30 de mai de 2009

O que nos empurra para longe de nós?
O que nos tira do foco? A vida...
O excesso de atividades, a falta de tempo.

Para aumentar a concentração
no momento presente.

Experimente parar o que mais
estiver fazendo e saboreie, nem
que seja por um minutinho.

A tranqüilidade de estar concentrado
em apenas uma tarefa.
Bom, né?

Um dia a todos os meus amigos e amigas.
Boa Semana... Serenidade e Alegria!


Vivemos no mundo da velocidade;

Parece que o tempo sempre está
escorrendo entre os dedos.

A idéia predominante é de que o tempo
não pára e que, como conseqüência...
Nós também não podemos parar.

Chegamos a pensar que o ideal seria
que nos antecipássemos ao tempo,
sendo mais velozes que ele.

Mas, quando fazemos as coisas com
Calma, colocamos mais atenção ao
momento presente e erramos menos;

E percebemos...

Que essa atitude sem pressa não
diminui a produtividade e ainda
aumenta a qualidade.


Desconhecido a autoria

=========================================

29 de mai de 2009

Num artigo muito interessante, Paulo Angelim, que é arquiteto, pós-graduado em marketing, dizia mais ou menos o seguinte:
Nós estamos acostumados a ligar a palavra morte apenas a ausência de vida e isso é um erro, existem outros tipos de morte e precisamos morrer todo dia.
A morte nada mais é do que uma passagem, uma transformação, não existe planta sem a morte da semente, não existe embrião sem a morte do óvulo e do esperma, não existe borboleta sem a morte da lagarta, isso é óbvio.
A morte nada mais é que o ponto de partida para o início de algo novo, a fronteira entre o passado e o futuro.
Se você quer ser um bom universitário, mate dentro de você o secundarista aéreo que acha que ainda tem muito tempo pela frente;
Quer ser um bom profissional?
Então mate dentro de você o universitário descomprometido que acha que a vida se resume a estudar só o suficiente para fazer as provas;
Quer ter um bom relacionamento?
Então mate dentro de você o jovem inseguro, ciumento, crítico, exigente, imaturo, egoísta ou o solteiro solto que pensa que pode fazer planos sozinho, sem ter que dividir espaços, projeto e tempo com mais ninguém;Quer ter boas amizades?
Então mate dentro de si a pessoa insatisfeita e descompromissada, que só pensa em si mesmo; Mate a vontade de tentar manipular as pessoas de acordo com a sua conveniência. respeite seus amigos, colegas de trabalho e vizinhos enfim todo processo de evolução exige que matemos o nosso "eu" passado, inferior.
E qual o risco de não agirmos assim?
O risco está em tentarmos ser duas pessoas ao mesmo tempo, perdendo o nosso foco, comprometendo essa produtividade, e, por fim prejudicando nosso sucesso .
Muitas pessoas não evoluem porque ficam se agarrando ao que eram, não se projetam para o que serão ou desejam ser. Elas querem a nova etapa, sem abrir mão da forma como pensavam ou como agiam e acabam se transformando em projetos acabados, híbridos, adultos infantilizados, podemos até agir, às vezes, como meninos, de tal forma que mantemos as virtudes de criança que também são necessários: brincadeira, sorriso fácil, vitalidade, criatividade, tolerância, etc.
Mas, se quisermos ser adultos, devemos necessariamente matar atitudesinfantis, para passarmos a agir como adultos.
Quer ser alguém (líder, profissional, pai ou mãe, cidadão ou cidadã, amigo ou amiga) melhor e evoluído?
Então, o que você precisa matar em si, ainda hoje, é o "egoísmo" é o "egocentrismo", para que nasça o ser que você tanto deseja ser.
Pense nisso e morra, mas, não esqueça de nascer melhor ainda.



======================================

28 de mai de 2009

*Vale a pena pensar sobre isto...*

*Pelo título pode parecer apenas uma piada, mas é uma sacudidas em nossas
vidas, às vezes apenas mornas...*

*Vamos aprender nas adversidades...! *

*Leia esta história!*

'Não havia no povoado pior ofício do que 'porteiro do puteiro'.
Mas que outra coisa poderia fazer aquele homem?

O fato é que nunca tinha aprendido a ler nem escrever, não tinha nenhuma
outra atividade ou ofício.

Um dia, entrou como gerente do puteiro um jovem cheio de idéias.

criativo e empreendedor, que decidiu modernizar o

estabelecimento.

Fez mudanças e chamou os funcionários para as novas instruções..

Ao porteiro disse:
- A partir de hoje, o Senhor, além de ficar na portaria, vai preparar um
relatório semanal onde registrará a quantidade de pessoas que entram e seus
comentários e reclamações sobre os serviços.
- Eu adoraria fazer isso, Senhor - balbuciou - mas eu não sei ler nem
escrever!
- Ah! Quanto eu sinto! Mas se é assim, já não poderá seguir trabalhando
aqui.
- Mas Senhor, não pode me despedir, eu trabalhei nisto a minha vida
inteira, não sei fazer outra coisa.
- Olhe, eu compreendo, mas não posso fazer nada pelo Senhor. Vamos dar-lhe
uma boa indenização e espero que encontre algo que fazer. Eu sinto muito e
que tenha sorte.

Sem mais nem menos, deu meia volta e foi embora.

O porteiro sentiu como se o mundo desmoronasse.

*Que fazer? *

Lembrou que no prostíbulo, quando quebrava alguma cadeira ou mesa, ele a
arrumava, com cuidado e carinho. Pensou que esta poderia ser uma boa
ocupação até conseguir um emprego.
Mas só contava com alguns pregos enferrujados e um alicate mal conservado.
Usaria o dinheiro da indenização para comprar uma caixa de ferramentas
completa.

Como o povoado não tinha casa de ferragens, deveria viajar dois dias em uma
mula para ir ao povoado mais próximo

para realizar a compra.

E assim o fez.

No seu regresso, um vizinho bateu à sua porta:
- Venho perguntar se você tem um martelo para me emprestar.
- Sim, acabo de comprá-lo, mas eu preciso dele para trabalhar ... já que....
- Bom, mas eu o devolverei amanhã bem cedo.
- Se é assim, está bom.

Na manhã seguinte, como havia prometido, o vizinho bateu à porta e disse:
- Olha, eu ainda preciso do martelo. Porque você não o vende para mim?
- Não, eu preciso dele para trabalhar e além do mais, a casa de ferragens
mais próxima está a dois dias de viagem.
- Façamos um trato - disse o vizinho. Eu pagarei os dias de ida e volta mais
o preço do martelo, já que você está sem trabalho no momento. Que lhe
parece?

