27 de out de 2011

Seja um vencedor...


Seja um vencedor! – Só depende de você! – Será mesmo?

Estamos cansados de ler mensagens em livros de auto-ajuda, propagandas, anúncios, que dizem que somos os únicos responsáveis pelo nosso sucesso ou fracasso. Só depende de nós escrever nosso futuro.

Será mesmo?


Por que, então, temos conhecimento de tantas pessoas que demonstram pouca capacidade e instrução, e que conseguiram sucesso na vida, enquanto outros, embora mais preparados, ainda tentam descobrir os caminhos do sucesso?

Esta é uma pergunta difícil de responder e encontra várias respostas, desde a infalível sorte, que nos coloca no lugar certo na hora certa, ao carma, que nos faz passar por situações que compensam nossas dívidas, acontecidas nessa existência ou em vidas anteriores. Há o carisma pessoal, a simpatia, as boas amizades e tantos outros fatores que podem nos ajudar ou atrapalhar.

Acreditando ou não na fatalidade e ponderabilidade das situações, o fato é que elas existem. Nem sempre o mais qualificado será recompensado. Se assim não fosse, quantos ainda estariam trabalhando de domingo a domingo? Talvez estivessem aproveitando o dia, navegando em um iate maravilhoso, parecido com aquele que aparece na novela “Viver a vida” e que pertence a uma apresentadora matinal da nossa TV (nada pessoal).

Não devemos nos guiar, apenas, pelo que dizem os gurus, os guias espirituais, os livros de auto-ajuda que, estes sim, podem ter ajudado seus autores a ficarem ricos. As orientações são importantes, desde que façamos a nossa parte. Devemos, sim, estudar e trabalhar. Se não der certo, pelo menos tentamos. E seguimos o caminho que imaginamos ser o correto, do qual não nos envergonharemos um dia. Nós passaremos, mas o exemplo ficará.

Os que pensam em acumular riquezas, muitas vezes às custas do sacrifício de outros, não se dão conta de que um dia tudo passa. A vida acaba. As riquezas ficam e serão usadas, muitas vezes, por quem nem saberá dizer o nome daquele que as amealhou.

Algumas frases para o seu dia:

“Nenhum vencedor acredita no acaso.” (Friedrich Nietzsche)
“Os verdadeiros vencedores na vida são pessoas que olham para cada situação com a esperança de poder resolvê-la ou melhorá-la.” (Barbara Pletcher)
“Você nasceu para vencer, mas para ser um vencedor você precisa planejar para vencer, se preparar para vencer, e esperar vencer.” (Zig Ziglar)
“O homem paciente e corajoso torna-se vencedor.” (Publílio Siro)
“A história é escrita pelos vencedores.” (George Orwell)
“Para quem só sabe usar martelo, todo problema é um prego.” (Abraham Maslow)
Escrever é fácil. Cada um sabe onde o sapato aperta o calo. Uma vez eu li que o sucesso depende de talento, vocação e vontade. Vou mais além: deve haver AÇÃO. Sem ação, de nada adiantam todos os atributos. É como um carro parado, que tem o motor, a gasolina, o motorista, mas falta ligar a ignição e dar a partida. Talvez essa seja a diferença e a explicação para as dúvidas acima. A AÇÃO pode até compensar a falta das outras qualidades.

E você, o que acha? Deixe seu comentário.

(( Fonte -
http://www.dicasdotimoneiro.com.br/seja-um-vencedor-depende-so-de-voce/ ))

26 de out de 2011

Voem juntos, mas nunca amarrados

Conta uma velha lenda dos índios Sioux que, uma vez, Touro Bravo, o mais valente e honrado de todos os jovens guerreiros, e Nuvem Azul, a filha do cacique e uma das mais formosas mulheres da tribo, chegaram de mãos dadas à tenda do velho feiticeiro da tribo e falaram:

- Nós nos amamos e vamos nos casar. E nos amamos tanto que queremos um feitiço, um conselho ou um talismã. Alguma coisa que garanta que possamos ficar sempre juntos. Que nos assegure que estaremos um ao lado do outro até a morte.

O velho sábio, ao vê-los tão jovens, tão apaixonados e tão ansiosos por uma palavra, disse:

- Tem uma coisa a ser feita, mas é uma tarefa muito difícil e sacrificante. Tu, Nuvem Azul, deves escalar o monte ao norte desta aldeia e, apenas com uma rede e tuas mãos, caçar o falcão mais vigoroso do monte e trazê-lo com vida até o terceiro dia depois da lua cheia. E tu, Touro Bravo, deves escalar a montanha, onde encontrarás a mais brava de todas as águias. Somente com as tuas mãos e uma rede, deverás apanhá-la, trazendo-a viva.

Os jovens abraçaram-se com ternura, e logo partiram para cumprir a missão recomendada. No dia estabelecido, à tenda do feiticeiro, os dois esperavam com as aves dentro de um saco.

O velho pediu que, com cuidado, as retirassem. Observou então que se tratava de belos exemplares.

- E agora, o que faremos? - perguntou o jovem – nós as matamos e depois bebemos à honra de seu sangue ou as cozinhamos e depois comemos o valor da sua carne?

