19 de jun de 2015

Programa Reflita Sempre Toda Quarta Feira das 22 as 23:00 horas

18 de jun de 2015

30 frases para você ler quando estiver pensando em desistir


Todo mundo já passou por um momento em que a ideia de desistir ficava martelando insistentemente na cabeça. Dúvidas fazem parte da história de praticamente qualquer pessoa, inclusive algumas das mais bem-sucedidas que conhecemos – e muitas delas têm um pouco a nos ensinar sobre isso.
São frases, pensamentos e algumas ideias quase soltas que nos ensinam porque nós devemos parar de reclamar e aprender a olhar pra frente.
1. “Se você não está disposto a arriscar, esteja disposto a uma vida comum.” – Jim Rohn
2. “Todos os seus sonhos podem se tornar realidade se você tiver coragem para persegui-los.” – Walt Disney

3. “Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente. Quem sobrevive é o mais disposto à mudança.” – Charles Darwin
4. “Um homem de sucesso é aquele que cria uma parede com os tijolos que jogaram nele.” – David Brinkley
5. “Há dois tipos de pessoa que vão te dizer que você não pode fazer a diferença neste mundo: as que têm medo de tentar e as que têm medo de que você se dê bem.” – Ray Goforth
6. “O ponto de partida de qualquer conquista é o desejo.” – Napoleon Hill
7. “Todo progresso acontece fora da zona de conforto.” – Michael John Bobak
8. “Daqui a vinte anos, você não terá arrependimento das coisas que fez, mas das que deixou de fazer. Por isso, veleje longe do seu porto seguro. Pegue os ventos. Explore. Sonhe. Descubra.” – Mark Twain
9. “Nosso maior medo não deve ser o fracasso, mas ser bem-sucedidos em algo que não importa.” – Francis Chan
10. “Muitas das falhas da vida ocorrem quando não percebemos o quão próximos estávamos do sucesso na hora em que desistimos.” – Thomas Edison
11. “Coragem é a resistência ao medo, o domínio do medo – não a ausência do medo.” – Mark Twain
12. “Apenas deixe para amanhã o que você está disposto a morrer tendo deixado de fazer.” – Pablo Picasso
13. “Se você quer fazer uma mudança permanente, pare de se focar no tamanho de seus problemas e comece a focar no seu tamanho.” – T. Harv Eker
14. “Se você não tiver seu próprio plano de vida, é provável que caia no plano de alguma outra pessoa. E adivinha o que eles planejaram para você? Não muito.” – Jim Rohn
15. “A vida é uma viagem e se você se apaixona pela jornada, você estará apaixonado para sempre.” – Peter Hagerty
16. “Muito do estresse que as pessoas sentem não vem de ter muito o que fazer. Ele vem de não terminar o que foi começado.” – David Allen
17. “Se você procura sua realização nos outros, você nunca será realizado. Se sua felicidade depende de dinheiro, você nunca será feliz consigo mesmo. Se contente com o que você tem; fique feliz com a maneira como as coisas são. Quando você perceber que não está faltando nada, o mundo pertence a você.” – Lao Tzu
18. “A arte de viver está menos em eliminar nossos problemas do que em crescer com eles.” – Bernard M. Baruch
19. “A felicidade não é uma estação em que você chega, mas uma maneira de viajar.” – Margaret Lee Runbeck
20. “A verdadeira felicidade não é alcançada através da auto-gratificação, mas através da fidelidade a um propósito digno.” – Helen Keller
frases3
21. “Todos nós recebemos relatórios de muitas maneiras diferentes, mas a verdadeira emoção do que você está fazendo está em fazê-lo. Não é o que você vai conseguir no final, é realmente em fazer, e amar o que você está fazendo.” – Ralph Lauren
22. “Faça algo que ame e você nunca mais precisará trabalhar na vida.” – Willie Hill
23. “A ansiedade é a vertigem da liberdade.” – Soren Kierkegaard
24. “Faça o que você sempre fez e você terá sempre o mesmo resultado.” – Sue Knight
25. “Nós evitamos as coisas das quais temos medo porque pensamos que haverão consequências desastrosas se as confrontarmos. Mas a verdadeira consequência desastrosa em nossas vidas vem de evitar coisas sobre as quais nós precisamos aprender ou descobrir.” – Shakti Gawain
26. “Muito melhor é arriscar coisas grandiosas para ganhar vitórias gloriosas – mesmo que estampadas pelo fracasso – do que se alinhar com aqueles espíritos pobres que nem aproveitam muito nem sofrem muito, porque vivem em uma penumbra cinzenta que não conhece nem a vitória nem a derrota.” – Theodore Roosevelt
27. “Eu não sei a chave para o sucesso, mas a chave para o fracasso é tentar agradar a todos.” – Bill Cosby
28. “O primeiro passo em direção ao sucesso é dado quando você se recusa a ser um prisioneiro do ambiente em que estava inicialmente.” – Mark Caine
29. “Sempre que você se encontrar ao lado da maioria, é tempo de fazer uma pausa e refletir.” – Mark Twain
30. “Se você ouve uma voz dentro de você dizer ‘você não pode pintar’, então pinte sem dúvida, e essa voz será silenciada.” – Vincent Van Gogh

