30 de mar de 2010

SINTA A ALEGRIA DE ESTAR VIVO.

Um momento de alegria verdadeira e desimpedida vale mais que ouro. Você pensará mais claramente, se sentirá melhor, mais motivado e mais saudável quando se deixar levar regularmente pela alegria.

Não para aprender. Não para enriquecer seu currículo. Não para mostrar a ninguém. Não para fazer contatos ou impressionar seus amigos. Por você e nada mais. Apenas pela experiência de estar vivo e permitir-se desfrutar da própria experiência.

Isso é egoísmo? Não. Quando você tem mais alegria em sua vida, você tem mais a dar aos outros. Alegrando-se, você deixa seu verdadeiro eu vir à tona. E essa pessoa está cheia de amor, abundância e criatividade que irão acrescentar coisas importantes à sua vida e à vida das pessoas ao seu redor.

Permita-se ser alegre, sem culpa e sem expectativas. Você sentirá o poder da alegria em todos os planos da sua vida.

Recebemos de www.portaldiabetenet.com
Desconhecemso a autoria

=====================

PENSAMENTOS PARA O MOMENTO

28 de mar de 2010

AGRADECER É DAR O MELHOR

A mais sincera forma de gratidão é fazer bom uso das coisas com que fomos abençoados. Como podemos não ser gratos pelo alimento em nossas mesas, enquanto tantas pessoas estão famintas? Isso não seria egoísmo?

Como podemos não ser gratos por ter um bom emprego, enquanto tantas pessoas procuram trabalho desesperadamente?

Podemos ser sinceramente gratos aproveitando da melhor maneira as oportunidades que a comida, o trabalho e todas as outras bênçãos nos dão.

De todos os tesouros em nossa vida, um dos mais preciosos é a possibilidade de fazer a diferença na vida dos outros. Quanto mais abençoados somos, maior é a nossa capacidade de fazer a diferença. A verdadeira abundância nos compele a dar o melhor de nós mesmos.

Abrace com entusiasmo as maravilhosas possibilidades que derivam das bênçãos na sua vida.


Desconhecido  autoria
Recebemos de www.portaldiabetenet.com



==================================

26 de mar de 2010

Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não tem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,

Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem;
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.

Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que segue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo : "Fui eu ?"
Deus sabe, porque o escreveu.

(Fernando Pessoa)


==========================

25 de mar de 2010

ESTRADAS E PROBLEMAS

Alguns problemas são assim;
como estradas intermináveis, esburacadas,
cheias de trechos onde os acidentes são fatais.
Problemas que parecem fazer a pessoa afundar,
temer o dia seguinte, procurar onde se esconder.
Mas, assim como as estradas,
problemas não são insuperáveis.

Problemas não resistem a determinação,

daqueles que passo após passo, seguem,
caminham ainda que cansados, ainda que aflitos,
no caminho que sabem ter um fim, a sua meta.
Pode ser que você esteja vivendo um problema assim,
que parece não ter fim, parece um terremoto,
abalando as suas estruturas, desanimando-o.
Mas, eu lhe digo: não desista!
Dê um passo de cada vez rumo a solução,
corte aqui, corrija ali, converse acolá,
liberte-se de pré-julgamentos,
não se condene,  nem se lamente.
Ainda hoje você pode se deparar com uma solução,
com uma nova visão da vida, do problema e da saída.
Deus não colocou estrelas no céu a toa,
elas são lembretes brilhantes, cheias de cor,
de que Deus te acompanha sempre,  com muito amor.

De que não estamos sozinhos, e cada um tem seu valor,
e você, na Bolsa de Valores de Deus, é uma ação valiosa,
a "blue chips" mais preciosa.


Autor: Paulo Roberto Gaefke 

Retirado do site do Ligeirinho
http://ligeirinhorj.blogspot.com/

==========================

O OLHAR DOS OUTROS

O que seria se o mundo inteiro soubesse seus segredos? Isso mudaria a forma como você vive sua vida, conduz seus negócios ou age, quando ninguém está olhando?

Você pode não ter que viver e trabalhar sob o olhar de outras pessoas, mas vale a pena agir como se estivesse.

Ser observado impõe disciplina. Se tivermos a certeza que ninguém vai saber, estamos mais propensos a pegar o atalho. Todavia, quando sabemos que alguém está observando, somos mais cuidadosos com o que fazemos. Isso é quase sempre bom.

Embora o mundo não esteja sempre nos observando, o fato é que tudo que você faz tem conseqüências, quer você esteja em público ou não. Se o que você faz hoje não pode ser feito sob o olhar de outrem, talvez não seja bom fazê-lo.

Viva como se o mundo estivesse observando você e desfrute as inúmeras recompensas que a disciplina e a integridade trarão.