- Não! - disse o feiticeiro - Apanhem as aves e amarrem-nas entre si pelas patas, com essas fitas de couro. Quando estiverem amarradas, soltem-nas, para que voem livres...

O guerreiro e a jovem fizeram o que lhes foi ordenado e soltaram os pássaros...

A águia e o falcão tentaram alçar vôo, mas apenas conseguiram saltar pelo terreno. Minutos depois, irritadas pela incapacidade de voar, as aves jogavam-se uma contra a outra, bicando-se até se machucarem. E o velho disse:

- Jamais esqueçam o que estão vendo. Este é o meu conselho. Vocês são como a águia e o falcão: se estiverem amarrados um ao outro, ainda que por amor, viverão arrastando-se e, cedo ou tarde, começarão a machucar-se mutuamente. Se quiserem que o amor entre vocês perdure, voem juntos. Mas nunca amarrados.

(Desconhecemos a autoria )
Fonte deste E-mail - Portaldibetenet


25 de out de 2011

Reflita

OLHA no teu jardim as rosas entreabertas, e nunca as pétalas caídas;
OBSERVA em teu caminho a distância vencida e nunca o que falte ainda;
GUARDA do teu olhar os brilhos de alegria e nunca as névoas de tristezas;
RETÉM da tua voz risadas e canções e nunca os teus gemidos;
CONSERVA em teus ouvidos as palavras de amor e nunca as de ódio;
GRAVA em tua pupila o nascer das auroras e nunca os teus poentes;
CONSERVA no teu rosto as linhas do sorriso e nunca os sulcos do teu pranto;
CONTA aos homens o azul das tuas primaveras e nunca as tempestades do verão;
GUARDA da tua face apenas as carícias, esquece as bofetadas;
CONSERVA de teus pés os passos retos e puros, esquece os transviados;
GUARDA de tuas mãos as flores que ofertaram, esquece os espinhos que ficaram;
De teus lábios CONSERVA as mensagens bondosas, esquece as maldições;
RELEMBRA com prazer as tuas escaladas, esquece o prazer fútil das descidas;
RELEMBRA os dias em que foste água limpa, esquece as horas em que foste brejo;
CONTA e mostra as medalhas das tuas vitórias, esquece as cicatrizes das derrotas;
OLHA de frente o sol que existe em tua vida, esquece a sombra que fica atrás;
A flor que desabrocha é bem mais importante do que mil pétalas caídas;
E só um olhar de amor pode levar consigo calor para aquecer muitos invernos;
A bondade é mais forte em nós e dura muito mais do que o mal que nós mesmos praticamos;
SÊ OTIMISTA, e não te esqueças de que...
É no fundo da noite sem luar que brilham muito mais as estrelas!


A.D


================================================

24 de out de 2011

O BUSCADOR


Esta é a história de um homem a quem eu definiria como um buscador...

Um buscador é alguém que busca, não necessariamente alguém que encontra. Também não é necessariamente alguém que sabe o que está buscando; é simplesmente alguém para quem sua vida é uma busca permanente.

Um dia o buscador sentiu que devia ir à cidade de kammir. Ele tinha aprendido a obedecer rigorosamente a estas sensações que surgiram de algum lugar desconhecido de si mesmo, de maneira que abandonou tudo e partiu. Após dois dias de marcha em empoeirados caminhos, lá longe divisou Kammir. Um pouco antes de chegar à cidade, chamou-lhe poderosamente a atenção uma colina que se encontrava à direita do caminho. Ela estava coberta de um verde maravilhoso, com numerosas árvores, pássaros e flores encantadoras; tudo estava rodeado por uma pequena cerca envernizada...Uma pequena porta de bronze o convidava a entrar.

De repente sentiu que esquecia da cidade e não resistiu à tentação de descansar um momento naquele lugar.

O buscador atravessou o portal e começou a caminhar lentamente entre as brancas pedras distribuídas como que aleatoriamente entre as árvores. Permitiu que seus olhos pousassem como borboletas em cada detalhe desse paraíso multicolor. Seus olhos eram olhos de um buscador e, talvez por isso, descobriu sobre uma daquelas pedras aquela inscrição:

"Abdul Tareg viveu 8 anos, 6meses, 2 semanas e 3 dias."

Sentiu-se um pouco angustiado ao perceber que essa pedra não era simplesmente uma pedra, era uma lápide. Sentiu pena ao pensar em uma criança tão nova enterrada naquele lugar.

Olhando ao redor, o homem se deu conta de que a pedra seguinte também tinha uma inscrição. Aproximou-se e viu que estava escrito:

"Yamir Kalib, viveu 5 anos, 8 meses e 3 semanas."

O buscador sentiu-se terrivelmente transtornado. Esse belo lugar era um cemitério e cada pedra era uma tumba. Uma por uma começou a ler as lápides. Todas tinham inscrições similares: um nome e o exato tempo de vida do morto. Porém, o que lhe causou maior espanto foi comprovar que quem mais tinha vivido, apenas ultrapassava os 11 anos... Invadido por uma dor muito grande, sentou-se e começou a chorar.