Andar de manhã, um texto de Rubem Alves sobre como olhar a vida

Durante as duas últimas semanas tenho começado os meus dias cometendo um furto. Não sei como evitar esse pecado e, para dizer a verdade, não quero evitá-lo. A culpa é de uma amoeira que, desobedecendo as ordens do muro que a cerca, lançou seus galhos sobre a calçada. Não satisfeita, encheu-os de gordas amoras pretas, apetitosas, tentadoras, ao alcance de minha mão. Parece que os frutos são, por vocação, convites a furtos: basta mudar a ordem de uma única letra… Penso que o caso da amoreira comprova esta tese linguística: tudo tem a ver com o nome. Pois amora é a palavra que, se repetida muitas vezes, amoramoramoramora, vira amor. Pois não é isso que é o amor? Um desejo de comer, um desejo de ser comido… O muro, tal como o mandamento, diz que é proibido. Mas o amor não se contém e, travestido de amora, salta por cima da proibição. Foi assim no Paraíso… Os poucos transeuntes que passam por ali àquela hora da manhã talvez se espantem ao ver um homem de cabelos brancos colhendo amoras proibidas. Mas, se prestarem bem atenção, verão que quem está ali não é um homem com cerca de 70 anos, é um menino. E como o próprio filho de Deus que disse que é preciso voltar a ser menino para entrar no Reino dos Céus, colho e como as amoras com convicção redobrada. E para que não pairem dúvidas sobre a inspiração teologal do meu ato, enquanto mastigo e o caldo roxo me suja dedos e boca, vou repetindo as palavras sagradas: “Tomai e bebei, este é o meu sangue…”. Ah! A divina amora, graciosa dádiva sacramental! Começo assim meu dia, furtando o fruto mágico que opera o milagre por todos sonhado de voltar a ser criança.
Assim revigorado no corpo e na alma por esse maná divino caído dos céus, prossigo na minha caminhada matutina. Ando não mais que 50 passos e estou sob uma longa alameda de pinheiros. Neles, não há nenhuma fruta que eu possa roubar, pois nada produzem que possa ser comido. Pinheiros não são para boca. São dádivas aos olhos. É cedo ainda. O sol acabado de nascer ilumina suas espículas verdes, que brilham como agulhas de cristal. Lembro-me de Le Corbusier, que dizia que “as alegrias essenciais são o sol, o espaço, e verde”. Mas os pinheiros sabem mais que o arquiteto, e às alegrias da luz acrescentam as alegrias do cheiro. Respiro fundo e sinto o perfume de resina.
Se me perguntarem no que penso, respondo com um verso Tao: “O barulho da água diz o que eu penso”. Penso as amoras, penso os pinheiros, penso a luz do sol, penso no cheiro da resina.
É tempo da floração das sibipirunas. Verdes e amarelas, elas cresceram dos dois lados da rua onde ando, transformando-a num longo túnel sombrio. Durante a noite, suas flores caíram, cobrindo a calçada e transformando-a num tapete dourado. Desço da calçada e ando no asfalto para não pisá-las. Lembro-me da voz misteriosa que falou a Moisés, de dentro da sarça que ardia: “Tira as sandálias dos teus pés, pois o chão onde pisas é santo”.
Para contemplar esse espetáculo, é necessário levantar cedo, pois logo as donas de casa e suas vassouras tratarão de restaurar no cimento a sua fria limpeza. Isso me dói, e com a dor vem o pensamento. Pergunto-me sobre a educação perversa que fez com que as pessoas se tornassem cegas para a beleza generosa das árvores, tratando suas folhas como se fossem sujeira. Mas as sibipirunas, indiferentes à cegueira dos homens e das vassouras repetirão o milagre durante a noite. Amanhã as calçadas estarão de novo cobertas de ouro.
Caminho um pouco mais e chego ao Bosque dos Alemães. Espera-me ali um outro deleite, o deleite dos ouvidos: há uma infinidade de cantos de pássaros que se misturam ao barulho das folhas sopradas pelo vento. Não estou sozinho. Fazem-me companhia muitas outras pessoas, entregues ao exercício matutino do andar e do correr. Estão ali por medo de morrer antes da hora. É preciso exercitar o coração. Mas parece que é só isso que exercitam. Pois, por mais que me esforce, não consigo perceber em seus rostos sinais de que estejam exercitando também o deleite dos olhos, do nariz ou dos ouvidos. Correm e caminham com olhos fixos no chão, graves e concentradas, compelidas pelas necessidades médicas. E, por causa disso, por não saberem ver e ouvir, não se dão conta de um comovente caso de amor que ali se desenrola.
Percebi o romance faz muito tempo, quando ouvi os gemidos que me vinham do alto. Lá em cima, longe dos olhares indiscretos, um gigantesco eucalipto e uma árvore de rolha se abraçam. Seus galhos entrelaçados revelam o amor dos namorados. Acho que fazem amor, pois quandoo vento sopra fazendo suas cascas se esfregarem uma na outra, elas gemem de prazer… e dor.
Ando toda manhã. Por razões médicas, é bem verdade. Mas, mesmo que não existissem, andaria da mesma forma, pelos pensamentos leves e alegres que a natureza me faz pensar. Boa psicanalista é a natureza, sem nada cobrar, pelos sonhos de amor que nos faz sonhar.
Rubem Alves, no livro “As melhores crônicas de Rubem Alves” 
Conheçam o Instituto Rubem Alves e participem de seus projetos.