Recebemos do portal diabetenet.com.br

Desconhecemos a autoria.

======================

O BOSQUE

Tempos atrás, eu era vizinho de um médico, cujo "hobby" era plantar árvores no enorme quintal de sua casa.
Às vezes, observava da minha janela o seu esforço para plantar árvores e mais árvores, todos os dias.
O que mais chamava a atenção, entretanto, era o fato de que ele jamais regava as mudas que plantava.
Passei a notar, depois de algum tempo, que suas árvores estavam demorando muito para crescer. Certo dia, resolvi então aproximar-me do médico e perguntei se ele não tinha receio de que as árvores não crescessem, pois percebia que ele nunca as regava.
Foi quando, com um ar orgulhoso, ele me descreveu sua fantástica teoria.
Disse-me que, se regasse suas plantas, as raízes se acomodariam na superfície e ficariam sempre esperando pela água mais fácil, vinda de cima.
Como ele não as regava, as árvores demorariam mais para crescer, mas suas raízes tenderiam a migrar para o fundo, em busca da água e das várias fontes nutrientes encontradas nas camadas mais inferiores do solo.

Assim, segundo ele, as árvores teriam raízes profundas e seriam mais resistentes às intempéries.
Disse-me ainda, que freqüentemente dava uma palmadinha nas suas árvores, com um jornal enrolado, e que fazia isso para que se mantivessem sempre acordadas e atentas.
Essa foi a única conversa que tive com aquele meu vizinho.
Logo depois, fui morar em outro país, e nunca mais o encontrei.

Varios anos depois, ao retornar do exterior fui dar uma olhada na minha antiga residência.

Ao aproximar-me, notei um bosque que não havia antes.

Meu antigo vizinho, havia realizado seu sonho!

O curioso é que aquele era um dia de um vento muito forte e gelado, em que as árvores da rua estavam arqueadas, como se não estivessem resistindo ao rigor do inverno.

Entretanto, ao aproximar-me do quintal do médico, notei como estavam sólidas as suas árvores: praticamente não se moviam, resistindo implacavelmente àquela ventania toda.

Que efeito curioso, pensei eu...

As adversidades pela qual aquelas árvores tinham passado, levando palmadelas e tendo sido privadas de água, pareciam tê-las beneficiado de um modo que o conforto o tratamento mais fácil jamais conseguiriam.

Todas as noites, antes de ir me deitar, dou sempre uma olhada em meus filhos.

Debruço-me sobre suas camas e observo como têm crescido.

Freqüentemente, oro por eles.

Na maioria das vezes, peço para que suas vidas sejam fáceis:

"Meu Deus, livre meus filhos de todas as dificuldades e agressões desse mundo"...

Tenho pensado, entretanto, que é hora de alterar minhas orações.

Essa mudança tem a ver com o fato de que é inevitável que os ventos gelados e fortes nos atinjam e aos nossos filhos.

Sei que eles encontrarão inúmeros problemas e que, portanto, minhas orações para que as dificuldades não ocorram, têm sido ingênuas demais.

Sempre haverá uma tempestade, ocorrendo em algum lugar.

Portanto, pretendo mudar minhas orações.

Farei isso porque, quer nós queiramos ou não, a vida é não é muito fácil.

Ao contrário do que tenho feito, passarei a orar para que meus filhos cresçam com raízes profundas, de tal forma que possam retirar energia das melhores fontes, das mais divinas, que se encontram nos locais mais remotos.

Oramos demais para termos facilidades, mas na verdade o que precisamos fazer é pedir para desenvolver raízes fortes e profundas, de tal modo que quando as tempestades chegarem e os ventos gelados soprarem, resistiremos bravamente, ao invés de sermos subjugados e varridos para longe.

Autor desconhecido

=========================

23 de mar de 2010

NOSSOS DESERTOS


Um dia, todo mundo tem que atravessar seus desertos.
Momentos onde a solidão se faz tão presente que parece ter um corpo.
A dor faz o tempo ficar lento, demorado, e tudo parece parar.

É neste momento, que o ser humano descobre o que são fardos,
os fortes encontram a escada que os fará subir,
os fracos se perdem em lamentações,
saem buscando os culpados…

Ai está a diferença entre passar pelo deserto e o permanecer nele.
Os que resistem, os que persistem, racionam a água,
caminham um pouco mais, dão um passo além das forças.
Os que desanimam, bebem toda a água do cantil,
esperam pelo milagre que não virá,
pois todo milagre é fruto de uma ação positiva.

Se hoje você está atravessando o seu deserto,
seja ele o mais seco do mundo, não importa,
em algum canto dele, você encontrará um oásis.
Na nossa vida, oásis são os amigos que não nos abandonam,
são aquelas pessoas desconhecidas que se preocupam com o próximo,
é a fé que todos nós temos e renova a esperança.