Realmente, isto lhe daria trabalho por mais dois dias...aceitou.

Voltou a montar na sua mula e viajou.

No seu regresso, outro vizinho o esperava na porta de sua casa.

- Olá, vizinho. Você vendeu um martelo a nosso amigo. Eu necessito de
algumas ferramentas, estou disposto a pagar-lhe seus dias de viagem, mais um
pequeno lucro para que você as compre para mim, pois não disponho de tempo
para viajar para fazer compras.

Que lhe parece?

O ex-porteiro abriu sua caixa de ferramentas e seu vizinho escolheu um
alicate, uma chave de fenda, um martelo e uma talhadeira. Pagou e foi
embora.

E nosso amigo guardou as palavras que escutara:

*'não disponho de tempo para viajar para fazer compras'.**
*

Se isto fosse certo, muita gente poderia necessitar que ele viajasse para
trazer as ferramentas.

Na viagem seguinte, arriscou um pouco mais de dinheiro trazendo mais
ferramentas do que as que havia vendido.
De fato, poderia economizar algum tempo em viagens.

A notícia começou a se espalhar pelo povoado e muitos, querendo economizar a
viajem, faziam encomendas.

Agora, como vendedor de ferramentas, uma vez por semana viajava e trazia o
que precisavam seus clientes. Com o tempo, alugou um galpão para estocar as
ferramentas e alguns meses depois, comprou uma vitrine e um balcão e
transformou o galpão na primeira loja de ferragens do povoado..

Todos estavam contentes e compravam dele. Já não viajava, os fabricantes lhe
enviavam seus pedidos. Ele era um bom cliente. Com o tempo, as pessoas dos
povoados vizinhos preferiam comprar na sua loja de ferragens, do que gastar
dias em viagens.

Um dia ele lembrou de um amigo seu que era torneiro e ferreiro e pensou que
este poderia fabricar as cabeças dos martelos. E logo, por que não, as
chaves de fendas, os alicates, as talhadeiras, etc..
E após foram os pregos e os parafusos...

Em poucos anos, nosso amigo se transformou, com seu trabalho, em um rico e
próspero fabricante de ferramentas.

Um dia decidiu doar uma escola ao povoado.

Nela, além de ler e escrever, as crianças aprenderiam algum ofício.

No dia da inauguração da escola, o prefeito lhe entregou as chaves da
cidade, o abraçou e lhe disse:
-É com grande orgulho e gratidão que lhe pedimos que nos conceda a honra de
colocar a sua assinatura na primeira página do.

Livro de Atas desta nova escola.
- A honra seria minha - disse o homem. Seria a coisa que mais me daria
prazer, assinar o Livro, mas eu não sei ler nem escrever, sou analfabeto..

- O Senhor?!?! - disse o prefeito sem acreditar.

O Senhor construiu um império industrial sem saber ler nem escrever? Estou
abismado.

Eu pergunto: - O que teria sido do Senhor se soubesse ler e escrever?

- Isso eu posso responder..., disse o homem com calma.

Se eu soubesse ler e escrever... ainda seria o

*PORTEIRO DO PUTEIRO!!!*

********

Geralmente as mudanças são vistas como adversidades.
Porém, as adversidades podem ser bênçãos.

*As crises estão cheias de oportunidades...
*
Se alguém lhe bloquear a porta, não gaste energia com o confronto...,
procure as janelas.
* *

Lembre-se:
'A água nunca discute com seus obstáculos, mas os contorna. '
'Não há comparações entre o que se perde por fracassar,
e o que se perde por não tentar.
((Desconhecido a autoria.))
========================================================

27 de mai de 2009

VIDA DE ELEFANTE

Você já observou elefante no circo? Durante o espetáculo, o enorme animal faz demonstrações de força descomunais. Mas, antes de entrar em cena, permanece preso, quieto, contido somente por uma corrente que aprisiona uma de suas patas a uma pequena estaca cravada no solo. A estaca é só um pequeno pedaço de madeira.

E, ainda que a corrente fosse grossa, parece óbvio que ele, capaz de derrubar uma árvore com sua própria força, poderia, com facilidade, arrancá-la do solo e fugir.

Que mistério! Por que o elefante não foge?

Há alguns anos descobri que, por sorte minha, alguém havia sido bastante sábio para encontrar a resposta: o elefante do circo não escapa porque foi preso à estaca ainda muito pequeno. Fechei os olhos e imaginei o pequeno recém-nascido preso: naquele momento, o elefantinho puxou, forçou, tentando se soltar. E, apesar de todo o esforço, não pôde sair. A estaca era muito pesada para ele. E o elefantinho tentava, tentava e nada. Até que um dia, cansado, aceitou o seu destino: ficar amarrado na estaca, balançando o corpo de lá para cá, eternamente, esperando a hora de entrar no espetáculo.

Então, aquele elefante enorme não se solta porque acredita que não pode.
Para que ele consiga quebrar os grilhões é necessário que ocorra algo fora do comum, como um incêndio por exemplo. O medo do fogo faria com que o elefante em desespero quebrasse a corrente e fugisse.

Isso muitas vezes acontece conosco! Vivemos acreditando em um montão de coisas ? que não podemos ter? que não podemos ser? que não vamos conseguir..., simplesmente porque, quando éramos crianças e inexperientes, algo não deu certo ou ouvimos tantos nãos que a corrente da estaca ficou gravada na nossa memória com tanta força que perdemos a criatividade e aceitamos o "sempre foi assim..."

Poderia dizer que o fogo para nós seria: a perda de um emprego, ou algum outro problema ou algo que nos fizesse sair da zona de conforto.

A única maneira de tentar de novo é não ter medo de enfrentar as barreiras, colocar muita coragem no coração e não ter receio de arrebentar as correntes! Não espere que o seu "circo" pegue fogo para começar a se movimentar. Vá em frente!


AUTOR:
Geanderson Fernandes Perini

26 de mai de 2009

UM ÓTIMO DIA A TI MEU AMIGO, MINHA AMIGA...