14 de jun de 2015

Acredite em você

Não importa o que é o mundo.
O importante são os seus sonhos.
Não importa o que vc é.
O importante é o que vc quer ser.
Não importa onde vc está.
O que importa é para onde vc quer ir.
Não importa o porquê.
O importante é o querer.
Não importam suas mágoas.
O importante mesmo são suas alegrias.
Não importa o que você já passou.
O passado?
Guarde na sua lembrança.
Nunca pense em julgar.
Não veja.
Apenas olhe.
Não escute.
Apenas ouça.
Não toque.
Sinta.
Acredite naquilo que quiser.
Não adianta sonhar se vc não lutar...
O mundo é um espelho.
Não seja apenas um reflexo.
Só acreditando num futuro vc
conseguirá a paz para alcançar seus sonhos.
Afinal, o que importa?
VOCÊ IMPORTA!
ACREDITE EM VOCÊ!


(a.d)


=============================

MAHATMA GHANDI

Magia felicidade

Acredite na magia, pois a vida é cheia dela!
Acredite em si mesmo, porque dentro de você
reside toda a magia da esperança,
do amor e dos sonhos de amanhã.

A verdadeira magia está dentro de nós...
Em nossos corações...
Qualquer lugar é mágico... Basta sentir...
E Voar nas asas do vento...
E por um momento se deixar levar ...

Sonhar é de graça ....Sonhe .
Esqueça um pouco as coisas ruins da vida.
Sorria feito criança ....Esqueça os dias solitários ,
que você atravessou ,que calado chorou...
Mas lembre-se dos sorrisos amáveis que encontrou
do amor que chegou, do amor que vai chegar....

Esqueça os planos que não deram certos ...
E pense :
Hoje é outro dia .

(Angel off Peace)


Lembre-se NUNCA DEIXE DE SONHAR
Fica com DEUS,
ótimo dia


==================================

ORAÇÃO DO AMIGO

Senhor,faça que eu partilhe a vida com meus amigos.
Que eu seja tudo para cada um deles.
Que a todos dê minha amizade,minha compreensão,meu carinho,minha simpatia,minha alegria,minha solidariedade,minha atenção,minha lealdade.
Que eu os aceite e os ame como são.
Que eu seja um refúgio poderoso e um amigo fiel.
Faça com que permaneçamos unidos(as), pela nossa eternidade.
Que essa amizade floresça semprecomo um belo jardim,para que
nós possamos nos lembrar com gratidão.
Que sejamos todos cúmplices de bonse maus momentos.
Que eu possa estar presente sempre que precisarem,mesmo que seja só para dizer:
"Oi , tudo bem com você?"
Senhor!...presente em meu coração!
Eu peço que continue a nos guiar,amparar e proteger.
Amém!!!