Mantenha a racionalidade e uma certeza: você vai atravessá-lo!
Não desista de nada,
não desista de você!
A poeira vai abaixar, a tempestade vai passar,
e depois de tudo, o sol vai brilhar por você.
A esperança é essa brisa que sopra seus cabelos,
e a força que nos empurra para a vitória,
é o amor de Deus que nunca nos abandona.

...

Autor: Paulo Roberto Gaefke


====================

22 de mar de 2010

Visite nosso canal de videos no Youtube
Clique Aqui



SAUDADES

Sou do tempo em que ainda se faziam visitas. Lembro-me de minha mãe mandando a gente caprichar no banho porque a família toda iria visitar algum conhecido. Íamos todos juntos, família grande, todo mundo a pé. Geralmente, à noite.

Ninguém avisava nada, o costume era chegar de paraquedas mesmo. E os donos da casa recebiam alegres a visita. Aos poucos, os moradores iam se apresentando, um por um.

– Olha o compadre aqui, garoto! Cumprimenta a comadre.

E o garoto apertava a mão do meu pai, da minha mãe, a minha mão e a mão dos meus irmãos. Aí chegava outro menino. Repetia-se toda a diplomacia.

– Mas vamos nos assentar, gente. Que surpresa agradável!

A conversa rolava solta na sala. Meu pai conversando com o compadre e minha mãe de papo com a comadre. Eu e meus irmãos ficávamos assentados todos num mesmo sofá, entreolhando- nos e olhando a casa do tal compadre. Retratos na parede, duas imagens de santos numa cantoneira, flores na mesinha de centro... casa singela e acolhedora. A nossa também era assim.

Também eram assim as visitas, singelas e acolhedoras. Tão acolhedoras que era também costume servir um bom café aos visitantes. Como um anjo benfazejo, surgia alguém lá da cozinha – geralmente uma das filhas – e dizia:

– Gente, vem aqui pra dentro que o café está na mesa.
Tratava-se de uma metonímia gastronômica. O café era apenas uma parte: pães, bolo, broas, queijo fresco, manteiga, biscoitos, leite... tudo sobre a mesa.

Juntava todo mundo e as piadas pipocavam. As gargalhadas também. Pra que televisão? Pra que rua? Pra que droga? A vida estava ali, no riso, no café, na conversa, no abraço, na esperança.... Era a vida respingando eternidade nos momentos que acabam.... era a vida transbordando simplicidade, alegria e amizade...

Quando saíamos, os donos da casa ficavam à porta até que virássemos a esquina. Ainda nos acenávamos. E voltávamos para casa, caminhada muitas vezes longa, sem carro, mas com o coração aquecido pela ternura e pela acolhida. Era assim também lá em casa. Recebíamos as visitas com o coração em festa.. A mesma alegria se repetia. Quando iam embora, também ficávamos, a família toda, à porta. Olhávamos, olhávamos... até que sumissem no horizonte da noite.

O tempo passou e me formei em solidão. Tive bons professores: televisão, vídeo, DVD, e-mail... Cada um na sua e ninguém na de ninguém. Não se recebe mais em casa. Agora a gente combina encontros com os amigos fora de casa:

– Vamos marcar uma saída!... – ninguém quer entrar mais.


Assim, as casas vão se transformando em túmulos sem epitáfios, que escondem mortos anônimos e possibilidades enterradas. Cemitério urbano, onde perambulam zumbis e fantasmas mais assustados que assustadores.

Casas trancadas.. Pra que abrir? O ladrão pode entrar e roubar a lembrança do café, dos pães, do bolo, das broas, do queijo fresco, da manteiga, dos biscoitos do leite, do Carinho do Afeto...
Que saudade do compadre e da comadre!

****************

José Antônio Oliveira de Resende
Professor de Prática de Ensino de Língua Portuguesa, do Departamento de Letras, Artes e Cultura, da Universidade Federal de São João del-Rei.



==================================


21 de mar de 2010

Às vezes as pessoas que amamos nos magoam, e nada podemos fazer senão continuar nossa jornada com nosso coração machucado.

Às vezes nos falta esperança.

Às vezes o amor nos machuca profundamente, e vamos nos recuperando muito lentamente dessa ferida tão dolorosa.

Às vezes perdemos nossa fé, então descobrimos que precisamos acreditar, tanto quanto precisamos respirar.. é nossa razão de existir.

Às vezes estamos sem rumo, mas alguém entra em nossa vida, e se torna o nosso destino.

Às vezes estamos no meio de centenas de pessoas, e a solidão aperta nosso coração pela falta de uma única pessoa.