Esperamos demais para fazer o que precisa ser feito,
num mundo que só nos dá
um dia de cada vez, sem nenhuma garantia do amanhã.
Enquanto lamentamos que a vida é curta, agimos como se tivéssemos
à nossa disposição um estoque inesgotável de tempo.
Esperamos demais para dizer as palavras de perdão
que devem ser ditas,
para pôr de lado os rancores que devem ser expulsos,
para expressar gratidão,
para dar ânimo, para oferecer consolo.
Esperamos demais para ser generosos, deixando que a demora
diminua a alegria de dar espontaneamente.
Esperamos demais para ser pais dos nossos filhos pequenos,
esquecendo quão curto
é o tempo em que eles são pequenos, quão depressa a vida
os faz crescer e ir embora.
Esperamos demais para dar carinho aos nossos pais,
irmãos e amigos.
quem sabe quão logo será tarde demais?
Esperamos demais para enunciar as preces que estão
esperando para atravessar
nossos lábios, para executar as tarefas que estão
esperando para serem cumpridas,
para demonstrar o amor, que talvez não seja mais
necessário amanhã.
Esperamos demais nos bastidores, quando a vida
tem um papel para desempenharmos no palco.
Deus também está esperando - esperando nós pararmos de esperar.
Esperando nós começarmos a fazer agora tudo aquilo
para o qual este dia e esta vida nos foram dados.


Autor desconhecido
Recebemos da amiga Ana Paula.

================================

25 de mai de 2009

MUDAR E NÃO MUDAR...

É muito conhecida a oração que diz:
“Senhor, dê-me forças para mudar as coisas que
podem ser mudadas;
paciência para tolerar as que não podem ser mudadas; e
sabedoria para distinguir umas das outras”.

Chama-se Oração da Serenidade, e é de autoria do escritor
alemão Reinhold Niebuhr.

O que é que podemos mudar?
No geral, aquilo que está dentro de nós, e depende de nossa vontade.
E o que é que não podemos mudar?
Também no geral, aquilo que está fora de nós,
e não depende de nossa vontade.
Por exemplo:
podemos mudar nosso caráter, mas não podemos mudar
as pessoas com as quais convivemos.
Se você tiver um real interesse, desenvolverá sabedoria
suficiente para distinguir o que pode e o que não pode ser mudado.

Texto extraído do Livro “Caminhos da Sabedoria”
– Ubiratan Rosa

****************************************************************

24 de mai de 2009

ACREDITE NA VIDA

Acreditar na vida
É ter esperança no amanhã
Saber que após a noite vem o dia.
Não invadir o espaço alheio
Ser espontâneo
Amar as pessoas incondicionalmente.
Aproveitar todos os momentos...
Confiar na voz da intuição
Perdoar as pessoas
Ter pensamentos positivos
Respeitar os sentimentos dos outros
Ser sincero
Encontrar a felicidade nas pequenas coisas
Entender que somos pessoas únicas
Ter motivação!
Enxergar além das aparências
Descobrir que precisamos dos outros
Esquecer o que passou.
Buscar novos horizontes
Perceber que somos humanos
Vencer a nós mesmos
Ver a beleza da alma
Sair da passividade
Saber que a vida é conseqüência de nossas atitudes
Não procrastinar as decisões
Mimar a criança interior
Deixar acontecer...
Curta as pequenas vitórias
Viva apaixonado pela vida
Visualize só coisas boas
Entenda que há limites
Tenha auto-estima
Veja a vida com outros olhos...
Saber que estamos só de Passagem...
Melhorar os relacionamentos
Aproveitar as oportunidades
Ouvir o coração
Acreditar em você.

Recebemos do portal Diabetnet
desconhecemos a autoria do texto.

=======================================

23 de mai de 2009

Ainda pior que a convicção do não é a incerteza do talvez,
é a desilusão de um quase.
É o quase que me incomoda, que me entristece, que
me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi.
Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda,
quem quase morreu está vivo, quem quase amou não amou.
Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos,
nas chances que se perdem por medo, nas idéias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver no outono.
Pergunto-me, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna;
ou melhor, não me pergunto, contesto.
A resposta eu sei de cor, está estampada na distância e frieza dos sorrisos, na frouxidão dos abraços, na indiferença dos "Bom dia",
quase que sussurrados.
Sobra covardia e falta coragem até pra ser feliz.
A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai.
Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre
a alegria e a dor, sentir o nada, mas não são.
Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, o mar não teria ondas,
os dias seriam nublados e o arco-íris em tons de cinza.
O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma,
apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.
Não é que fé mova montanhas, nem que todas as estrelas
estejam ao alcance, para as coisas que não podem ser mudadas
resta-nos somente paciência, porém, preferir a derrota
prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer.
Pros erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis,
tempo.
De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma.
Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance.
Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode,
que o medo impeça de tentar.
Desconfie do destino e acredite em você.
Gaste mais horas realizando que sonhando,
fazendo que planejando, vivendo que esperando porque,
embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.

(( (Sarah Westphal Batista da Silva) ))

**********************************************



22 de mai de 2009

DIFÍCIL QUERER TE DEFINIR AMIGO...

Amigo é quem te dá um pedacinho do chão,
quando é de terra firme que você precisa,
ou um pedacinho do céu, se é o sonho que te faz falta.
Amigo é mais que ombro amigo, é mão estendida,
mente aberta, coração pulsante, costas largas.

É quem tentou e fez, e não tem o egoísmo
de não querer compartilhar o que aprendeu.
É aquele que cede e não espera retorno,
porque sabe que o ato de compartilhar um instante qualquer contigo
já o realimenta, satisfaz.
É quem já sentiu ou um dia vai sentir o mesmo que você.
É a compreensão para o seu cansaço
e a insatisfação para a sua reticência.

É aquele que entende seu desejo de voar,
de sumir devagar,
a angústia pela compreensão dos acontecimentos,
a sede pelo "por vir".
É ao mesmo tempo espelho que te reflete,
e óleo derramado sobre suas águas agitadas.

É quem fica enfurecido por enxergar seu erro,
querer tanto o seu bem e saber que a perfeição é utopia.
É o sol que seca suas lágrimas,
é a polpa que adocica ainda mais seu sorriso.
Amigo é aquele que toca na sua ferida
numa mesa de chopp, acompanha suas vitórias,
faz piada amenizando problemas.

É quem tem medo, dor, náusea, cólica, gozo, igualzinho a você.
É quem sabe que viver é ter história pra contar.
É quem sorri pra você sem motivo aparente,
É quem sofre com seu sofrimento,
é o padrinho filosófico dos seus filhos.
É o achar daquilo que você nem sabia que buscava.

Amigo é aquele que te lê em cartas esperadas ou não,
pequenos bilhetes em sala de aula,
mensagens eletrônicas emocionadas.
Amigo é modelo multimídia.
É aquele que te ouve ao telefone
mesmo quando a ligação é caótica,
com o mesmo prazer e atenção que teria
se tivesse olhando em seus olhos.
Amigo é multimídia.

Olhos... Amigo é quem fala e ouve com o olhar,
o seu e o dele em sintonia telepática.
É aquele que percebe em seus olhos seus desejos,
seus disfarces, alegria, medo.
É aquele que aguarda pacientemente e se entusiasma
quando vê surgir aquele tão esperado brilho no seu olhar,
e é quem tem uma palavra sob medida
quando estes mesmos olhos estão amplificando tristeza interior.
É lua nova, é a estrela mais brilhante,
é luz que se renova a cada instante,
com múltiplas e inesperadas cores que cabem todas na sua íris.