ABANDONO

Era uma manhã de sol quente e céu azul quando o humilde caixão contendo um corpo sem vida foi baixado à sepultura.

De quem se trata? Quase ninguém sabe.

Muita gente acompanhando o féretro? Não. Apenas umas poucas pessoas.

Ninguém chora. Ninguém sentirá a falta dela. Ninguém para dizer adeus ou até breve.

Logo depois que o corpo desocupou o quarto singelo do asilo, onde aquela mulher havia passado boa parte da sua vida, a moça responsável pela limpeza encontrou em uma gaveta ao lado da cama, algumas anotações.

Eram anotações sobre a dor...

Sobre a dor que alguém sentiu por ter sido abandonada pela família num lar para idosos...

Talvez o sofrimento fosse muito maior, mas as palavras só permitem extravasar uma parte desse sentimento, grafado em algumas frases:

Onde andarão meus filhos?

Aquelas crianças ridentes que embalei em meu colo, alimentei com meu leite, cuidei com tanto desvelo, onde estarão?

Estarão tão ocupadas, talvez, que não possam me visitar, ao menos para dizer olá, mamãe?

Ah! Se eles soubessem como é triste sentir a dor do abandono... A mais deprimente solidão...

Se ao menos eu pudesse andar... Mas dependo das mãos generosas dessas moças que me levam todos os dias para tomar sol no jardim... Jardim que já conheço como a palma da minha mão.

Os anos passam e meus filhos não entram por aquela porta, de braços abertos, para me envolver com carinho...

Os dias passam... e com eles a esperança se vai...

No começo, a esperança me alimentava, ou eu a alimentava, não sei...

Mas, agora... como esquecer que fui esquecida?

Como engolir esse nó que teima em ficar em minha garganta, dia após dia?

Todas as lágrimas que chorei não foram suficientes para desfaze-lo.

Sinto que o crepúsculo desta existência se aproxima...

Queria saber dos meus filhos... dos meus netos...

Será que ao menos se lembram de mim?

A esperança, agora, parece estar atrelada aos minutos... que a arrastam sem misericórdia... para longe de mim.

Às vezes, em meus sonhos, vejo um lindo jardim...

É um jardim diferente, que transcende os muros deste albergue e se abre em caminhos floridos que levam a outra realidade, onde braços afetuosos me esperam com amor e alegria...

Mas, quando eu acordo, é a minha realidade que eu vejo... que eu vivo... que eu sinto...

Um dia alguém me disse que a vida não se acaba num túmulo escuro e silencioso. E esse alguém voltou para provar isso, mesmo depois de ter sido crucificado e sepultado...

E essa é a única esperança que me resta...

Sinto que a minha hora está chegando...

Depois que eu partir, gostaria que alguém encontrasse essas minhas anotações e as divulgasse.

E que elas pudessem tocar os corações dos filhos que internam seus pais em asilos, e jamais os visitam...

Que eles possam saber um pouco sobre a dor de alguém que sente o que é ser abandonado...

.........................................
A data assinalada ao final da última anotação, foi a data em que aquela mãe, esquecida e só, partiu para outra realidade.

Talvez tenha seguido para aquele jardim dos seus sonhos, onde jovens afetuosos e gentis a conduzem pelos caminhos floridos, como filhos dedicados, diferentes daqueles que um dia ela embalou nos braços, enquanto estava na terra.

Fonte: Equipe de Redação do Momento Espírita.

