanto sabem fazer.

Há pessoas apressadas que precisam de alguém para lhes mostrar tudo o que não tem tempo para ver.
Há pessoas impulsivas que precisam de alguém que as ajude a não magoar os outros.

Há pessoas que se sentem de fora e precisam de alguém que lhes mostre o caminho de entrada. Há pessoas que dizem que não servem para nada e precisam de alguém que as ajude a descobrir como são importantes.
Precisam de alguém Talvez de ti ...


(Autor Desconhecido)

7 de nov de 2007

AMIZADE


Algumas vezes na vida,
Você acha um amigo especial
Alguém que muda a sua vida
Apenas por fazer parte dela
Alguém que faça você rir
Até não poder mais
Alguém que faça você acreditar
Que realmente existe o bem no mundo
Alguém que te convença de que realmente
existe uma porta destrancada
Apenas esperando que a abramos
Esta é uma Amizade Eterna
Quando você está para baixo
E o mundo parece escuro e vazio
Seu Amigo Eterno levanta o seu astral
E faz daquele mundo escuro e vazio
Parecer de repente cheio e brilhante
Seu Amigo Eterno enfrenta
Os tempos duros e tristes
Se você resolve retornar
Seu Amigo Eterno te segue
Se você perder o seu caminho
Seu Amigo Eterno te guia
E te alegra.
Seu Amigo Eterno segura a sua mão
E diz que
Tudo vai ficar bem
Se você achar este tipo de amigo
Você se sente feliz e completo
Porque você não precisa se preocupar
Você tem um Amigo Eterno na Vida
E o Eterno não tem FIM;;;;;;;;;

(Desconhecido a autoria)
se souber de quem é este texto avise-nos para
o credito, por favor...
blog_reflitasempre@hotmail.com

6 de nov de 2007

AMIGOS

ÀGUIA


Um homem encontrou um ovo de águia e o colocou debaixo da galinha que chocava seus ovos no quintal.
Entre a ninhada de pintos nasceu uma aguiazinha que, entre as outras aves, suas "irmãs", cresceu normalmente.
Durante todo o tempo a águia fazia o mesmo que faziam os pintinhos, convencida de que era igual a eles.
Ciscava, ia ao chão buscando insetos e pipilava como fazem os pintos.
Como eles, também batia as asas, conseguindo voar um metro ou dois, porque, afinal de contas, é só isso que um frango pode voar.
Passam anos e a águia ficou velha...
Certo dia, ela viu, riscando o espaço, num céu azul, uma ave majestosa, planando, no infinito, graciosa, levada docemente pelo vento sem sequer bater as asas douradas.
A águia do chão olhou-a com respeito e logo perguntou ao seu amigo:-
Que tipo de ave é aquela que lá vai?-
É uma águia!
É rainha -
diz-lhe o amigo - mas é bom não olhar muito para ela, pois nós somos de raça diferente, simples frangos do chão e nada mais.
Daí por diante, então, a pobre da águia nunca mais pensou nisso, até morrer convencida de ser uma galinha comum.


(Desconhecido o autor(a) )

5 de nov de 2007

ÓTIMA SEGUNDA FEIRA


Começe a segunda feira fazendo uma limpeza!
Varra de seu coração:... a tristeza, a angústia, a aflição,
Varra de sua vida:... a inveja, a maledicência, a fofoca
Varra do seu corpo:... a preguiça, o tédio, os maus pensamentos
Varra de seu caminho:... o mau olhado, o mau agouro, o mau pressentimento
Deixe fluir a alegria de sua alma
Trabalhe seu corpo para o bem
Agradeça por seu trabalho e acima de tudo começe
sua semana com FELICIDADE no coração
Pois novos horizontes se aproximamnovas alegrias irão chegar
e seu coração estará pronto pare receber tudo isso.
tenham todos, uma LINDA SEMANA!
bjossssss
Esta mensagem foi enviada por
Ana Paula Ferreira de Souza Duarte.