Amigo é aquele que te diz "eu te amo"
sem qualquer medo de má interpretação :
amigo é quem te ama "e ponto final".
É verdade e razão, sonho e sentimento.
Amigo é pra sempre... mesmo que o sempre não exista!

Autor: Marcelo Batalha

Copiado do Bate Papo d bar do Mineirim JB
enviado pelo moderador Luidi 10
em 19/05/2009


=======================================

21 de mai de 2009

CONCLUSÕES EQUIVOCADAS

Eram dois vizinhos que mantinham um bom relacionamento de amizade.
Um deles comprou um coelho para os filhos.
Logo, os filhos do outro vizinho também desejaram um animal de estimação.

O pai lhes comprou um filhote de pastor alemão.

A preocupação teve início. O dono do coelho achou que o cão poderia
comer oseu animalzinho.
O outro acreditava na boa índole e afirmou que o pastor era filhote.
Bastaria que os animais fossem colocados juntos,
aprendessem a conviver desde cedo e tudo daria certo.
Eles seriam amigos.
E por um tempo foi assim.
Juntos cresceram e se tornaram amigos.
Era comum ver o coelho no quintal do cachorro e vice-versa.
As crianças, felizes, com os dois animais.

Certa sexta-feira, o dono do coelho resolveu viajar com a família.
O animal ficou sozinho.
No domingo à tarde, o dono do cachorro com sua família tomava
um lanche quando, de repente, entra o pastor alemão com o coelho
entre os dentes.
O pobre animal estava imundo, sujo de terra, morto.

Quase mataram o cachorro de tanto agredi-lo.
Deram-lhe uma grande surra.
Depois, veio o dilema: "o que fazer, agora?
Afinal, o vizinho estava certo.
O cão mataria o coelho.
" Os donos do animal morto logo chegariam.
O que fazer? Como consertar o estrago?

Enquanto isso, lá fora, o cachorro chorava,
lambendo os seus ferimentos.
A grande dificuldade era como explicar para os filhos do vizinho
o que acontecera com seu amado animalzinho.
Então surgiu a de lavar o coelho, deixá-lo limpinho,
secá-lo com o secador, arrumar bem o pelo e o colocar
em sua casinha.
Assim pensaram.
Assim fizeram.
Até perfume colocaram nele.

Ao final, as próprias crianças disseram:
"Parece vivo! Ficou lindo."
Pouco depois, ouvem a algazarra da família ao lado chegando.
As crianças gritam.
O coração dos donos do cão batia forte e eles pensaram:
pronto! Descobriram! Passados alguns minutos,
o dono do coelho bate na porta, assustado.
Parecia ter visto um fantasma.

"O que foi?" Perguntam.
"O coelho, o coelho... morreu!" Diz aquele.
"Morreu?" - inocentemente fala o pai da família dona do cão.
"parecia tão bem hoje à tarde."
"Morreu na sexta-feira!" - exclama o outro.
"Na sexta?"
"Foi.
Antes de viajarmos, as crianças o enterraram no fundo do quintal.
Imagine que agora está lá na casinha, limpo, branquinho, reapareceu!"

A história termina aqui.
Não importa o que aconteceu depois.
O que merece ser examinada é a situação do pobre cachorro.
O pobrezinho, desde a sexta-feira, quando sentiu falta do amigo,
começou a farejar.
Finalmente, descobriu o corpo morto e enterrado.
Com o coração partido, ele desenterrou o amigo de infância
e foi mostrar aos seus donos.
Talvez esperasse que eles o pudessem ressuscitar.
E o que acontece?
Pancadas e mais pancadas.
Simplesmente porque expressava a sua preocupação com um amigo.

Quase sempre procedemos assim em nossos relacionamentos.
Julgamos os outros, sem antes verificar o que aconteceu de fato.
É suficiente que suspeitas sejam levantadas contra alguém,
e estamos prontos a nos afastar da pessoa.
E até a comentar, continuar divulgando os fatos ouvidos.
Tudo sem antes verificar se os fatos são verdadeiros,
sem ir indagar daquele de quem se fala, o que, de verdade,
está acontecendo.
E assim velhas amizades são destruídas.
Reputações são manchadas.
Pessoas nobres recebem ingratidão.
Tudo porque, quase sempre, tiramos conclusões precipitadas
das situações e nos achamos donos da verdade.

Pensemos nisso!
Recebemos do portal diabetenet


================================================

20 de mai de 2009

Magia felicidade

Acredite na magia, pois a vida é cheia dela!
Acredite em si mesmo, porque dentro de você
reside toda a magia da esperança,
do amor e dos sonhos de amanhã.

A verdadeira magia está dentro de nós...
Em nossos corações...
Qualquer lugar é mágico... Basta sentir...
E Voar nas asas do vento...
E por um momento se deixar levar ...

Sonhar é de graça ....Sonhe .
Esqueça um pouco as coisas ruins da vida.
Sorria feito criança ....Esqueça os dias solitários ,
que você atravessou ,que calado chorou...
Mas lembre-se dos sorrisos amáveis que encontrou
do amor que chegou, do amor que vai chegar....

Esqueça os planos que não deram certos ...
E pense :
Hoje é outro dia .

(Angel off Peace)


Lembre-se NUNCA DEIXE DE SONHAR
Fica com DEUS,
ótimo dia


==================================

19 de mai de 2009

PROCUREMOS MAIS LUZ

Amigos
A casa não se levanta sem alicerces.
O rio não desliza sem o leito.
A árvore não se ergue sem raízes.
O compositor não chegaria à obra-prima sem a iniciação do solfejo.
O sábio não penetraria o templo da cultura sem,
antes, acomodar-se com o impositivo do alfabeto.
O médico não conseguiria curar sem apoiar-se
no estudo e na experiência.

Nada existe sem preço.
A lei da retribuição funciona em todos os caminhos.
Sementeira e colheita.
Ação e reação.
Temos o que buscamos.
Atraímos, invariavelmente, o objeto de nossa procura.

Extraído do Livro "Tocando o Barco"
- Emmanuel
- Psicografia de Francisco Candido Xavier


=============================================

17 de mai de 2009

Tem algo errado no ar

Certas pessoas precisam urgentemente realizar uma operação radical em suas vidas, e remover lembranças, dores, mágoas,orgulho ferido, e até algumas pessoas do seu dia a dia... É uma limpeza radical em sentimentos e relacionamentos, que poderá finalmente, permitir que você viva plenamente.