TAPETE VERMELHO

Tapete vermelho
Uma pobre mulher morava em uma humilde casinha com sua neta muito doente.
Como não tinha dinheiro sequer para levá-la a um médico, e vendo que, apesar de seus muitos cuidados e remédios com ervas, a pobre criança piorava a cada dia, resolveu iniciar a caminhada de 2 horas até a cidade próxima em busca de ajuda.
Chegando no único hospital público da região foi aconselhada a voltar pra casa e trazer à neta junto, para que esta fosse examinada.
Quando ia voltando, já desesperada por saber que sua neta não conseguia sequer levantar da cama, a senhora passou em frente a uma Igreja e como tinha muita fé em Deus, apesar de nunca ter entrado em uma Igreja, resolveu pedir ajuda.
Ao entrar, encontrou algumas senhoras ajoelhadas no chão fazendo orações.As senhoras receberam a visitante e, após se inteirarem da história, a convidaram para se ajoelhar e orar pela criança.
Após quase uma hora de fervorosas orações e pedidos de intercessão ao Pai, as senhoras já iam se levantando quando a mulher lhes disse:
- Eu também gostaria de fazer uma oração.
Vendo que se tratava de uma mulher de pouca cultura, as senhoras retrucaram:
- Não é necessário. Com nossas orações, com certeza sua neta irá melhorar.
Ainda assim a senhora insistiu em orar, e começou. Deus, sou eu, olha, a minha neta está muito doente Deus, assim eu gostaria que você fosse lá curar ela Deus, você pega uma caneta que eu vou dizer onde fica.
As senhoras estranharam, mas continuaram ouvindo.
- Já está com a caneta Deus? Você vai seguindo o caminho daqui de volta pra Belo Horizonte e quando passar o rio com a ponte você entra na segunda estradinha de barro, não vai errar tá.
A esta altura as senhoras já estavam se esforçando para não rir; mas ela continuou.
- Seguindo mais uns 20 minutinhos tem uma vendinha, entra na rua depois da mangueira que o meu barraquinho é o último da rua, pode ir entrando que não tem cachorro.
As senhoras começaram a se indignar com a situação.
- Olha Deus, a porta está trancada, mas a chave fica embaixo do tapetinho vermelho na entrada, o senhor pega a chave, entra e cura a minha netinha.
Mas olha só Deus, por favor! Não esquece de colocar a chave de novo embaixo do tapetinho vermelho senão eu não consigo entrar quando chegar em casa...
A esta altura as senhoras interromperam aquela ultrajante situação dizendo que não era assim que se deveria orar, mas que ela poderia ir pra casa sossegada pois elas eram pessoas de muita fé, e Deus, com certeza, iria ouvir as preces e curar a menina.
A mulher foi pra casa um pouco desconsolada, mas ao entrar em sua casinha sua neta veio correndo lhe receber.
- Minha neta, você está de pé, como é possível!
E a menina explicou.
- Eu ouvi um barulho na porta e pensei que era a senhora voltando, porém entrou um homem muito alto com um vestido branco em meu quarto e mandou que eu levantasse, não sei como, eu simplesmente levantei.
E quase em prantos, a menina continuou.
- Depois ele sorriu, beijou minha testa e disse que tinha de ir embora, mas pediu que eu avisasse a senhora que ele ia deixar a chave embaixo do tapetinho vermelho...
Um pouco de fé, leva-nos até Deus!
Muita fé traz Deus até nós!


Desconheçemos a autoria..
enviado pela amiga MEG/SP


12 de jun de 2015

Não quero chegar aos 101 anos de idade

Esta história de fazer aniversário mexe, realmente, com a gente.
O meu é amanhã… e não me venha dizer que não…
Por favor, não me venha falar que o que vale é a experiência adquirida, quando meu espelho fala diferente…
Não fale, principalmente, se do outro lado, quem te escuta é uma mulher…
Estava pensando na Dercy Gonçalves, morreu aos 101 anos… pensei que aquela mulher fosse durar para sempre… No outro dia vi uma entrevista onde ela levantava a perna ao ar, mostrando ao repórter o grau de sua elasticidade e ainda a existente disposição.
Aí fico pensando como é difícil, para mim, de manhã levantar da cama, colocar as pernas fora delas e sair caminhando rumo ao banheiro sem esbarrar em nada e com apenas um olho aberto porque o outro ainda está dormindo.
Fico pensando que alguns anos atrás eu dava aula para sete ou oito turmas até umas 9 ou 10 horas da noite, chegava em casa com muita disposição, fazia meu jantar e ainda entrava na internet para ler meus e-mails. Hoje em dia ter duas ou três turmas de cada vez e dar aulas até as 22 horas me deixa exaurida, mesmo lembrando que estas são minhas últimas turmas e depois a tão sonhada aposentadoria!
Dolores Gonçalves Costa, Dercy Gonçalves foi guerreira, irreverente, não parou. Inovadora num tempo onde tudo para nós, mulheres, era proibido, imoral ou engordava… Nascida em 1907, com seu espírito brincalhão, esperou completar os 101 anos, no mês passado, para então partir. Esperou o dia de Santa Madalena para então ser enterrada de mãos dadas com a padroeira. Estava lendo a notícia da Folha que abre seu artigo dizendo: “Paetês dourados, maquiagem e peruca impecáveis. Foi assim que o corpo da comediante Dercy Gonçalves foi velado…”
Só uma outra mulher para entender o que esta frase significa. Principalmente se tiver meio século como eu.
Um grande abraço e fiquem bem.
Prof. Rita Alonso 