A pessoa que tomava conta do cemitério, que nesse momento por ali passava, aproximou-se. Permaneceu em silêncio enquanto olhava o homem chorar e, após algum tempo, perguntou-lhe se chorava por alguma pessoa da família.

Não, ninguém da família. – respondeu o buscador – O que se passa nessa cidade? Que coisa tão terrível acontece aqui? Por que tantas crianças mortas enterradas neste lugar? Qual a horrível maldição que pesa sobre essas pessoas que as obrigou a construir um cemitério de crianças?

O velho sorriu e falou:

- Pode acalmar-se. Não existe nenhuma maldição. O que acontece é que aqui temos um antigo costume que lhe contarei... Quando um jovem completa seus quinze anos, ganha de seus pais uma caderneta, como esta que eu mesmo levo aqui, pendurada no pescoço. É uma tradição entre a gente, que a partir desse momento, cada vez que você desfruta intensamente de alguma coisa, abre sua caderneta e escreve nela: À esquerda o que foi desfrutado... À direita, o tempo que durou o prazer. Conheceu uma moça e se apaixonou por ela. Quanto tempo durou essa enorme paixão e o prazer de conhecê-la? Uma semana? Duas? Três semanas e meia?... E depois..., a emoção do primeiro beijo, quanto durou? O minuto e meio do beijo? Dois dias? Uma semana?... E a gravidez ou o nascimento do seu primeiro filho...? E o casamento dos amigos? E a tão desejada viajem? E o encontro com o irmão que retorna de um longínquo país? Quanto tempo desfrutou dessas situações...?Horas? dias...? Assim, vamos anotando na caderneta cada momento que desfrutamos... cada momento. Quando alguém morre, é nosso costume abrir a caderneta e somar o tempo desfrutado para gravá-lo sobre a pedra, porque este é, para nós, o único tempo VIVIDO.


(( A.D ))

=====================

23 de out de 2011

Um domingo especial a ti e aos teus...




Fico triste quando alguém me ofende, mas, com certeza, eu ficaria mais triste se fosse eu o ofensor... Magoar alguém é terrível...
(( Francisco Cândido Xavier ))







A gente pode morar numa casa mais ou menos, numa rua mais ou menos, numa cidade mais ou menos, e até ter um governo mais ou menos. 
A gente pode dormir numa cama mais ou menos, comer um feijão mais ou menos, ter um transporte mais ou menos, e até ser obrigado a acreditar mais ou menos no futuro. 
A gente pode olhar em volta e sentir que tudo está mais ou menos... 

TUDO BEM!

O que a gente não pode mesmo, nunca, de jeito nenhum... 
é amar mais ou menos, sonhar mais ou menos, ser amigo mais ou menos, namorar mais ou menos, ter fé mais ou menos, e acreditar mais ou menos. 
Senão a gente corre o risco de se tornar uma pessoa mais ou menos.

(( Francisco Cândido Xavier ))

21 de out de 2011

Nem tudo é facil...


É difícil se convencer de que se é feliz, assim como é fácil achar que sempre falta algo.

É difícil fazer alguém sorrir, assim como é fácil fazer chorar.


É difícil se pôr no lugar de alguém, assim como é fácil olhar para o próprio umbigo.


É difícil ver o trem partindo, assim como é fácil pedir para ficar quem quer te levar.

Se você errou, peça desculpas!

É difícil pedir perdão?

Mas quem disse que é fácil ser perdoado?
Se alguém errou com você, perdoa-o!

É difícil perdoar? Mas quem disse que é fácil se arrepender?

Se você sente algo, diga!

É difícil se abrir?

Mas quem disse que é fácil encontrar alguém que queira escutar?

Se alguém reclama de você, ouça!

É difícil ouvir certas coisas?

Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama,
Ame-o!
Mas quem disse que é fácil ser feliz?

Nem tudo é fácil na vida, mas com certeza nada é impossível!


Precisamos acreditar, ter fé e lutar para que não apenas sonhemos, mas também tornemos sonhos em realidade!



Cecília Meireles

==========================

20 de out de 2011

Transformação pelo Fogo...

Assim acontece com a gente. As grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo. Quem não passa pelo fogo fica do mesmo jeito a vida inteira. São pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosa. Só que elas não percebem e acham que seu jeito de ser é o melhor jeito de ser. Mas, de repente, vem o fogo.

O fogo é quando a vida nos lança numa situação que nunca imaginamos: a dor. Pode ser fogo de fora: perder um amor, perder um filho, o pai, a mãe, perder o emprego ou ficar pobre. Pode ser fogo de dentro: pânico, medo, ansiedade, depressão ou sofrimento, cujas causas ignoramos.

Há sempre o recurso do remédio: apagar o fogo! Sem fogo, o sofrimento diminui. Com isso, a possibilidade da grande transformação também.