Aproveita hoje e tira tudo que não te serve mais, de sua cabeça, de suas veias, do seu coração. IMPORTE-SE COM VOCÊ. Não, não é ser egoísta, é fundamental para a sua vida que você esteja bem. Já viu alguém dar algo que não tem? Quem dá, dá o que tem, ou o que julga ter, se você não está bem, não está feliz, vai passar o que para os outros?

Falsidade talvez, tristeza com certeza. E, pior ainda, vai magoar quem não te fez nada, por causa de suas irritações, de suas frustrações. Ninguém mais tem tempo para ouvir nossas dores, nossas ladainhas, nossas queixas.

ENTÃO RESOLVA-SE. ACEITE-SE. CONHEÇA-SE!

O negócio é olhar para o seu umbigo e resolver de uma vez por todas se você quer ficar na dor, ou quer mesmo ser feliz.
QUER FICAR NA DOR? Continue pensando em quem te deixou, continue criando fantasias com pessoas que nem te prometeram nada, continue querendo mudar as pessoas...

Continue falando sim quando quer dizer “não”, continue ouvindo
aquelas músicas do passado que você sabe que só te fazem chorar, fique lamentando a morte de quem já passou faz tempo, continue acreditando que quem errou foi você, continue se comparando aos outros, continue acreditando que ser feliz é só para os outros, continue se julgando “coitadinho”.

QUER SER FELIZ? AME-SE, ACEITE-SE E PERDOE SEMPRE.

Não aceite que te tratem mal, que te pisem, ou te humilhem,
SEJA HUMILDE, mas, nunca aceite a humilhação gratuita.
Pare de querer mudar as pessoas e consolar quem não quer ser consolado. MUDE TUDO NA SUA VIDA se não está dando certo porque insistir?

Tenha coragem de assumir-se, saia do armário das convenções, diga sim para a vida, mas...diga com a certeza de que você, e somente você, pode agora mesmo determinar.

UM NOVO RUMO, UMA NOVA ESTRADA.

Parte do Texto de:
Paulo Gaefke

======================================

16 de mai de 2009

PERSISTA

Persista.
Cada passo dado na batalha traz você à vida.
Nunca pare.
Os fardos que você carrega todo dia constroem em você
a força e o caráter, e contra eles nada pode prevalecer.

Mantenha-se firme.
Encare cada desafio com a energia e o entusiasmo de uma alma
grata pela experiência de estar viva.
Sinta o vento soprar no seu rosto.
Torne sua essa força.
Curve-se em direção ao vento e deixe que ele seja seu apoio,
mesmo que você ande contra ele.

Deixe que os problemas da vida lhe entretenham e
ensinem em vez de detê-lo.
Você é mais forte que qualquer desafio, e sua força aumenta
com cada um deles.

Você não é a causa de seus problemas.
Você é aquela pessoa especial que pode transformar
esses problemas em grandes conquistas. Persista.
Quanto mais difícil for a escalada,
mais alto você estará chegando.

Autor Anônimo


==========================

15 de mai de 2009

E se tudo que você sempre quis estivesse bem à sua
frente e ao seu alcance, e você nem se desse conta?

E se você estivesse tão acostumado a pensar em termos
de falta e limitação que não conseguisse ver
a magnífica opulência que o cerca?

E se todo dia fosse belo e você nem se desse conta?

E se você já estivesse a ponto de se tornar mesmo a pessoa
que gostaria de ser e não percebesse?

E se todos os problemas que você encontra lhe dessem
a força e a determinação necessárias para transformá-los em oportunidades?

E se o dia de hoje acabasse antes de você decidir fazer dele o melhor?

Recebemos de
www.diabetenet.com.br


****************************************

14 de mai de 2009

Sonhos possuem asas...
Asas do desejo
Asas da esperança
Asas do amor
Asas da fé
desejo que seus dias sejam de paz.
Que a esperança nunca os abandone.
Que a fé seja sua companheira contante.
Que o amor faça parte do seu dia-a-dia.
Que vcs nunca abandonem seus sonhos.
Que vcs nunca percam suas asas.
"Amanhã será um novo dia".
Um novo nascer do sol, um novo começo, uma nova chance.
Basta sonhar e acreditar!
FELICIDADE!
AMOR!
ALEGRIA!
SAÚDE!
UM LINDO DIA!!

Recebido da Amiga Claudia
desconhecemos a autoria.


=====================================

13 de mai de 2009

Você pede ao patrão para sair mais cedo do trabalho,
pega um ônibus lotado, vai para um consultório médico
que fica no centro da cidade, gasta seus trocados,
seu tempo e seu humor, e, ao chegar, esbaforido e atrasado,
descobre através da secretária que sua hora, na verdade,
está marcada para semana que vem.
Sinto muito, você perdeu a viagem.

Todo mundo já passou por uma situação assim, de estar no lugar errado
e na hora errada por pura distração.
Acontecendo só de vez em quando, tudo bem, vai pra conta dos vacilos comuns a qualquer mortal.
O problema é quando você se sente perdendo a viagem todos os dias.
Todinhos.
É o caso daqueles que ainda não entenderam o que estão fazendo aqui.

Estão perdendo a viagem aqueles que não se comprometem com nada:
nem com um ofício, nem com um relacionamento, nem com as próprias opiniões.
Estão sempre flanando, flutuando, pousando em sentimento nenhum,
brigando por idéia nenhuma, jamais se responsabilizando pelo que fazem,
pois nada fazem.
Respirar já lhes é tarefa árdua e suficiente.
E os dias passam, e eles passam, e nada fica registrado, nada que valha a pena lembrar.

Estão perdendo a viagem aqueles que, em vez de tratarem de viver,
ficam patrulhando a existência alheia, decretando o que é certo e errado
para os outros, não tolerando formas de vida que não sejam padronizadas,
gastando suas bocas com fofocas, seus olhos com voyeurismo,
sem dedicar o mesmo empenho e tempo para si mesmo.

Estão perdendo a viagem aqueles preguiçosos que levam semanas
até dar um telefonema, que levam meses até concluir a leitura de um livro,
que levam anos até decidir procurar um amigo.
Pessoas que acham tudo cansativo, que acreditam que tudo pode esperar,
que todos lhe perdoarão a ausência e o descaso.

Estão perdendo a viagem aqueles que não sabem de onde
vieram nem tentam descobrir.
Que não sabem para onde ir e nem tentam encontrar um caminho.
Aqueles para quem a televisão pode tranqüilamente substituir as emoções.

Estão perdendo a viagem aqueles que se entregam de mão beijada
às garras do tédio.