DOIS OUVIDOS E UMA SÓ BOCA! ... OS RUÍDOS DA COMUNICAÇÃO


A pessoa inteligente ouve mais e fala menos, por isso temos dois ouvidos e apenas uma boca.
Apesar de estarmos na era da palavra falada, do diálogo e da comunicação, as pessoas não sabem escutar. Não são boas ouvintes porque nossa capacidade efetiva de ouvir é pouco desenvolvida.
O importante é ouvir para “compreender” e não apenas para fazer pose. Ouvir vai muito mais além do simples ato de escutar.
Se ao chegar a uma festa e encontrar uma amiga de que gosto muito ela me diz: “-Nossa, Rita, este seu vestido está horrível…”.
O que eu penso? “-Bem, ela deve estar com algum problema para falar assim comigo ou talvez este vestido não tenha me caído bem…”
Agora, se ao chegar a uma festa e encontrar uma amiga que detesto e ela me diz: “-Nossa, Rita, este seu vestido está maravilhoso!!!”.
O que eu penso? Hum, isto é inveja! Essa mulher é invejosa, um poço de inveja…

Não é assim mesmo?
E sabe por que isto acontece? Porque muitas vezes ouvimos apenas nosso sentimento e não o que realmente aquela pessoa quis expor.
A gente não ouve o que o outro diz. Houve-se o que o outro não está falando.
São os ruídos interferindo significativamente na comunicação.
E sofremos…
Sofremos porque, muitas vezes, pensamos ter ouvido aquilo que não foi verdadeiramente dito. Porque acreditamos que o que acabamos de ouvir é uma grande crítica destrutiva quando na verdade não é.

O desenvolvimento de algumas atitudes nos auxilia, sem sombra de dúvida, a edificar relacionamentos mais fortalecidos, a se conhecer melhor e, consequentemente, sofrer menos.
Controle suas emoções, pois elas podem se transformar em sérias barreiras a uma comunicação realmente eficaz.

E quando estamos em meio a uma discussão ferrenha? Bem, aí é que realmente não ouvimos o outro. Apenas nos preocupamos em preparar o que iremos dizer em seguida, assim que a pessoa calar a boca ou respirar. E muitas vezes, nem isso, pois atropelamos a sua fala, falando no mesmo instante que ela.
As pessoas apenas ouvem o que gostaria que o outro dissesse.
Elas apenas ouvem o que estão sentindo.
Apenas ouvem o que já pensava a respeito do que a outra pessoa está dizendo.

As pessoas costumam tirar da fala dos outros somente as partes que as interessam, que as agradam, que as incomodam, ou tudo aquilo que as emociona, assim confirmando ou rejeitando seus próprio pensamento e sentimento.
São, na verdade, partes de falas que se adaptam ao impulso de fúria, amor ou aversão que sentem por quem fala.
Apenas partes de falas que possam fazer sentido para opinião e modo de ver que no momento, estejam predominando ou tocando mais diretamente a elas.

Reflita. Muitas vezes…
As pessoas ouvem apenas o que elas querem ouvir.
As pessoas só ouvem aquilo que já estavam acostumadas a ouvir. As pessoas apenas ouvem o que imaginam que o outro ia falar.

Abraços e fiquem bem…


Prof. Rita Alonso 

2 de jun de 2015



Coração Amador

O meu coração ama tanta gente;
Mas, tanta gente,...
Que a minha mente, confusa;
Ressente, e com ele implica:
Coração vadio, sem brio
De ser amador.
Coração Amador
Como disse o poeta.
Um poeta amador.
Mas, ele não se importa.
E, se até a dor ele ama;
Segue em frente, vai indo,
Batendo, pulando,
Dançando, sorrindo,
Segue, vai indo...
Às vezes chorando.
Vai indo, vai indo...
Amando.