Imagino que a pobre pipoca, fechada dentro da panela, lá dentro cada vez mais quente, pensa que sua hora chegou: vai morrer. Dentro de sua casca dura, fechada em si mesma, ela não pode imaginar um destino diferente para si. Não pode imaginar a transformação que está sendo preparada para ela. A pipoca não imagina aquilo do que ela é capaz. Aí, sem aviso prévio, pelo poder do fogo, a grande transformação acontece: BUM! E ela aparece como uma outra coisa completamente diferente, algo que ela mesma nunca havia sonhado.

Bom, mas ainda temos o piruá, que é o milho de pipoca que se recusa a estourar. São como aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente, se recusam a mudar. Elas acham que não pode existir coisa mais maravilhosa do que o jeito delas serem. A presunção e o medo são a dura casca do milho que não estoura. No entanto, o destino delas é triste, já que ficarão duras a vida inteira. Não vão se transformar na flor branca, macia e nutritiva. Não vão dar alegria para ninguém.


Do livro "O amor que acende a lua" de Rubem Alves



================================

Renovar

Recomeçar é como reciclar materiais abandonados num sótão escuro. Encontrar novos usos para objetos que um dia já foram úteis, mas que simplesmente foram esquecidos com o tempo. Ou jogar fora tudo aquilo que não serve mais e só ocupa espaço!

Todo recomeço tem o seu primeiro passo. Às vezes ele chega meio torto, impregnado de incertezas e requer uma boa dose de paciência e determinação. Assim é também a vida, um eterno recomeçar todos os dias. É um passo de cada vez rumo ao nosso eldorado de felicidade.

Aproveite este final de semana, passe uma borracha no passado feio e coloque em prática uma palavra que rima muito com recomeçar: RENOVAR.

Autor Anônimo

18 de out de 2011

A vida é cíclica

O mundo moderno nos convida à correria e, em função disso, não temos tempo de observar a natureza, nossa grande mestra. Quem olha o mar e  percebe as marés, as ondas e os ventos pode verificar como tudo tem seu ciclo.

O dia e a noite, as estações do ano, o sol e a chuva, a vida e a morte. O ser humano, com sua sede de poder, procura imobilizar a vida e torná-la certinha, rígida como uma estátua. Mas a vida é dinâmica. Hoje você está bem, amanhã pode não estar...

A vida flui como as ondas do mar e, como um surfista, você precisa aprender a aproveitar suas subidas e descidas, mergulhar e retornar à tona, manter-se na superfície de acordo com o movimento da água.

Quando você resolve eliminar de sua vida o fluxo das ondas e permanecer apenas como observador passivo, você está anulando a sua força vital! Afinal, a vida é uma interminável aventura. E a sabedoria está em saber surfar nas ondas da vida.

Roberto Shinyashiki, em trecho extraído do livro "O Sucesso é Ser Feliz"
 



=============================================

4 Elementos

Pequenos passos...


Um pequeno riacho é calmo e relativamente inofensivo, mas vários riachos podem se agrupar e formar um poderoso rio de enorme força. Uma leve garoa é macia e agradável, mas quando unidas podem formar tempestades capazes de derrubar grandes prédios. Coisas grandes são formadas de pequenas coisas.

Para aprender a controlar as grandes coisas deve iniciar fazendo as pequenas, e fazê-las repetidas vezes. Isto é como colocar um tijolo sobre o outro, e devagarinho vai se formando uma sólida e forte parede. Fácil como levantar o telefone e fazer uma ligação de prospecção, e de telefonema em telefonema, vai construindo uma base maciça de cliente. É colocar os pensamentos no papel, e formar uma obra-prima.

Toda realização é construída de pequeno passo. Planeje seus passos, e então dê o primeiro e depois outro, e você conquistará seus objetivos.



Autor Anônimo



==============================

16 de out de 2011


PULAR CORDA

Quem pensa que pular corda trata-se apenas de uma brincadeira de criança está muito enganado. Pular corda ajuda a emagrecer. Isso mesmo, ajuda e muito a queimar calorias e consequentemente perder peso. Várias pessoas estão incluindo essa atividade no dia-a-dia, não só para perder peso, pois além do alto valor calórico gasto, pular corda também ajuda com o fortalecimento muscular e melhora da coordenação motora.
E os benefícios de pular corda não param por ai: a atividade faz com que o corpo inteiro esteja em movimento – braços, pernas, abdômen, etc. Assim pular corda ajuda a tonificar as pernas e o bumbum. Além disso ativa o sistema cardiorrespiratório e a circulação e promove um ganho na parte neuromuscular.
A atividade tem ganhado vários adeptos pois pode ser praticada em casa, é extremamente eficiente, divertido e o custo é muito baixo. Basta um equipamento básico: uma roupa e um tênis confortável e a corda adequada para começar a saltar.
Pular corda queima aproximadamente 15 calorias por minuto. Assim é possível queimar 450 calorias em 30 minutos de atividade. É aconselhável que a atividade seja feita com pequenos intervalos: pular 1 minuto e descansar 30 segundos ou pular 2 minutos e descansar durante 1 minuto.
O que está esperando? Agora que sabe quais os benefícios de pular cordacomece já a pular e queimar calorias. Só não se esqueça de obedecer o limite do seu corpo.
Fonte -  Veleiro Digital

=================================================
Visite o nosso canal
de videos
no Youtube


Você tem sorte?