Às vezes a dor nos faz chorar, nos faz sofrer, nos faz querer parar de viver, até que algo toque nosso coração, algo simples como a beleza de um por do sol, a magnitude de uma noite estrelada, a simplicidade de uma brisa batendo em nosso rosto, é a força da natureza nos chamando para a vida.

Você descobre que as pessoas que pareciam ser sinceras e receberam sua confiança, te traíram sem qualquer piedade.

Você entende que o que para você era amizade, para outros era apenas conveniência, oportunismo.

Você descobre que algumas pessoas nunca disseram eu te amo, e por isso nunca fizeram amor, apenas transaram.. descobre também que outras disseram te amo uma única vez e agora temem dizer novamente, e com razão, mas se o seu sentimento for sincero poderá ajudá-las a reconstruir um coração quebrado.

Assim ao conhecer alguém, preste atenção no caminho que essa pessoa percorreu, são fatores importantes:
a) a relação com a família,
b) as condições econômicas nas quais se desenvolveu (dificuldades extremas ou facilidades excessivas formam um caráter),
c) os relacionamentos anteriores e as razões do rompimento,
d) seus sonhos, ideais e objetivos.

Não deixe de acreditar no amor, mas certifique-se de estar entregando seu coração para alguém que dê valor aos mesmos sentimentos que você dá, manifeste suas idéias e planos, para saber se vocês combinam, e certifique-se de que quando estão juntos aquele abraço fale mais que qualquer palavra.. esteja aberto a algumas alterações, mas jamais abra mão de tudo, pois se essa pessoa te deixar, então nada irá lhe restar.

Aproveite sua família que é uma grande felicidade, quando menos esperamos iniciam-se períodos difíceis em nossas vidas. Tenha sempre em mente que às vezes tentar salvar um relacionamento, manter um grande amor, pode ter um preço muito alto se esse sentimento não for recíproco, pois em
algum outro momento essa pessoa irá te deixar e seu sofrimento será ainda mais intenso, do que teria sido no passado. Pode ser difícil fazer algumas escolhas, mas muitas vezes isso é necessário, existe uma diferença muito grande entre conhecer o caminho e percorrê-lo.

Não procure querer conhecer seu futuro antes da hora, nem exagere em seu sofrimento, esperar é dar uma chance à vida para que ela coloque a pessoa certa em seu caminho.

A tristeza pode ser intensa, mas jamais será eterna. A felicidade pode demorar a chegar, mas o importante é que ela venha para ficar e não esteja apenas de passagem...



Luiz Fernando Veríssimo


===================================

20 de mar de 2010

O SEU VALOR

Assistia um treinamento e o orador procurava demonstrar para uma pessoa que tinha sofrido abusos psíquicos e físicos que isso pertencia ao passado. - Agora é necessário vivermos o presente, projetarmos o nosso futuro, sem permitirmos que esta ação, passada, interfira demasiadamente no dia a dia.

Usou de um exemplo interessante. Pegou uma nota de R$ 50,00 amassou, jogou no chão e pediu para que uma pessoa no treinamento pisasse a nota. Pulasse em cima dela, chutasse para longe. Cometesse as piores ações físicas. Isso feito, o orador pegou a nota e perguntou:
- Depois de tudo o que fizemos, quanto vale esta nota?
- Cinqüenta reais, respondeu a moça. - Você é esta nota. Sofreu várias agressões, mas não perdeu o seu valor... Disse o orador.

O treinamento continuou.

Este exemplo ficou gravado em minha memória. A moça que recebeu as atenções vive normalmente sem demonstrar as seqüelas que a acompanhavam. Claro que o treinamento não se resumiu nesta ação exclusiva, muito mais foi feito para ajuda-la.

Uma ação semelhante que me vem à memória diz respeito às pessoas que se irritam com facilidade e que possuem a grande capacidade de reconhecerem que erraram. Isso é bom.

Um dia, recebi a seguinte mensagem:
- Imagine uma folha de papel. Amasse-a. Tente recompô-la. Ela permanece uma folha, mas jamais vai voltar ao seu estado anterior. Você não vai conseguir desamassá-la. Assim é o seu coração. Assim é o coração das pessoas. Uma vez amassado ele jamais volta a ser o mesmo. Estamos aqui para aprendermos e precisamos ter consciência de que esta vida nada mais é do que um piscar de olhos frente à eternidade.

Cinqüenta reais sempre terão este valor. Nosso coração, amassado aprende a perdoar. Lamentavelmente o amassado fica...

Bom dia!!

Saul Brandalise Jr.


==========================

VOCÊ ESTA CANSADO?

Não importa o que você faça hoje, estará cansado quando terminar. Você pode estar cansado após um dia de eficiente esforço e realizações, ou pode estar cansado após um dia que não o levou a lugar algum.

