31 de mar de 2009

SEM DEIXAR PARA O AMANHÃ


A vida sempre surpreende.
Ou talvez se deva dizer que a morte surpreende a vida?
Afinal, ela sempre aparece em momento inoportuno.

Quando estamos para nos aposentar e gozar do que consideramos
um merecido descanso.
Ou quando estamos nos preparando para o casamento.

Ou, ainda, quando acabamos de passar por um concurso
que nos garantiria uma carreira de sucesso.

Por isso mesmo, nunca devemos deixar para amanhã
as declarações de afeto.

Por vezes, tivemos um professor que nos influenciou
muito e realmente deu sentido, propósito e direção à nossa vida.
Entretanto, nunca reservamos um tempo para lhe agradecer.

De repente, ele morre e ficamos a pensar:
"meu Deus, ao menos eu deveria lhe ter escrito uma carta."

De outras, brigamos com alguém e punimos a pessoa
com nosso silêncio.
Passam-se os dias, os meses, os anos.

E continuamos com a punição.
Aí a pessoa morre.

O que acontece?
Quase sempre o remorso nos alcança e começamos a cogitar:
"eu devia ter falado com ela."

Para compensar a nossa culpa, vamos à floricultura
e compramos muitas flores, para enfeitar o caixão,
a sala mortuária, o túmulo.

Teria sido muito mais compensador ter comprado algumas
flores antes, um pequeno ramalhete e ter tentado fazer as pazes.
Reatar a afeição.

É até possível que a pessoa rejeitasse as flores, as jogasse no chão.
E nos desse as costas.
Mas, então, o problema não seria mais nosso, mas exclusivamente dela.

Um dos exemplos mais comoventes a respeito do arrependimento
por deixar para depois, nos vem de uma carta escrita por
uma jovem americana ao namorado.

É mais ou menos assim: "lembra-se do dia em que eu pedi emprestado
seu carro novo e o amassei?

Achei que você ia me matar, mas você não me matou.

Lembra-se de quando eu o arrastei para ir à praia,
e você disse que ia chover, e choveu?

Pensei que você fosse dizer: ‘eu não a avisei?’,
mas você não falou.

Lembra-se da época em que eu paquerava todos os rapazes
para lhe fazer ciúmes, e você ficava com ciúmes?

Achei que você fosse me deixar, mas você não me deixou.

E quando deixei cair torta de amora
nas suas calças novas?

Pensei que você nunca mais fosse olhar para mim,
mas isso não aconteceu.

E quando me esqueci de lhe dizer que o baile era a rigor,
e você apareceu de jeans?

Achei que você fosse me bater,
mas você não me bateu.

Havia tantas coisas que eu queria fazer para você quando
você voltasse do Vietnã...

Mas você não voltou..."

...............

Não permitamos que a morte arrebate a chance de dizermos
o quanto amamos as pessoas.

O quanto elas são importantes para nós.
Pode ser uma avó, um irmão, um amigo.

Não necessariamente somente pessoas do círculo familiar.
Aprendamos a esboçar gestos de amor e a dizer palavras que alimentam a alma do outro.

Mesmo que um dia alguém nos tenha dito que não
é bom o outro saber que o amamos,
porque se aproveitará de nós.

Mesmo que outro alguém tenha insinuado que parecemos
tolos quando ficamos afirmando a intensidade
do nosso amor, da nossa amizade e da nossa ternura.

O ser mais perfeito que andou pela Terra,
o Mestre Galileu, não temeu demonstrar amor e dizer:
"amai-vos como eu vos amei."

Equipe de Redação do Momento Espírita com base no cap.
"O Casulo e a Borboleta", do livro O Túnel e a Luz,
de Elisabeth Kübler-Ross, ed. Verus.

Enviadopor Lucivane - SP


=-================================================

30 de mar de 2009

VIVER NÃO DOI

Definitivo, como tudo o que é simples.
Nossa dor não advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.

Por que sofremos tanto por amor?

O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável, um tempo feliz.

Sofremos por quê?

Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos,
por todos os filhos que gostaríamos de ter tido junto e não tivemos, por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado, e não compartilhamos.
Por todos os beijos cancelados, pela eternidade.

Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um amigo, para nadar, para namorar.

Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.

Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada.

Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam, todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Como aliviar a dor do que não foi vivido?

A resposta é simples como um verso:
Se iludindo menos e vivendo mais!!!

A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade.

A dor é inevitável.

O sofrimento é opcional.


Desconhecemos a autoria


===================================

29 de mar de 2009

O amor desconhece a agressão
O que há por trás de cada agressão senão o medo?
E, o que há por trás do medo
senão a falta de amor?
Não te enganes em tuas justificativas para as agressões
que cometes contra ti mesmo
e contra os teus irmãos.
No fundo, apenas queres ser amado,
acariciado pelas mãos da vida...
Lembra que onde o coração descansa,
o amor ecoa sua canção.
Lembra que a única realidade que fica é o amor.
Tudo que está em oposição ao amor não tem significado, passa como
os ventos antes das chuvas, como os dias antes das noites.
Portanto, procura não alimentar e nem dar realidade àquilo que
tem por objetivo obscurecer a tua luz, dando-te como consolo
a culpa, a escuridão, por teres ferido não
só ao teu irmão, mas a ti mesmo.
Alimenta tua amorosidade, tua alegria,
teu silêncio de paz.
Mas, se não puderes controlar a fúria
em teu ser, silencia e observa.
Aprende que tamanha energia pode ser usada em prol do entendimento,
da compreensão do teu momento presente, e não usada, equivocadamente,
contra aquele que imaginas querer destruir tua paz.
Não há no céu ou na terra alguém que tenha o poder de apagar o que desejas
manter aceso.
E que esta chama seja a fidelidade à tua inocência, ao teu desejo
de compartilhar com os teus
o que de melhor tens aprendido.

Esta mensagem foi enviada por
OT@VI@NO BRUZIGUESSI.
(Desconhecemos a autoria da mesma)


===============================================

27 de mar de 2009

AUTOR DA VIDA

Vai,
deixa de tristeza e deixa o sonho te levantar, acredite que é possível ainda hoje uma virada, acredite que tudo foi apenas um engano,
mantenha a rota do seu barco da vida, não desista novamente, as pedras são apenas restos que a chuva trouxe...

Amar, viver, sonhar, acreditar, lutar e até o chorar, são fases que compõem o grande quadro chamado vida, onde a tela
é a sua história, as tintas são as pessoas que passam por ela, mas, o pintor,
o responsável pela obra será sempre você.

Haja o que houver, aconteça o que acontecer, o pincel que mistura as cores, que dá forma ao que vai surgir na tela, que cria e apaga situações e imagens,
ainda está na sua mão.

É você quem pode criar agora, uma estrada florida,
ou o caminho escuro das incertezas e dúvidas.

Já que você é o autor,
o pintor dessa tela chamada vida, comece pintando um sorriso, que é o sinal que representa a esperança,
a renovação, símbolo dos que não desistem nunca de ser feliz, e ser feliz exige criatividade, esforço e dedicação.
Se tudo deu errado até aqui,
passe tinta branca em toda a tela e recomece, hoje é o dia perfeito para uma nova pintura...


Paulo Roberto Gaefke





******************************************

26 de mar de 2009

GOSTO PELA VIDA

Devemos ter gosto pela vida, o que significa apreciar toda a
sua exuberância e saber que existe uma única vida sob incontáveis formas.
Conhecer essa vida significa saber que o poder está no momento presente,
que eu sou ela, que você é ela, que tudo isto é ela e ela é tudo o que existe.
Um poeta indiano, Rabindranath Tagore, disse:
“o mesmo rio da vida que corre pelo mundo corre constantemente pelas minhas
veias e baila ao som de sua própria música..
É a mesma vida que grita de alegria, perfurando a terra com incontáveis lâminas de relva,
e explode em agitadas ondas de flores”.
Ele chamou a isso
“o palpitar das eras dançando em meu sangue neste exato momento”.
Ter gosto pela vida é entrar em contato com essa dança.
É enfrentar o que vem pela frente com despreocupação e liberdade.
O desconhecido é o campo de todas as possibilidades que existe em cada instante.
Nele encontramos liberdade, vamos além dos condicionamentos do passado e muito
além da prisão do espaço e do tempo.
Como disse Don Juan a Carlos Castañeda:
“Não importa qual seja nosso destino específico, desde que o enfrentemos
com o máximo de abandono”.
Isso é desprendimento.
Isso é alegria.
Isso é liberdade, gosto pela vida.