Considere ainda que se você acordou hoje mais saudável que doente, você tem mais sorte que um milhão de pessoas que não verão a próxima semana.

Se nunca experimentou o perigo de uma batalha, a solidão de uma prisão, a agonia da tortura, a dor da fome, você tem mais sorte que 500 milhões de habitantes no mundo.

Se você pode ir à igreja sem o medo de ser bombardeado, preso ou torturado, você tem mais sorte que 3 milhares de pessoas no mundo.

Se você tem comida na geladeira, roupa no armário, um teto sobre sua cabeça, um lugar para dormir, considere-se mais rico que 75% dos habitantes deste mundo.

Se tiver dinheiro no banco, na carteira ou um trocado em alguma parte, considere-se entre os 8% das pessoas com a melhor qualidade de vida no mundo.

Se seus pais estão vivos e ainda juntos, considere-se uma pessoa muito rara.

Se puder ler esta mensagem, você recebeu uma dupla bênção, pois alguém pensou em você e você não está entre milhões de pessoas que não sabem ler.

E faz parte de 1% da população que possui computador.

Vale a pena tentar...

Ame como se ninguém nunca o houvesse feito sofrer.

Trabalhe como se não precisasse do dinheiro.

Dance como se ninguém estivesse olhando.

Cante como se ninguém estivesse ouvindo.

Viva como se aqui fosse o paraíso.

AD

=====================

Você tem certeza?

Já aconteceu de você ter perdido alguma coisa e, finalmente, achá-la exatamente no lugar em que você tinha certeza absoluta que ela não ia estar ? Que outras coisas na sua vida você pode não estar rotineiramente enxergando, porque tem certeza que não estão lá ? Quantas idéias criativas nunca apareceram porque você já tem certezsa do que funciona e do que não ?

Será que a certeza está limitando você ? Será que sua certeza é realmente certeza ? Ou simplesmente falta de vontade de explorar novas opções ? Existem momentos em que devemos agir e pensar comcerteza e determinação, mas muitas vezes o que julgamos ser certeza é pura teimosia. Suas certezas resultam, na maioria da vezes, de suas experiências. Mas leve sempre em conta que existe um universo de oportunidades além dessas experiências.

Sim, é mais fácil rejeitar novas idéias sem considerá-las ou explorá-las. Agora, se você já sabe tudo, como é possivel aprender ? É ótimo ter certeza e confiança. Só não deixe a certeza cegá-lo para o real potencial das suas possibilidades.

AD

===============================

15 de out de 2011

Seja você mesmo...

Para viver a vida que você quer, você deve ser quem você é. Isso pode soar como um bonito jogo de palavras, mas pense a respeito.

Você pensa seus próprios pensamentos? Você sonha seus próprios sonhos? Você determina suas próprias metas? Ou você os pega emprestados de outros? Ter mais e mais do que você não quer realmente não lhe trará felicidade.

A vida que você deseja não está em seguir os sonhos de outros, a idéia de outros sobre o melhor lugar para viver, ou a idéia de outros sobre o melhor carro para dirigir.

A verdadeira felicidade e realização requerem que você tenha coragem de ser você mesmo. Existe uma razão para você querer as coisas que você quer. É porque você é a pessoa melhor equipada para alcançá-las.

Quando você perseguir o que você realmente deseja da vida, então você estará satisfazendo seu conjunto de oportunidades, dando sua própria e especial contribuição, criando valores como só você pode fazer.

Seja você de verdade. Você e o mundo inteiro serão mais ricos com isso.

Autor Anônimo



============================

13 de out de 2011

Nem tudo é fácil...


É difícil se convencer de que se é feliz, assim como é fácil achar que sempre falta algo.
É difícil fazer alguém sorrir, assim como é fácil fazer chorar.


É difícil se pôr no lugar de alguém, assim como é fácil olhar para o próprio umbigo.


É difícil ver o trem partindo, assim como é fácil pedir para ficar quem quer te levar.

Se você errou, peça desculpas!

É difícil pedir perdão?

Mas quem disse que é fácil ser perdoado?
Se alguém errou com você, perdoa-o!

É difícil perdoar? Mas quem disse que é fácil se arrepender?

Se você sente algo, diga!

É difícil se abrir?

Mas quem disse que é fácil encontrar alguém que queira escutar?

Se alguém reclama de você, ouça!

É difícil ouvir certas coisas?

Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama,
Ame-o!
Mas quem disse que é fácil ser feliz?

Nem tudo é fácil na vida, mas com certeza nada é impossível!


Precisamos acreditar, ter fé e lutar para que não apenas sonhemos, mas também tornemos sonhos em realidade!



(( Cecília Meireles ))


=====================================


Humilhando as pessoas


Quando alguém o desaponta, você tem duas opções. Pode criticar a pessoa, humilhá-la e embaraçá-la, ou pode tentar resolver o problema. 