Maurício Carvalho Marques
livro Barco de Ilusões


===========================================================
 


... Não perca tempo se preocupando com o futuro. 
Ele virá, e muito rápido - eu garanto. 
Enquanto isso, sugiro que você erga a cabeça, calce sapatos confortáveis e siga seu coração até os confins da Terra. 
Ao longo da jornada, lembre-se sempre de que cada dia é uma dádiva preciosa. 
Se você souber aproveitá-la e dela tirar o que há de melhor, então, acredite, haverá outro presente extraordinário esperando por você: o Amanhã!”

Bradley Trevor Greive

Fonte: Blog Coração Amador

===================================================

AMORES MAL RESOLVIDOS . . .



Arnaldo Jabor


 
        Olhe para um lugar onde tenha muita gente: uma praia num domingo de 40º, uma estação de metrô, a rua principal do centro da cidade. Metade deste povaréu sofre de Dor de Cotovelo. Alguns trazem dores recentes, outros trazem uma dor de estimação, mas o certo é que grande parte desses rostos anônimos tem um Amor Mal resolvido, uma paixão que não se evaporou completamente, mesmo que já estejam em outra relação. Por que isso acontece? Tenho uma teoria, ainda que eu seja tudo, menos teórico no assunto.
        Acho que as pessoas não gastam seu amor. Isso mesmo. Os amores que ficam nos assombrando não foram amores consumidos até o fim. Você sabe, o amor acaba. É mentira dizer que Não. Uns acabam cedo, outros levam 10 ou 20 anos para terminar, talvez até mais. Mas um dia acaba e se transforma em outra coisa: lembranças, amizade, parceira, parentesco, e essa transição não é dolorida se o amor for devorado até o fim.  
        Dor de Cotovelo é quando o amor é interrompido antes que se esgote. O amor tem que ser vivenciado. Platonismo funciona em novela, mas na vida real demanda muita energia sem falar do tempo que ninguém tem para esperar. E tem que ser vivido em sua totalidade. É preciso passar por todas etapas: atração-paixão-amor-convivência-amizade-tédio-fim. Como já foi dito, este trajeto do amor pode ser percorrido em algumas semanas ou durar muitos anos, mas é importante que transcorra de ponta a ponta, senão sobra lugar para fantasias, idealizações, enfim, tudo aquilo que nos empaca a vida e nos impede de estarmos abertos para novos amores. Se o amor foi interrompido sem ter atingido o fundo do pote, ficamos imaginando as múltiplas possibilidades de continuidade, tudo o que a gente poderia ter dito e não disse, feito e não fez. Gaste seu amor. Usufrua-o até
o fim. Enfrente os bons e maus momentos, passe por tudo que tiver que passar, não se economize. Sinta todos os sabores que o amor tem, desde o adocicado do início até o amargo do fim, mas não saia da história na metade.
         Amores precisam dar a volta ao redor de si mesmo, fechando o próprio ciclo. Isso é que libera a gente para Ser Feliz Novamente.




APRENDENDO A VIVER





Aprendi que se aprende errando
Que crescer não significa fazer aniversário
Que o silêncio é a melhor resposta, quando se ouve uma
bobagem
Que trabalhar significa não só ganhar dinheiro
Que amigos a gente conquista mostrando o que somos
Que os verdadeiros amigos sempre ficam com você até o fim
Que a maldade se esconde atrás de uma bela face
Que não se espera a felicidade chegar, mas se procura por
ela
Que quando penso saber de tudo ainda não aprendi nada
Que a natureza é a coisa mais bela na Vida
Que amar significa se dar por inteiro
Que um só dia pode ser mais importante que muitos anos
Que se pode conversar com estrelas
Que se pode confessar com a Lua
Que se pode viajar além do infinito
Que ouvir uma palavra de carinho faz bem à saúde
Que dar um carinho também faz...
Que sonhar é preciso
Que se deve ser criança a vida toda
Que nosso ser é livre
Que Deus não proíbe nada em nome do amor
Que o julgamento alheio não é importante
Que o que realmente importa é a Paz Interior
E finalmente, aprendi que não se pode morrer, para se
aprender a viver...