A escolha é sua. Se você vai se cansar de qualquer forma, faz sentido que aproveite essa situação para alguma coisa – esforçar-se ao máximo, mover-se em direção aos seus sonhos, fazer a diferença, construir uma vida de excelência para si mesmo e para o mundo ao seu redor.

Então, juntamente com estar cansado, você também estará satisfeito e realizado.
E você descansará bem, sabendo que sua vida é plena e que sua jornada está indo bem.

Como você prefere sentir-se hoje à noite? Cansado e frustrado, ou cansado e satisfeito? Tudo isso depende do que você faz agora, com esse dia que está esperando ser preenchido

 A.D
=================================.

19 de mar de 2010

Horizonte

Certa vez alguém chegou ao céu e pediu para falar com Deus. Segundo o seu ponto de vista, havia uma coisa na criação que não tinha nenhum sentido. Deus atendeu de imediato, curioso por saber qual era a falha que havia na criação.

-Senhor, sua criação é muito bonita, muito funcional, cada coisa tem sua razão de ser, mas, no meu ponto de vista, tem uma coisa que não serve para nada.
-E que coisa é essa que não serve para nada? - perguntou Deus.
- É o horizonte. Para que serve o horizonte? Se eu caminho um passo em sua direção, ele se afasta um passo de mim. Se caminho dez passos, ele se afasta outros dez passos. Isto não faz sentido! O horizonte não serve pra nada.

Deus sorriu e disse:

- Mas é justamente para isso que serve o horizonte... para fazê-lo caminhar e nunca desistir de lutar pelo amanhã.

A.D


==========================================

17 de mar de 2010

Se você tivesse milhões de dólares, o que você faria para multiplicar esse dinheiro? Iria escondê-lo num buraco no chão ou embaixo da cama?

Claro que não. Você o investiria em algo produtivo e, se o investisse sabiamente, ganharia um retorno substancial.

E se você não tem milhões de dólares para investir? Você tem bens ainda mais valiosos – seu tempo, sua energia, suas habilidades, seus conhecimentos, seus contatos, sua experiência, seu entusiasmo. Você está investindo estes recursos sabiamente ou escondendo-os embaixo da cama? Que tipo de retorno você está tendo das riquezas que já tem?

Sua vida é mais do que valiosa. Invista-a sabiamente e o retorno será abundante.

A.D


==================================

16 de mar de 2010

QUANDO FALAR

Quando falar sobre a dor, deixe abertas as janelas da alma para compreender que o amor e a dor são tão parecidos que até os confundimos ao vê-los bem de pertinho.
Quando falar sobre a paz, faça-o no rumor da guerra, e para ser ouvido na mais alta voz.
Quando falar sobre sonhos, acorde para vivê-los na melhor lucidez do seu dia.
Quando falar de amizade, estenda a mão aos seus inimigos para que possa provar a si mesmo aquilo que gosta de dizer aos outros.
Quando falar de fome, faça um minuto de jejum para lembrar daqueles que jejuam todos os dias, mesmo sem querer.
Quando falar de frio, abrace alguém.
Quando falar de calor, estenda a mão.
Quando estender a mão, mantenha o braço erguido para que perdure.
Quando falar de felicidade, acredite nela.
Quando falar de fé, cerre os olhos para encontrar a razão daquilo em que crê.
Quando falar de Deus, faça-o pelo silêncio do seu testemunho.
Quando falar de si mesmo, aprenda a calar, para entender o amor, a dor, a paz, os sonhos...

Recebemos da comunidade Diabetenet.com


********************************************

15 de mar de 2010

QUE TIPO DE CONFORTO VOCÊ DESEJA?

O conforto é simplesmente uma situação a que estamos acostumados. O corredor de maratona sente-se mais à vontade correndo do que ficando sentado, mesmo que correr demande mais esforço físico. O vendedor bem-sucedido sente-se mais confortável fazendo telefonemas que dando desculpas. O preguiçoso acha mais confortável estar desconfortavelmente acima do peso do que levantar e dar uma caminhada em volta do quarteirão.

Boa parte do que consideramos confortável nem mesmo é prazeroso. Na verdade, muitas vezes chega a ser desagradável. Ainda assim, temos a tendência de fazer aquilo a que estamos acostumados.

O conforto está nos olhos de quem vê. Comprometimento, foco e esforço bem dirigido podem ser tão confortáveis quanto a preguiça e a indulgência.

É seu desejo de ter certas regalias que está lhe detendo? Então, reexamine e redefina o que você considera confortável. Sinta-se confortável com as coisas que levarão na direção dos seus sonhos.

Enviado por Luzia - SC
Desconhecemos a autoria do mesmo.