É pouco provável que você consiga fazer as duas coisas ao mesmo tempo. Mas algumas pessoas tentam. Primeiro elas passam a encarar o outro como um inimigo e dizem coisas do tipo: “você é inconseqüente, atrasado, inútil, ignorante...”, mas, a seguir pedem seu apoio dizendo: “agora que já o xinguei bastante, devolva meu dinheiro, conserte meu carro e continue a me amar como antes!”.

É uma maneira difícil de conseguir resultados! Por mais que você esteja aborrecido, é preciso lembrar que ofender os outros só sabota suas chances de fazê-las ajudar você. Se você gosta de confrontar as pessoas e ter seus chiliques ocasionais, tudo bem. Mas isso raramente o ajudará a conseguir aquilo que deseja.
Quando você começa a agredir as pessoas, elas simplesmente deduzem que você é rude. Então passam a querer vê-lo sofrer, e se você depender da colaboração delas para alguma coisa, estará perdido, porque elas não farão a mínima questão de ajudar...

Em poucas palavras: em geral, as pessoas se sentem felizes em atender às expectativas que você tem a respeito delas. Quando você as respeita e as trata bem, elas retribuem esse respeito. Se seu objetivo for obter a colaboração delas, seja generoso com sua demonstração de respeito. Na maioria das vezes elas aceitarão ajudá-lo de bom grado.


(texto de Andrew Matthews, no livro "Faça Amigos”)



======================================= 

12 de out de 2011


A MENTE HUMANA GRAVA E EXECUTA TUDO QUE LHE É ENVIADO, SEJA ATRAVÉS DE PALAVRAS, PENSAMENTOS OU ATOS, SEUS OU DE TERCEIROS, SEJAM POSITIVOS OU NEGATIVOS, BASTA QUE VOCÊ OS ACEITE.


Essa ação sempre acontecerá, independente se traga ou não resultados positivos para você.

Um cientista de Phoenix - Arizona - queria provar essa teoria. Precisava de um voluntário que chegasse às últimas conseqüências.

Conseguiu um em uma penitenciária. Era um condenado à morte que seria executado na penitenciária de St. Louis no estado de Missouri, onde existe pena de morte.

Propôs a ele o seguinte: ele participaria de uma experiência científica, na qual seria feito um pequeno corte em seu pulso, o suficiente para gotejar o seu sangue até a ultima gota final. Ele teria uma chance de sobreviver, caso o sangue coagulasse. Se isso acontecesse, ele seria libertado, caso contrário, ele iria falecer pela perda do sangue, porém, teria uma morte sem sofrimento e sem dor.

O condenado aceitou, pois era preferível do que morrer na cadeira elétrica e ainda teria uma chance de sobreviver.

O condenado foi colocado em uma cama alta, dessas de hospitais, e amarraram o seu corpo para que não se movesse. Fizeram um pequeno corte em seu pulso.

Abaixo do pulso, foi colocada uma pequena vasilha de alumínio. Foi dito a ele que ouviria o gotejar de seu sangue na vasilha. O corte foi superficial e não atingiu nenhuma artéria ou veia, mas foi o suficiente para ele sentisse que seu pulso fora cortado.

Sem que ele soubesse, debaixo da cama tinha um frasco de soro com uma pequena válvula. Ao cortarem o pulso, abriram a válvula do frasco para que ele acreditasse que era o sangue dele que está caindo na vasilha de alumínio. Na verdade, era o soro do frasco que gotejava.

De 10 em 10 minutos, o cientista, sem que o condenado visse, fechava um pouco a válvula do frasco e o condenado pensava que era seu sangue que estava diminuindo.

Com o passar do tempo, foi perdendo a cor e ficando fraco. Quando os cientistas fecharam por completo a válvula, o condenado teve uma parada cardíaca e faleceu, sem ter perdido sequer uma gota de sangue.

O cientista conseguiu provar que a mente humana cumpre, ao pé-da-letra, tudo que lhe é enviado e aceito pelo seu hospedeiro, seja positivo ou negativo e que a morte pode ser orgânica ou psíquica.

Essa história é um alerta para filtramos o que enviamos para nossa mente, pois ela não distingue o real da fantasia, o certo do errado, simplesmente grava e cumpre o que lhe é enviado.

“Quem pensa em fracassar, já fracassou mesmo antes de tentar". Somos o que pensamos e acreditamos ser.


fonte: revista Superinteressante de julho de 2002

9 de out de 2011

Tomar Decisões

Já parou para pensar quantas decisões você toma por dia? Muitas. Somos obrigados diariamente a tomar decisões sobre coisas simples ou importantes que transformam a nossa vida. Muitas vezes somos colocados numa grande “sinuca de bico” e ficamos meio perdidos. Se a decisão a ser tomada é complexa ou simples, não importa: temos que aprender a decidir os rumos que a nossa vida terá que percorrer.

Para que isto ocorra com muita tranqüilidade, precisamos estar cientes do nosso verdadeiro papel e de nossa missão terrena, praticando um exercício mental, que consiste em estar livre para decidir conforme nossa essência e consciência. Quando estamos com a mente clara e respeitamos nossa maneira de ser, o mundo começa a entender melhor as nossas decisões. Desta forma, poderemos ter uma vida mais tranqüila e feliz, simplificando as decisões e a maneira de conduzir os nossos horizontes de sucesso.