( Desconhecido a autoria )

***********************************************************************

REBEIJANDO A VIDA



Hoje, de repente, num estalo, veio-me a consciência
de quanto tempo já perdi, quanto deixei de viver para
afundar-me em lembranças de um passado que não pode ser mudado.
Lembrei-me de horas de sono que poderiam ter sido
tranqüilas se eu não estivesse me preocupando com coisas
assustadoras que acabaram não acontecendo.
Quantos bons alimentos deixei de ingerir por medo de
engordar ou sufocando-me com depressões,
ansiedades e desânimos que me roubaram o apetite!
Fiquei imaginando quantas grandes chances de sucesso
eu devo ter perdido por medo de arriscar.
Lembrei-me de economias que fiz, privando-me do que
desejava pelo tolo receio de dificuldades no futuro.
Quantas festas, passeios e diversões eu dispensei,
eu desprezei, porque senti vergonha de me apresentar!
Quantos novos amigos devo ter perdido toda vez que deixei
de ir para novos lugares e viver novas experiências!
Quantas vezes fiz a vontade dos outros, sufocando minha
própria vontade, meus anseios e sonhos de liberdade!
Que injustiça cometi comigo!
A liberdade é um presente de Deus!
Deixei-me aprisionar por angústias, dependências,
cobranças, medos e desconfianças!
Agora vem-me à consciência todo o trabalho que não fiz
por mim, por minha evolução, por meu progresso.
Quantas bênçãos deixei de ver, quanto desconfiei da Vida!
Hoje, de repente, num estalo, percebo que ainda é tempo!
É tempo ainda de ser Feliz e eu escolho ser feliz HOJE!
O passado já não terá poder sobre mim.
Eu não permitirei! aceito e confio no futuro que a Vida me reserva.
O que passou já passou ... o futuro Deus provê.
Hoje, com garra e vontade,
compartilho esta atitude de Amor e Paz com Você!

Wanda

1 de jun de 2015

O CAMINHO



REFLETIR: repensar meus atos, rever minhas vitórias e meus erros e aprender com eles para escrever uma nova história: melhor e mais feliz.Observar melhor as coisas que acredito, que penso, para que possa eliminar as minhas contradições, pois elas são a porta para meu pólo negativo. Nunca esquecer que sou um ser em evolução, e portanto ainda com muitas portas abertas para o meu lado negativo. Estar vivo, reencarnado nada mais é do que uma possibilidade preciosa para encontrar estas portas e fecha-las para sempre, portanto não percamos tempo com orgulhos inúteis (eles são uma grade porta que nos puxa para baixo), e aprender com nossos defeitos, mais primeiro é preciso enxerga-los para poder elimina-los.


ESCUTAR: ouvir mais do que falar. Escutar e procurar conselheiros sábios (Meus  Mentores  e do meu Dirigente  Espiritual Rubens Saracene) Espelhar-me no êxito das pessoas que admiro e fazer com que minha vida seja guiada pelos caminhos da  evolução.

MUDAR
: reinventar o meu eu interior, diariamente,  mudar meus medos, meus defeitos  e  aproveitando o que de bom a vida me oferece e os modelos de alegria que vejo nas pessoas. Mudar é se dar a oportunidade de fazer, pensar e agir diferente. Sem mudanças não há evolução.

PLANEJAR
: pensar antes de fazer. Antever cada ação, com planejamento, com a certeza de realizar  Colocar no papel os meus sonhos, metas e objetivos e procurá-los com toda minha força e com todo meu coração.

AGIR
: tirar as coisas do papel e me mexer, buscando concretizar pelos meios da verdade, da honestidade, os meus anseios e vontades de criar. Não esquecer que evoluir é agir. Só com atitudes novas saímos do lugar que estamos e nos encaminhamos para realidades melhores.

RESPONSABILIDADE: é assumir integralmente as minhas atitudes, mesmo se estiver sendo atacado, verificar ode eu abri a porta. Lembrando, ninguém pode fazer nada contra, ou a favor de mim, se eu não permitir. O meu poder se restringe a mim. Não posso mudar o outro, mas posso mudar a mim mesmo, impedindo assim que o outro tenha acesso a mim.


SER FELIZ: Ver sempre coisas boas, ser verdadeiro, ver meus defeitos e mudar, ver minhas qualidades, fazer práticas espirituais como oração e meditação, estar perto de quem eu gosto e ajudar o próximo.
Inharoi Michel Martin da Silveira Michel (Diretor do P.S.E.)

===========================================