Martha Medeiros

=======================================

12 de mai de 2009

A PREOCUPAÇÃO E A CADEIRA DE BALANÇO

A preocupação é como a cadeira de balanço:
mantém você ocupado, porém, não o leva a lugar algum."
Conta-se que um doente de um hospital psiquiátrico permanecia
com o ouvido encostado na parede.
A enfermeira, um dia, perguntou-lhe: que você está fazendo aí?

Silêncio! Cochichou o doente, acenando para que a enfermeira também encostasse o ouvido na parede.
A enfermeira concordou e permaneceu ali durante uns minutos, prestando atenção:
Não estou ouvindo nada, ela disse.

Eu também não, replicou o doente com a testa franzida.
É assim o dia inteiro!

As pessoas que se preocupam com cada detalhe de sua vida são como este paciente. Umas se preocupam com o que poderia ter sido dito, outras com o que foi dito. Algumas se preocupam com o que poderia acontecer. Outras com o que não aconteceu, mas deveria ter acontecido. Há ainda as que se preocupam com o futuro.

Com quem será que vou me casar? Até que idade vou viver? Será que um dia meu marido (ou esposa) me trairá? Outras se afligem com o que fizeram no passado e com as conseqüências disto.

Deus não nos criou para termos uma vida que é um fardo, Ele quer que tenhamos vida abundante, tanto na mente, como no corpo e no espírito. Assim como uma flor, fomos criados para florescer, e não para murchar na videira.

Autor desconhecido



================================

10 de mai de 2009

QUANDO DEUS CRIOU AS MÃES.

Diz uma lenda que o dia em que o bom Deus criou as mães, um mensageiro se acercou dele e lhe perguntou o porquê de tanto zelo com aquela criação.

Em que, afinal de contas, ela era tão especial?

O bondoso e paciente Pai de todos nós lhe explicou que aquela mulher teria o papel de mãe, pelo que merecia especial cuidado.

Ela deveria ter um beijo que tivesse o dom de curar qualquer coisa, desde leves machucados até namoro terminado.

Deveria ser dotada de mãos hábeis e ligeiras que agissem depressa preparando o lanche do filho, enquanto mexesse nas panelas para que o almoço não queimasse.

Que tivesse noções básicas de enfermagem e fosse catedrática em medicina da alma. Que aplicasse curativos nos ferimentos do corpo e colocasse bálsamo nas chagas da alma ferida e magoada.

Mãos que soubessem acarinhar, mas que fossem firmes para transmitir segurança ao filho de passos vacilantes. Mãos que soubessem transformar um pedaço de tecido quase insignificante numa roupa especial para a festinha da escola.

Por ser mãe deveria ser dotada de muitos pares de olhos. Um par para ver através de portas fechadas, para aqueles momentos em que se perguntasse o que é que as crianças estão tramando no quarto fechado.

Outro par para ver o que não deveria, mas precisa saber e, naturalmente, olhos normais para fitar com doçura uma criança em apuros e lhe dizer: "eu te compreendo. Não tenhas medo. Eu te amo", mesmo sem dizer nenhuma palavra.

O modelo de mãe deveria ser dotado ainda da capacidade de convencer uma criança de nove anos a tomar banho, uma de cinco a escovar os dentes e dormir, quando está na hora.

Um modelo delicado, com certeza, mas resistente, capaz de resistir ao vendaval da adversidade e proteger os filhos, de superar a própria enfermidade em benefício dos seus amados e de alimentar uma família com o pão do amor.

Uma mulher com capacidade de pensar e fazer acordos com as mais diversas faixas de idade.

Uma mulher com capacidade de derramar lágrimas de saudade e de dor mas ainda assim insistir para que o filho parta em busca do que lhe constitua a felicidade ou signifique seu progresso maior.

Uma mulher com lágrimas especiais para os dias da alegria e os da tristeza, para as horas de desapontamento e de solidão.

Uma mulher de lábios ternos que soubesse cantar canções de ninar para os bebês e tivesse sempre as palavras certas para o filho arrependido pelas tolices feitas.

Lábios que soubessem falar de Deus, do universo e do amor. Que cantassem poemas de exaltação à beleza da paisagem e aos encantos da vida.

Uma mulher. Uma mãe.

Ser mãe é missão de graves responsabilidades e de subida honra. É gozar do privilégio de receber nos braços espíritos do Senhor e conduzi-los ao bem.

Enquanto houver mães na terra, Deus estará abençoando o homem com a oportunidade de alcançar a meta da perfeição que lhe cabe porque a mãe é a mão que conduz, o anjo que vela, a mulher que ora, na esperança de que os seus filhos alcancem felicidade e paz.


AD


======================================

8 de mai de 2009

PARTE 1 E 2

Caminhos para um efetivo fazer acontecer - Parte 1

1- Visualize com detalhes, como se tudo já estivesse realizado.
Imagine com detalhes o estado desejado.
Essa imagem cristalina é algo que irá naturalmente orientá-lo
quanto ao que deve ser feito (como começar etc).

2- Dê rapidamente o primeiro passo.
Confie nos "lampejos" que você tem.
Se você sente confiança interior, (não pense em explicar)
aja sem hesitação e dê o primeiro passo.
A natureza fará a sequência acontecer
(outros passos seus e de outras pessoas que você toca
no primeiro movimento).

3- Faça tudo de "corpo e alma".
Não seja "morno" "fazendo por fazer".
Até o "impossível" se torna possível quando nos envolvemos
integralmente.

4- Faça tudo com muita boa vontade e prazer.
A probabilidade de dar certo aumenta tremendamente quando fazemos
tudo com a mente alegre.

5- Seja otimista.
Não se deixe influenciar pelos cínicos e pelos pessimistas.
Ajude a construir o ideal, a cada dia dando o passo do dia.

6- Concentre-se nos seus pontos fortes.
Ao invés de se deixar bloquear por eventuais pontos fracos,
ancore-se no que você tem de melhor.

7- Concentre energia.
Evite desperdiçar energia fazendo as coisas "de forma picada" ,
ou começando muitos projetos sem nada concluir.

8- Decole e vá aperfeiçoando em pleno vôo.
Planeje o suficiente.
Evite "afogar-se" em "planejamentos" que nunca terminam"
ou planos que nunca saem do papel.

9- Esteja sempre focado na busca de soluções.
Use sua energia na busca de soluções ao invés de desperdiçá-la
dedicando-se somente a problemas.

10- Crie condições favoráveis.
Procure trabalhar as barreiras positivamente até que elas
se enfraqueçam ou desapareçam ao invés de tentar atravessá-las
à força.