7 de out de 2011

Mentiras Consensuais

Existem pessoas felizes e pessoas infelizes, e todas elas se questionam. Umas bebem champanha e outras água da torneira, e se fazem as mesmas indagações. Se existe uma coisa que nos unifica são as dúvidas que trazemos dentro. São pequenas angústias que se manifestam silenciosamente, angústias que não gritam, ou gritam somatizadas em úlceras, insônias e depressões. Angústias diante das mentiras consensuais. O que são mentiras consensuais? São aquelas que todo mundo topou passar adiante como se fosse verdade. Aquelas que ouvimos de nossos pais, eles de nossos avós, e que automaticamente passamos para nossos filhos, colaborando assim para o bom andamento do mundo, para uma sanidade comum. O amor, o sentimento mais nobre e vulcânico que há, tornou-se a maior vítima deste consenso. Mentiras consensuais: o amor não acaba, não se pode amar duas pessoas ao mesmo tempo, quem ama quer filhos, quem ama não sente desejo por outro, amor de uma noite só não é amor, o amor requer vida partilhada, amor entre pessoas do mesmo sexo é antinatural. Tudo mentira. O amor, como todo sentimento, é livre. É arredio a frases feitas, debocha das regras que tentam lhe impor. Esta meia dúzia de coordenadas instituídas como verdades fazem com que muitas pessoas achem que estejam amando errado, quando estão simplesmente amando. Amando pessoas mais jovens ou mais velhas ou do mesmo sexo ou amando pouco ou amando com exagero, amando um homem casado ou uma mulher bandida ou platonicamente, amando e ganhando, todos eles, a alcunha de insanos, como se pudéssemos controlar o sentimento. O amor é dono dele mesmo, somos apenas seu hospedeiro. Há outros consensos geradores de angústia: o mito da maternidade, a necessidade de um Deus, a juventude eterna. Sobem e descem de ônibus milhares de passageiros que parecem iguais entre si, porém há entre eles os que não gostam de crianças, os que nunca rezaram, os que estão muito satisfeitos com suas rugas e gorduras, os que não gostam de festas e viagens, os que odeiam futebol, os que viverão até os cem anos fumando, os que conversam telepaticamente com extraterrestres, os ermitões, enfim, os desajustados de um mundo que só oferece um molde. Todos nós, que estamos quites com as verdades concordadas, guardamos, lá no fundo, algo que nos perturba, que nos convida para o exílio, que revela nossa porção despatriada. É a parte de nós que aceita a existência das mentiras consensuais, entende que é melhor viver de acordo com o estabelecido, mas que, no íntimo, não consegue dizer amém. Martha Medeiros

6 de out de 2011

Agradeça Sempre

Rótulos

Diz o velho ditado: “A primeira impressão é a que fica”. Cuidado! Na vida, nem tudo é sempre assim. Muitas vezes mal conhecemos pessoas e já atribuímos de imediato rótulos pré-determinados, que não deixam de ser “pré-conceitos”.

Para se conhecer melhor uma pessoa é preciso tempo, muita conversa e muita interação com a vida da outra pessoa. Em determinadas ocasiões nos escondemos atrás de máscaras, como forma de protegermos a nossa intimidade dos transtornos do dia-a-dia. Este tipo de proteção gera uma imagem que não corresponde à verdadeira essência das pessoas.

A partir de hoje, olhe para as pessoas com olhar de esperança e muita fé. Procedendo assim, deixaremos de cometer sérios enganos, que nunca trazem bons frutos no futuro.

Autor Anônimo

===============================

5 de out de 2011

RECEITA PARA FELICIDADE

Para fazer felicidade, pegue meia dúzia de amigos, descasque as máscaras, até que fique tudo bem transparente. Junte duas partes que se separaram, mas ainda se amam, até que todos se entendam. Depois mexa tudo. Com meio quilo de amor, em uma tigela de amizade, complete com compreensão e leve ao forno até que fique tudo dourado e bem sincero. Para acompanhar, pegue seus sentimentos e retire os medos, as traições e os rancores, pois estes amargam muito. Misture o restante com boas recordações, música, beijos e abraços de pessoas queridas a seu gosto. Em hipótese alguma bata na massa, apenas misture: violência faz com que o amor perca o sabor e a amizade estrague. O rendimento é de infinitas porções. Autor

Anônimo

 ==========================

4 de out de 2011

Natureza

Recebemos este PPs de Jaercio Barbosa/SP Transformamos pra video e inserimos no youtube em nosso canal de aúdio www.youtube.com/reflitasempre

3 de out de 2011

DESABAFO!!!!


Na fila do supermercado, o caixa diz uma senhora idosa:

- A senhora deveria trazer suas próprias sacolas para as compras, uma
vez que sacos de plástico não são amigáveis ao meio ambiente.

A senhora pediu desculpas e disse:
- Não havia essa onda verde no meu tempo.