---------------------------------------------------------------------------

14 de mar de 2010

AS VOLTAS DA VIDA

A felicidade pode existir em cada momento e em cada situação. Se seu trabalho é maçante, é porque você escolheu enxergá-lo desse jeito. Se seu vizinho é desagradável, é porque você o considera assim. Aceite as coisas como elas são.

Encontre o lado bom das coisas ao seu redor. Nada o fará feliz até que você decida ser feliz. Aceite as coisas como elas são e você terá o poder de torná-las o que você quiser.
Nada tem o poder de fazê-lo feliz, mas você tem o poder de extrair felicidade de qualquer coisa.

Luta e conflito, riso e alegria, lágrimas e sorrisos, são todos parte da mesma abundante e incrível sinfonia que é a vida. A riqueza de estarmos vivos nunca é condicional. Ela não é feita apenas de diversão, mas você realmente gostaria que fosse assim?

Regozije-se com as voltas que sua vida dá, pois é disso que ela é feita.

A.D

Recebemos do portal diabetenet.com.br

====================================

12 de mar de 2010

QUEM SABE SOMAR E DIVIDIR.

Somar é a primeira operação matemática que se aprende, a que temos mais facilidade e que gostamos mais.

Primeiro agente gosta de somar várias vezes palitos e giz, depois brinquedos e roupas da moda, depois somar dinheiro, depois somar carros e casas, e sempre somar alegria e felicidade. Isto já é multiplicação, que também é fácil de aprender, é só somar várias vezes a mesma coisa.

A Segunda operação que aprendemos é a subtração. Aí começa a ficar estranho. Principalmente quando tem que pedir emprestado na casa do vizinho, digo, casa decimal ao lado. Ninguém gosta mais de diminuir do que somar.

Quando chega na divisão é quase um desespero, ainda mais quando sobra um resto. É que ninguém entende aonde ou pra quem vai ficar o resto. Até no cotidiano ninguém gosta de dividir nada. A dificuldade no aprendizado não parece à toa, o homem rejeita essa prática.

Quando o homem aprender a dividir corretamente e saber onde deve ficar o resto, entenderá que é o mesmo que somar para alguns, mantendo a quantidade de outros, sem necessariamente subtrair de alguém, ou seja, é o mesmo que somar igual para todos; entenderá também que somando os restos teremos mais um inteiro divisível, fazendo outros felizes. O resultado final também é uma soma, a soma da felicidade geral. Poderíamos até chamar esta operação de soma distribuída.

Com esta visão, com certeza a matemática daria mais resultados, talvez fosse dispensável aprender contas de dividir e os homens continuariam felizes a somar palitos, brinquedos, dinheiros, carros, casas e felicidade, porém não somente para si. Quem sabe?

De Odylanor Havlis


==========================

10 de mar de 2010

DIZENDO " VOCÊ ESTA ERRADO "

Uma das maneiras mais certas de você ser agredido, repreendido, desprezado e humilhado por alguém é dizer-lhe: “você está errado”. As pessoas simplesmente odeiam ouvir isso – o que geralmente significa que o odiarão por você haver dito isso! Afinal, todo mundo quer estar certo.

Quando você diz a uma pessoa “você está errado”, ela geralmente acrescenta sua própria interpretação sobre suas palavras. Em geral, conclui que você está querendo dizer: “você está errado, portanto, é incompetente”.

Assim, se é importante que a outra pessoa aprecie seu ponto de vista e obedeça suas instruções, tente outra alternativa. Algo do tipo: “respeito sua opinião, mas a minha é diferente”... ou “minha experiência não condiz com a sua”, ou ainda, “tenho muito respeito pela sua opinião, mas não concordo com você nesse ponto”.

Estar certo é um negócio muito sério. Se você quiser chegar a um acordo amigável, fale em termos de opiniões, idéias e experiências diferentes, em vez de certo ou errado. Afinal, é você quem pode estar errado.

É irônico, mas queremos o respeito dos outros insistindo no fato de estarmos certos e, ainda assim, não o conquistamos. Tememos perder o respeito dos outros ao admitir que estamos errados, quando, na verdade, nós o conquistaríamos.

Sempre que estamos preparados para admitir que estamos errados, as pessoas admiram nossa coragem e nos tratam com compaixão. Mesmo assim, detestamos admitir nossos erros.

Se todo mundo quer estar certo, é evidente que, se você estiver preparado para deixar os outros terem razão de vez em quando, será admirado por isso.

Em poucas palavras: dizer às pessoas que elas estão erradas é uma ótima maneira de conquistar inimigos. Admitir que você está errado pode ser uma boa maneira de começar uma amizade.