4 de nov de 2007

DOCE OLHAR


Em algum lugar destas terras, há um doce olhar só para você...
Um olhar especial, de alguém especial de distantes origens...
Um olhar de um justo coração que pulsa só a vida, que sorri porque ama plenamente sem julgamentos, preconceitos, nem distinções.
Hoje, como ontem, longe desses céus, há um encantado olhar só para você...
E nesse olhar vai para você a magia da luz, a simplicidade do perdão, a força para comungar uma vida.
Hoje, de algum lugar dentro de você, alguém que já o amou muito, e ainda o ama, diz para você que valeu a pena ter estado nestas terras, sob estes céus, falando de paz, união, amor, perdão.
Poder sentir a força que faz você sorrir e continuaro caminho...que um dia aquele doce olhar iniciou para você.
Tudo isso, só para você saber que a vida continua...
E que a morte, é uma viagem.
Já que a vida é a grande viagem...
te desejamos uma ótima semana de muitas outras deliciosas viagens de sonhos esperanças e muita persistência...

(Desconhecido a autoria)
enviado pelo amigo Ricardo - SP
blog_reflitasempre@hotmail.com


Este Blog não visa fins lucrativos ou divulgar qualquer doutrina.
Só estamos interessados em divulgar as Reflexões aqui contidas.
Caso alguém se sinta prejudicado pelo uso de algum texto ou imagem aqui publicado, por favor entre em contato que nós providenciaremos a sua retirada. Obrigado.

3 de nov de 2007

ENVIADO POR ROSANA/SP


O mundo me mostrou muitas coisas.
Em determinados momentos dei muito valor a muitas delas.
Tentei segurar algumas.
De maneira forte e determinada procurei mantê-las mesmo quando de mim começavam a afastar-se.
Custei a entender que, na verdade, nada que o mundo nos dá é permanente.
De alguma maneira, ou as deixamos ou elas nos deixam.
Sempre foi assim, é assim e sempre será assim.
O mundo empresta com tempo determinado.
Cabe ao tempo o trabalho de levar tudo o que nos foi emprestado.
O que temos, ou que achamos que temos e o que somos, ou que achamos que somos.
Tudo levado pelo tempo.
É assim para quem centra sua consciência no mundo e busca valorizar o que do mundo recebe. Seja positivo ou negativo.
Os empréstimos vencidos, e que precisam ser quitados, trazem, muitas vezes, muito sofrimento.(Desconhecido a autoria)
Enviado pela amiga ROSANA - SP


se você souber de quem é a autoria deste texto avise-nos, para darmos credito a ele.
Este Blog não visa fins lucrativos ou divulgar qualquer doutrina. Só estamos interessados em divulgar as lindas Reflexões. Caso alguém se sinta prejudicado pelo uso de algum texto ou imagem aqui publicado, por favor entre em contato que nós providenciaremos a sua retirada. Obrigado.
blog_reflitasempre@hotmail.com

ATRAVÉS DEL CAMINHO (Suzana Clarizza)



Recebido da Amiga Lucivane - Rib.Preto/SP
mudamos a musica e transformamos em video para youtube
e DVD. (desconhecemos do dono da montagem deste, se souber nos
informe por favor)
Este Blog não visa fins lucrativos ou divulgar qualquer doutrina. Só estamos interessados em divulgar as Reflexões aqui contidas. Caso alguém se sinta prejudicado pelo uso de algum texto ou imagem aqui publicado, por favor entre em contato que nós providenciaremos a sua retirada.
Obrigado.
blog_reflitasempre@hotmail.com

BOM SÁBADO

2 de nov de 2007

MADRE TEREZA DE CALCUTÁ


A vida é uma oportunidade, aproveita-a.
A vida é beleza, admira-a.
A vida é beatificação, saboreia.
A vida é sonho, torna-o realidade.
A vida é um desafio, enfrenta-o.
A vida é um dever, cumpre-o.
A vida é um jogo, joga-o.
A vida é preciosa, cuida-a.
A vida é riqueza, conserva-a.
A vida é amor, goza-a.
A vida é um mistério, desvela-o.
A vida é promessa, cumpre-a.
A vida é tristeza, supera-a.
A vida é um hino, canta-o.
A vida é um combate, aceita-o.
A vida é tragédia, domina-a.
A vida é aventura, afronta-a.
A vida é felicidade, merece-a.
A vida é a VIDA, defende-a.