Fonte: Dicas Tilibra


==========================================

Caminhos para um efetivo fazer acontecer - Parte 2

11- Seja natural.
Não seja derrotado pelo "excesso de esforço".
Faça o que tem que ser feito e mantenha tranquilidade interior.
Dê espaço para a natureza também fazer a sua parte...

12- Pense sempre nos riscos e nas recompensas.
Não se deixe imobilizar pelos riscos.
Equilibre sempre tentando visualizar as recompensas possíveis.
Uma vez que o balanço lhe pareça equilibrado,
aja conforme a sua intuição.

13- Neutralize os palpiteiros inconsequentes.
Não se deixe influenciar por "opiniões" irresponsavelmente
colocadas pelos outros.
Aprenda distinguir conselhos sábios/bem intencionados de
comentários "rotineiramente" jogados pelas pessoas.

14- Evite lucubrar.
Não desperdice energia lucubrando demais,
principalmente se forem especulações negativas.
Ao invés disso, comece a caminhar, mesmo através de
um pequeno passo.
(lucubrar: dedicar-se a longos trabalhos intelectuais).

15- Seja transparente.
Nem sequer pense desonestamente pois isso drena sua energia.
(Já imaginou quanto de energia gastamos, para proteger
a mentira contada ontem?).
Ser transparente multiplica a energia.
Energia que faz acontecer.

16- Seja generoso.
"A generosidade move montanhas".
As coisas fluem melhor à sua volta porque a generosidade faz agir.
"Picuinhas", ao contrário, imobilizam as pessoas.

17- Aja sempre numa postura ganha-ganha.
Evite a postura do tirar vantagem de tudo.
Aja pensando em benefícios para todos.
As coisas passam a acontecer com mais fluidez.

18- Confie 100% em sua força interior.
Fazer acontecer exige fé.
Principalmente em si mesmo.
É essa convicção que o deixa solto para
fazer o que é necessário.

19- Busque excelência, sempre.
Um fazer acontecer efetivo deve sempre estar ancorado
na busca do melhor, do perfeito, do ideal.
Quão próximos chegaremos à perfeição é outra coisa.
O alvo, porém, deve sempre ser a perfeição.

20- Chute acomodação e "imobilismo" para longe de você.
A capacidade de fazer acontecer é algo para ser aperfeiçoado pela vida toda.
Não se acomode.
Procure sempre melhorar seu próprio recorde.

Fonte: Dicas Tilibra


==========================================

7 de mai de 2009

AS PENEIRAS DA SABEDORIA

(Uma lenda)

Meia-noite em ponto!
Mais uma jornada na construção do Templo terminara.

Cansado por mais um dia, Mestre Hiram recostou-se sob o frescor do
Ébano para o tão merecido descanso. Eis que, subindo em sua direção,
aproxima-se seu Mestre Construtor predileto, que lhe diz:

– Mestre Hiram... Vou lhe contar o que disseram do segundo Mestre Construtor...

Hiram com sua infinita sabedoria responde:

– Calma, meu Mestre predileto...

Antes de me contares algo que possa ter relevância, já fizeste passar a informação pelas "Três Peneiras da Sabedoria?".

– Peneiras da Sabedoria??? Não me foram mostradas, respondeu o predileto!

– Sim... Meu Mestre! Só não te ensinei, porque não era chegado o momento;

porém, escuta-me com atenção: tudo quanto te disserem de outrem, passe antes

pelas peneiras da sabedoria e na primeira, que é a da VERDADE, eu te pergunto:

– Tens certeza de que o que te contaram é realmente a verdade?

Meio sem jeito o Mestre respondeu:

– Bom, não tenho certeza realmente, só sei que me contaram...

Hiram continua:

– Então, se não tens certeza, a informação vazou pelos furos
da primeira peneira e repousa na segunda, que é a peneira da BONDADE. E eu te pergunto:

– É alguma coisa que gostarias que dissessem de ti?

– De maneira alguma Mestre Hiram... Claro que não!

– Então a tua estória acaba de passar pelos furos da segunda

peneira e caiu nas cruzetas da terceira e última; e te faço a derradeira pergunta:

– Achas mesmo necessário passar adiante essa estória sobre teu Irmão e Companheiro?

– Realmente Mestre Hiram, pensando com a luz da razão, não há necessidade...

– Então ela acaba de vazar os furos da terceira peneira, perdendo-se na imensa terra. Não sobrou nada para contar.

– Entendi poderoso Mestre Hiram. Doravante somente e boas palavras terão caminho em minha boca.

– És agora um Mestre completo. Volta a teu povo e constrói teus Templos, pois terminaste teu aprendizado.

Porém, lembra-te sempre:

as abelhas, construtoras do Grande Arquiteto do Universo, nas imundícies dos charcos, buscam apenas flores para suas laboriosas obras,

enquanto as nojentas moscas, buscam em corpos sadios as chagas e feridas para se manterem vivas...!

(( Autor desconhecido ))
Enviado ao JB Mineirim pelo Luidi10
em 06/05/2009.

=========================================

6 de mai de 2009

CONFIANÇA NATURAL

O desejo sincero de ser útil, de contribuir, nos dá confiança nas situações difíceis – telefonemas de vendas, entrevistas de emprego, discursos em público, confrontos, pedidos de ajuda, solução de diferenças. Quando você é realmente sincero no seu desejo de ajudar, isso será percebido. Você terá uma confiança natural e uma eficiência que só aparecem quando o que você está fazendo tem valor.

Considere com cuidado o que você tem a oferecer e o que você pode fazer pelo outro. Como seu relacionamento irá beneficiá-lo? Agora pense em como você se sente quando alguém demonstra real interesse em ajudá-lo. Não é uma boa sensação?

O desejo sincero de ajudar é mais do que uma intenção. Inclui a determinação de estar adequadamente preparado e fazer aquilo que lhe colocará na posição de poder ajudar.
Viva com a confiança de quem tem real valor e essência a oferecer, e você alcançará grandes coisas.

Autor Anônimo


================================

4 de mai de 2009

Texto de Roberto Shinyashiki...