Andrew Matthews, no livro "Faça amigos"


==================================

9 de mar de 2010

Ótimo Dia



Quer enviar a seus amigos copie o codigo e insira no Orkut html


javascript:void(0)

8 de mar de 2010

TALVEZ...

Talvez eu venha a envelhecer rápido demais.
Mas lutarei para que cada dia tenha valido a pena.
Talvez eu sofra inúmeras desilusões no decorrer de minha vida.
Mas farei que elas percam a importância diante dos gestos de amor que encontrei.
Talvez eu não tenha forças para realizar todos os meus ideais.
Mas jamais irei me considerar um derrotado.
Talvez em algum instante eu sofra uma terrível queda.
Mas não ficarei por muito tempo olhando para o chão
Talvez um dia o sol deixe de brilhar.
Mas então irei me banhar na chuva.
Talvez um dia eu sofra alguma injustiça.
Mas jamais irei assumir o papel de vítima.
Talvez eu tenha que enfrentar alguns inimigos.
Mas terei humildade para aceitar as mãos que se estenderão em minha direção.
Talvez numa dessas noites frias, eu derrame muitas lágrimas.
Mas não terei vergonha por esse gesto.
Talvez eu seja enganado inúmeras vezes.
Mas não deixarei de acreditar que em algum lugar alguém merece a minha confiança.
Talvez com o tempo eu perceba que cometi grandes erros.
Mas não desistirei de continuar trilhando meu caminho.
Talvez com o decorrer dos anos eu perca grandes amizades.
Mas irei aprender que aqueles que realmente são meus verdadeiros amigos nunca estarão perdidos.
Talvez algumas pessoas queiram o meu mal.
Mas irei continuar plantando a semente da fraternidade por onde passar.

Talvez eu fique triste ao concluir que não consigo seguir o ritmo da música.
Mas então, farei que a música siga o compasso dos meus passos.
Talvez eu nunca consiga enxergar um arco –íris.
Mas aprenderei a desenhar um, nem que seja dentro do meu coração.
Talvez hoje eu me sinta fraco.
Mas amanhã irei recomeçar, nem que seja de uma maneira diferente.
Talvez eu não aprenda todas as lições necessárias.
Mas terei a consciência que os verdadeiros ensinamentos já estão gravados em minha alma.
Talvez eu me deprima por não ser capaz de saber a letra daquela música.
Mas ficarei feliz com as outras capacidades que possuo.
Talvez eu não tenha motivos para grandes comemorações.
Mas não deixarei de me alegrar com as pequenas conquistas.
Talvez a vontade de abandonar tudo torne-se a minha companheira.
Mas ao invés de fugir, irei correr atrás do que almejo.
Talvez eu não seja exatamente quem gostaria de ser.
Mas passarei a admirar quem sou.
Porque no final saberei que, mesmo com incontáveis dúvidas, eu sou capaz de construir uma vida melhor.
E se ainda não me convenci disso, é porque como diz aquele ditado: “ainda não chegou o fim”
Porque no final não haverá nenhum “talvez” e sim a certeza de que a minha vida valeu a pena e eu fiz o melhor que podia.


Sônia Carvalho 


============================

6 de mar de 2010

CREDIBILIDADE


O que é credibilidade? É quando se diz e faz; prometeu, cumpriu. Palavra é compromisso; jamais, em tempo algum, prometa algo que você já tenha certeza que não vai cumprir. Quando você promete sabendo que não vai cumprir, sua força interna recebe os reflexos da dúvida, da incerteza, da insegurança. Esse movimento interno de não cumprir o que prometeu exerce uma pressão desnecessária dentro de você, no seu ponto de equilíbrio.

Ponto de equilíbrio é resultado dos padrões aprendidos, culturalmente. Depende dos costumes, dos hábitos, das religiões, das artes que, mantidos pela tradição, estabelecem o que é verdade e o que é mentira; o que é certo e o que é errado. Se você prometeu, já sabendo que não irá cumprir, esse gesto forma um clima que vai trabalhar contrário à sua força interna. Muito mais grave ainda, prometeu-se para enganar, ou levar vantagens pessoais; enfim, por má-fé.

Credibilidade é você dizer modestamente o pouco que você pode fazer em qualquer circunstância, e, esse pouco cumprir. Se você não sabe se vai cumprir, não prometa, não garanta o compromisso. Tenha coragem de dizer: "Preciso de tempo para refletir, resolver pendências; ou ainda não posso fazer". Se você não vai cumprir dentro do prazo combinado, avise antes e rápido. Não tenha vergonha de admitir: "Não dá, não posso, não vou conseguir". É engano imaginar que a nossa credibilidade cai quando se fala, antes do prazo combinado, que não vai dar. Afinal, imprevistos são imprevistos. O que não pode acontecer é você dizer: "Fulano, me desculpe por não ter cumprido nosso compromisso de ontem, você me perdoa?" Agindo assim, é que sua credibilidade vai para o espaço.