O empregado respondeu:
- Esse é exatamente o nosso problema hoje, minha senhora. Sua geração
não se preocupou o suficiente com nosso meio ambiente.


- Você está certo - responde a velha senhora - nossa geração não se
preocupou adequadamente com o meio ambiente. Naquela época, as
garrafas de leite, garrafas de refrigerante e cerveja eram devolvidos
à loja. A loja mandava de volta para a fábrica, onde eram lavadas e
esterilizadas antes de cada reuso, e eles, os fabricantes de bebidas,
usavam as garrafas, umas tantas outras vezes.


Realmente não nos preocupamos com o meio ambiente no nosso tempo.
Subíamos as escadas, porque não havia escadas rolantes nas lojas e nos
escritórios. Caminhamos até o comércio, ao invés de usar o nosso carro
de 300 cavalos de potência a cada vez que precisamos ir a dois
quarteirões.


Mas você está certo. Nós não nos preocupávamos com o meio ambiente.
Até então, as fraldas de bebês eram lavadas, porque não havia fraldas
descartáveis. Roupas secas: a secagem era feita por nós mesmos, não
nestas máquinas bamboleantes de 220 volts. A energia solar e eólica é
que realmente secavam nossas roupas. Os meninos pequenos usavam as
roupas que tinham sido de seus irmãos mais velhos, e não roupas sempre
novas.


Mas é verdade: não havia preocupação com o meio ambiente, naqueles
dias. Naquela época só tínhamos somente uma TV ou rádio em casa, e não
uma TV em cada quarto. E a TV tinha uma tela do tamanho de um lenço,
não um telão do tamanho de um estádio; que depois será descartado
como?


Na cozinha, tínhamos que bater tudo com as mãos porque não havia
máquinas elétricas, que fazem tudo por nós. Quando embalávamos algo um
pouco frágil para o correio, usamos jornal amassado para protegê-lo,
não plástico bolha ou pellets de plástico que duram cinco séculos para
começar a degradar. Naqueles tempos não se usava um motor a gasolina
apenas para cortar a grama, era utilizado um cortador de grama que
exigia músculos. O exercício era extraordinário, e não precisava ir a
uma academia e usar esteiras que também funcionam a eletricidade.


Mas você tem razão: não havia naquela época preocupação com o meio
ambiente. Bebíamos diretamente da fonte, quando estávamos com sede, em
vez de usar copos plásticos e garrafas pet que agora lotam os oceanos.
Canetas: recarregávamos com tinta umas tantas vezes ao invés de
comprar uma outra. Abandonamos as navalhas, ao invés de jogar fora
todos os aparelhos 'descartáveis' e poluentes só porque a lâmina ficou
sem corte.


Na verdade, tivemos uma onda verde naquela época. Naqueles dias, as
pessoas tomavam o bonde ou ônibus e os meninos iam em suas bicicletas
ou a pé para a escola, ao invés de usar a m ãe como um serviço de táxi
24 horas. Tínhamos só uma tomada em cada quarto, e não um quadro de
tomadas em cada parede para alimentar uma dúzia de aparelhos. E nós
não precisávamos de um GPS para receber sinais de satélites a milhas
de distância no espaço, só para encontrar a pizzaria mais próxima.


Então, não é risível que a atual geração fale tanto em meio ambiente,
mas não quer abrir mão de nada e não pensa em viver um pouco como na
minha época?

(Desconhecido a autoria desta mensagem)

Recebemos de ZCouto/SP

==================================

2 de out de 2011

Você não precisa disso

Todos são livres para se desvencilhar dos pensamentos, hábitos e atitudes que só servem para limitar as possibilidades de autodesenvolvimento. Não há porquê em nos colocarmos para baixo. Ninguém precisa disso. Quando pensamentos negativos e atitudes destrutivas se tornam cotidianos para uma pessoa, esta acabará acreditando que tais pensamentos e atitudes são características dela mesma. Mas isso não será verdade. Tudo isso pode ser deixado para trás e ultrapassado.

Sabemos muito bem distinguir o que nos ajuda daquilo que nos machuca. Sabemos distinguir o que nos traz crescimento e realização daquilo que é perda de tempo. E não temos que tolerar, nem um minuto, a simples idéia de sermos menos do que podemos ser. Sabemos do que necessitamos e do que somos capazes.

Faça o que precisa ser feito e pare de fazer o que não for preciso. Assuma o controle sobre cada um de seus momentos. Viva suas possibilidades com alegria e determinação.

AD

===================================

Vida corrida

Estamos sempre correndo de um lado para outro.
Práticas de meditação e relaxamento são processos altamente positivos, que deveriam ser colocados como prioridade na sua vida. Se você tem uma vida muito corrida, dê o primeiro passo dedicando apenas cinco minutinhos do seu dia para ficar só e bem quieto. Isso mesmo, cinco preciosos minutos para ficar consigo mesmo. Depois, gradativamente, vá aumentando este tempo de reflexão para dez, quinze, vinte até chegar à casa dos trinta minutos. A meditação deixa a mente da gente mais leve e criativa, abrindo canais bem interessantes entre você e o universo.

Autor Anônimo

=================