(Madre Teresa de Calcutá)
Este Blog não visa fins lucrativos ou divulgar qualquer doutrina .
Só estamos interessados em divulgar as Reflexões aqui contidas.
Caso alguém se sinta prejudicado pelo uso de algum texto ou imagem aqui publicado,
por favor entre em contato que nós providenciaremos a sua retirada.
Obrigado.
blog_reflitasempre@hotmail.com

1 de nov de 2007

FLAVIA EM COMA A 9 ANOS


conhecemos o blog da Flavinha (Foto) em como a mais de 9 anos
visitem o Blog e ajudem a divulgar este endereço...
abraço a todos.

Contamos com a sua visita e sua divulgação.
Blog Reflita sempre


MÃOS DE DEUS


Mãos de Deus

Mãos doces e suaves,delicadas,
Mãos que acariciam os cabelos do filho,
Mãos de Mãe.
Mãos grandes e quentes,fortes,
Mãos que limpam as lágrimas da criança,
Mãos de Pai.
Mãos pequenas e macias,carinhosas,
Mãos que partilham um bolo com o amigo,
Mãos de Criança.
Mãos decididas.
Mãos que se dão.
Mãos de amor.
Mãos de Deus.
(Catarina Pina)

enviado por Bete Morelli
blog_reflita@hotmail.com
(( Este Blog não a visa fins lucrativos ou divulgar qualquer doutrina. Só estamos interessados em divulgar as Reflexões aqui contidas. Caso alguém se sinta prejudicado pelo uso de algum texto ou imagem aqui publicado, por favor entre em contato que nós providenciaremos a sua retirada. Obrigado. blog_reflitasempre@hotmail.com ))

BELA RESPOSTA...


Durante um seminário para casais, perguntaram à esposa:
- Seu marido lhe faz feliz ? Ele lhe faz feliz de verdade?
Neste momento, o marido levantou seu pescoço, demonstrando segurança.
Ele sabia que sua esposa diria que sim, pois ela jamais havia reclamado de algo durante o casamento.
Todavia, sua esposa lhe respondeu com um "Não", bem Redondo...
"Não, não me faz feliz" Neste momento, o marido já procurava a porta de saída mais próxima quando veio a conclusão da resposta.
- Ele não me faz feliz... Eu sou feliz.
O fato de eu ser feliz ou não, não depende dele e sim de mim.
E continuou dizendo:-
Eu sou a única pessoa da qual depende a minha felicidade.
Eu determino ser feliz em cada situação e em cada momento da minha vida, pois se a minha felicidade dependesse de alguma pessoa, coisa ou circunstância, sobre a face da terra, eu estaria com sérios problemas .
Tudo o que existe nesta vida muda constantemente...
O ser humano, as riquezas, meu corpo, o clima, meu chefe, os prazeres, etc.
E assim poderia citar uma lista interminável.
Às demais coisas eu chamo "experiências"; esqueço-me das experiências passageiras e vivo as que são eternas amar, perdoar, ajudar, compreender, aceitar, consolar.
Lembro-me de viver de modo eterno.
Talvez seja por isso que quando alguém me faz perguntas como esta:
"Você é feliz no seu casamento?" ou "Você é feliz?", gosto de responder com apenas uma frase, como se esta fosse a conclusão de todo o seminário, como se esta fosse a chave de toda a felicidade, de todo matrimônio e de toda vida humana; gosto de responder com aquela velha e famosa frase que ainda não conseguimos compreender:
"A felicidade está centrada em mim".
Há pessoas que dizem:
"Hoje não posso ser feliz porque estou doente, porque não tenho dinheiro, porque faz muito calor, porque alguém me insultou, porque alguém deixou de me amar, porque alguém não soube me dar valor..."
SEJA FELIZ
Mesmo que faça calor, mesmo que esteja doente, mesmo que não tenha dinheiro, mesmo que alguém tenha lhe machucado, mesmo que alguém não lhe ame ou não lhe dê o devido valor.
"Há um lugar onde os sonhos não se abortam, onde o temor não se enrijece,e que quando se perde é que se ganha; esse lugar é na presença de Deus".
SEJA FELIZ.
Sempre.

(Desconhecido a Autoria, ssouber de quem é comunique-nos para o devido crédito)
enviado ao reflita por Jaercio Barbosa - Campinas SP
blog_reflitasempre@hotmail.com