(texto de Paulo Zabeu no livro "Cinco regras para vencer seus limites")

============================

4 de mar de 2010

ENCERRANDO CICLOS

Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final...

Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido
das outras etapas que precisamos viver.

Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos,
o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.

Foi despedida do trabalho? Terminou uma relação? Deixou a casa dos pais? Partiu para viver em outro país?
A amizade tão longamente cultivada desapareceu sem explicações?

Você pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu....

Pode dizer para si mesmo que não dará mais um passo enquanto não entender as razões que levaram certas coisas,
que eram tão importantes e sólidas em sua vida, serem subitamente transformadas em pó.
Mas tal atitude será um desgaste imenso para todos: seus pais, seus amigos, seus filhos, seus irmãos,
todos estarão encerrando capítulos, virando a folha, seguindo adiante,
e todos sofrerão ao ver que você está parado.

Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender
as coisas que acontecem conosco.

O que passou não voltará: não podemos ser eternamente meninos, adolescentes tardios,
filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais, amantes que revivem noite e dia uma ligação
com quem já foi embora e não tem a menor intenção de voltar.

As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora...

Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja!) destruir recordações, mudar de casa,
dar muitas coisas para orfanatos, vender ou doar os livros que tem.

Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, do que está acontecendo em nosso coração...
e o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar.
Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se.

Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos.

Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio,
que entendam seu amor. Pare de ligar sua televisão emocional e assistir sempre ao mesmo programa,
que mostra como você sofreu com determinada perda: isso o estará apenas envenenando, e nada mais.

Não há nada mais perigoso que rompimentos amorosos que não são aceitos, promessas de emprego que
não têm data marcada para começar, decisões que sempre são adiadas em nome do "momento ideal".

Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou,
jamais voltará!
Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquela pessoa - nada é insubstituível,
um hábito não é uma necessidade.
Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante.

Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente
aquilo já não se encaixa mais na sua vida.
Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é.
Torna-te uma pessoa melhor e assegura-te de que sabes bem quem és tu próprio, antes de conheceres alguém
e de esperares que ele veja quem tu és..

E lembra-te: Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão

Fernando Pessoa

******************************************

3 de mar de 2010

NADA É IMPOSSIVEL

Nunca diga que algo é impossível
As coisas são, no máximo, improváveis
Mas nunca são impossíveis.

Nunca desista antes de tentar
E, se você for se arrepender de algo,
Não se arrependa do que você fez
E sim do que você deixou de fazer
Porque tentar e errar, é ao menos aprender
Enquanto nem mesmo tentar, é desperdício.

Não desperdice nenhuma chance da sua vida
Afinal, a sorte não bate todo dia a sua porta.

Tenha discernimento para saber o que é certo
E o que é errado,
Tenha sua própria cabeça
Não se deixe influenciar,
Mas saiba ouvir sempre a opinião dos outros
E saiba admitir seus erros.

Seja humilde
E sempre fiel a Deus.
Você é um dos soldados dele
E está aqui em busca da felicidade
Da sua e da dos outros.

Corra atrás de seus sonhos
Porque sem eles não chegamos a lugar nenhum
Não se conforme
Vá atrás do que você quer
Lute!

A vida é bela e as esperanças nunca devem acabar
Assim como também não deve acabar
O amor que existe dentro de nós.

Saiba sobreviver as tristezas,
Saiba se erguer após cada queda
E saiba amar sem medo
Pois o medo não nos traz nada
Apenas leva...

Saiba se entregar por inteiro
Abaixar todos os escudos e dizer:
Eu me rendo!

Ame de corpo e alma
Mesmo que depois esse amor acabe
Aproveite cada momento
Cada segundo do seu viver,
Pois, é como dizem,
No fim, o que conta, não são os anos de sua vida
E sim, a vida em seus anos.
Então, espero sempre que seus anos
Sejam cheios de vida.

Não deixe morrer esse anjo que há dentro de você
Esse anjo chamado Amor
Esse anjo que da toda a luz necessária para a nossa vida
Deixe ele livre para reinar em seu coração
Pois só assim seu espírito continuará livre do mal
E, se você tiver a sua alma protegida por esse anjo
Nada de ruim vai lhe tocar
Pois você estará sempre ao lado de Deus.

Recebemos da amiga Silvana - Passos - MG
Desconhecemos a autoria.


**************************************************************

2 de mar de 2010

BONS AMIGOS

Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!

Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!

Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!

Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!

Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!

Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,
Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!

Machado de Assis

*********************************************************

1 de mar de 2010




Quer enviar a seus amigos copie o codigo e insira no Orkut html