Gosto de uma música que Frank Sinatra costumava cantar,My way.
O curioso é que só fui prestar atenção na letra dessa canção
quando escrevia este texto.
Ela diz mais ou menos assim:
“Se eu acertei ou se errei,fiz isso da minha maneira”.
Quando olho para trás,percebo que fiz muitas bobagens.
Acertei bastante,mas também errei bastante.
Quando olho para diante,tenho certeza de que vou acertar
e errar bastante também.
É impossível acertar sempre.
Mas o importante é que não gastemos nosso tempo nem
nossa energia nos torturando.
A autocrítica pelo que não deu certo,além de ser nociva
para a saúde, faz que a gente perca os passarinhos que
a vida nos oferece no presente.
Um dia destes,um dos meus filhos me perguntou por que
eu tomei determinada decisão estúpida tempos atrás.
Respondi que me arrependia do que tinha feito,mas expliquei que, naquele momento,minha atitude me parecia lógica.
Se eu tivesse o conhecimento e a maturidade de hoje,
certamente a decisão seria diferente.
Por isso é que lhe digo:
não se torture por algo que não deu certo no passado.
Talvez você tenha escolhido a pessoa errada para casar.
Talvez tenha saído da melhor empresa onde poderia trabalhar.
Talvez tenha mandado uma filha grávida embora de casa.
Não importa o que você fez,não se torture.
Apenas perceba o que é possível fazer para consertar essa situação e faça.
Se você sente culpa,perdoe-se.
E,principalmente,compreenda que agiu assim porque,
na ocasião,era o que achava melhor fazer.
Existem pessoas que não prestam atenção no que fazem e depois
passam a vida inteira arrependidas pelo que não fizeram,
mas poderiam ter feito, e se martirizam por seus erros.
Se você está agindo assim,deixo-lhe uma mensagem especial:
não gaste seu tempo com remorsos nem arrependimentos.
Reconheça o erro que cometeu, peça desculpas e continue sua vida.
Você ainda tem muitas pedras preciosas no coração:
muitos momentos lindos para viver e muitos erros para cometer.
Aproveite as oportunidades e curta plenamente a vida!
Locução: Flavio - Texto de Roberto Shinyashiki.

3 de mai de 2009

A TECNOLOGIA MINEIRA DO ABRAÇO

O matuto
falava tão calmamente,
que parecia medir,
analisar e meditar
sobre cada palavra que dizia...

“É ...
das invenção dos hómi,
a que mais tem sintido
é o abraço.”

O abraço
num tem jeito
dum só apruveitá!

Tudo quanto é gente,
no abraço,
participa duma beradinha...

Quandu
ocê ta danado de sordade,
o abraço de arguém ti alivia...

Quandu
ocê ta danado de reiva,
vem um, te abraça
e ocê fica até sem graça
de continuá cum reiva...

Si
ocê ta filiz e abraça arguém,
esse arguém pega
um poquim de sua alegria...

Si
arguém ta duente,
quandu ocê abraça ele,
ele começa a miorá,
i ocê miora junto tamém...

Muita gente
importante e letrado
já tentô dá um jeito de sabê
pruquê quié qui o abraço
tem tanta tequilonogia,
mas ninguém inda discubriu...

Mas, iêu sei...

Foi o isprito santo de Deus
qui mi contô...
Iêu vô conta proceis
uqui foi qui ele mi falô:
O abraço é bão
prucausa do Coração...

Quandu
ocê abraça arguém,
fais massage no coração!...

I o coração do ôtro
é massagiado tamém! Mas num é só isso, não...

Aqui ta a chave
do maior segredo de tudo:

É qui,
quandu abraçamo arguém,
nóis fiquemo tudo
é com dois coração no peito!...

(autor desconhecido)

INTÃO, MI DÁ UM ABRAÇO ???


Enviado pela Silvana Calixto.

===================================

2 de mai de 2009

PEQUENAS FELICIDADES

Houve um tempo em que minha janela se abria sobre
uma cidade que parecia ser feita de giz. Perto da janela havia um
pequeno jardim quase seco.

Era uma época de estiagem, de terra esfarelada, e o jardim parecia
morto. Mas todas as manhãs vinha um pobre com um balde e, em
silêncio, ia atirando com a mão umas gotas de água sobre as plantas.
Não era uma rega: era uma espécie de aspersão ritual, para que o
jardim não morresse. E eu olhava para as plantas, para o homem,
para as gotas de água que caíam de seus dedos magros e meu
coração ficava completamente feliz.

Às vezes abro a janela e encontro o jasmineiro em flor. Outras vezes
encontro nuvens espessas. Avisto crianças que vão para a escola.
Pardais que pulam pelo muro. Gatos que abrem e fecham os olhos,
sonhando com pardais. Borboletas brancas, duas a duas, como
refletidas no espelho do ar. Marimbondos que sempre me parecem
personagens de Lope de Vega. Às vezes, um galo canta. Às vezes
um avião passa. Tudo está certo, no seu lugar, cumprindo o seu
destino. E eu me sinto completamente feliz.

Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas, que estão
diante de cada janela, uns dizem que as coisas não existem, outros
que só existem diante das minhas janelas, e outros, finalmente, que
é preciso aprender a olhar,
para vê-las assim.

Desconhecido a autoria.
Postado no papo de bar do forum Mineirim Jb
em 01/05/2009 pelo J Valdomiro.

==========================================

1 de mai de 2009

TRABALHADOR BRASILEIRO

Hoje é dia do trabalho, prá quem não lembra o porquê do feriado.
Que bom, trabalhador brasileiro, que você só tem motivos prá comemorar.
Não tem de reclamar de nada, não é??
Afinal de contas há mais de uma vaga de emprego para cada um.
Você pode escolher o que seja melhor prá você.
Além disso, há os benefícios.
Ahh, eles são muitos.
Afinal, o trabalhador brasileiro paga impostos e é muito valorizado!
E como eles voltam para o trabalhador??
Através de uma assistência médica super eficiente, todos tem acesso aos melhores médicos e hospitais.
Auxílios doença, entre outros, que são um espetáculo!
É só o trabalhador brasileiro ficar doente prá ver.
E a aposentadoria??
Nossa!!!
Neste país, quando o trabalhador se aposenta, ele nem precisa continuar trabalhando, como em outros países.
Ele ganha uma ótima aposentadoria, que lhe dá tudo que ele precisa prá curtir sua velhice com dignidade, sem passar por dificuldade nenhuma.
E os salários??
Meu Deus! O salário do trabalhador brasileiro é só motivo de alegria. Afinal ele ganha muito bem para sustentar suas cinco crias, e nem precisa fazer bico nenhum por fora!
Dá para comer, estudar, se vestir e até ter algum lazer, tipo viajar, levar a família ao teatro, ao cinema...
Ahh...eu ia esquecendo!
Graças a Deus, neste país o trabalhador tem acesso à cultura e diversão (que não seja a pelada com os amigos)!
Realmente, neste primeiro de maio só temos motivo prá comemorar!!
Não posso deixar de agradecer ao meu país, por todas oportunidades dadas ao trabalhador brasileiro, que só nos deixa cheios de orgulho e alegria!
Saúde!!


Sabrina Jung
Texto Retirado do site.
http://recantodasletras.uol.com.br/cronicas/970222

*************************************************