Deepak Chopra, no livro
"Criando Prosperidade"




*********************************************************************

25 de mar de 2009

TEMPESTADE

"... o SENHOR tem o seu caminho na tormenta e na tempestade..."
(Naum 1:3)

Quando rapazinho, eu estudava em um instituto nas vizinhanças do Monte Pleasant.
Certa vez, senti-me numa elevação da montanha, observando uma tempestade que
vinha subindo o vale.
O céu estava carregado, e a terra estremecia com a força dos trovões parecia que
a paisagem, antes tão linda, tinha-se mudado dali e a sua beleza havia desaparecido
para sempre.
Mas a tempestade seguiu seu curso e deixou o vale.
Se eu tivesse voltado àquele mesmo lugar no dia seguinte, e tivesse perguntado:
"Onde está aquela horrível tempestade com todo o seu negrume?",
a relva teria respondido: "Parte dela está em mim", e a flor do campo:
"Parte dela está em mim", e os frutos e tudo o que cresce do solo teriam dito:
"Parte da tempestade está ardente em nós".
Você pediu para ser melhor como pessoa? Você tem desejado os frutos do Espírito Santo
de Deus em sua vida, e tem orado pedindo brandura, bondade e amor? Então não tema o
tormentoso temporal que está varrendo a sua vida neste momento.
Há uma bênção nessa tempestade; e haverá frutificação no "após".


(( Texto extraído do livro: Mananciais no Deserto
Formatado por: Magali Coutinho ))


*****************************************************************

24 de mar de 2009

VOCÊ É ESPECIAL...

Você pode ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,
mas não se esqueça de que sua vida é a maior empresa do mundo.
Só você pode evitar que ela vá à falência.

Há muitas pessoas que precisam, admiram e torcem por você.
É importante que você sempre se lembre de que ser feliz
não é ter um céu sem tempestades, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem decepções.

Ser feliz é encontrar força no perdão,
esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros.

Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza.
Não é apenas comemorar o sucesso, mas aprender lições nos fracassos.
Não é apenas ter júbilo nos aplausos, mas encontrar alegria no anonimato.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz não é uma fatalidade do destino,
mas uma conquista de quem sabe viajar para "dentro do seu próprio ser",
e tentar conhecer a si mesmo.

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis
no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber e poder falar de si mesmo com alegria.
É ter coragem para ouvir um "não". É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

É beijar os filhos,
curtir os pais e ter momentos poéticos com os amigos, mesmo que eles nos magoem.

Ser feliz é deixar viver a criança livre, alegre e simples que mora dentro de você.
É ter maturidade para falar: "eu errei".
É ter ousadia para dizer: "me perdoe".
É ter sensibilidade para confessar: "eu preciso de você"...
Ser feliz é ter a capacidade de dizer: "eu te amo".

Desejo que a sua vida seja um canteiro de oportunidades para você...
Que nas suas primaveras você seja amante da alegria.
Que nos seus invernos seja amigo da sabedoria.
E, quando você errar o caminho, recomece tudo de novo.
Pois assim você será cada vez mais apaixonado pela vida.
E descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita,
mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância.
Aproveitar as perdas para refinar a paciência,
as falhas para esculpir a serenidade.
Usar a dor para lapidar o prazer e os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.

Jamais desista de si mesmo.
Jamais desista das pessoas que você ama.
Jamais desista de ser feliz,
pois a vida é um espetáculo imperdível, passa uma vez só, e por isso,
deve ser vivida.
Olhe no espelho, olhe para o céu... e lembre-se sempre:
você é especial!

Autor desconhecido


************************************************************

23 de mar de 2009

MUDE A ESTRATÉGIA

A história é muito antiga, mas não menos curiosa. Algumas tribos
africanas utilizam um engenhoso método para capturar macacos.
Como estes são muito espertos e vivem saltando nos galhos mais
altos das árvores, os nativos desenvolveram o seguinte sistema:

1)Pegam uma cumbuca de boca estreita e colocam dentro dela uma
banana.

2) Em seguida, amarram-na ao tronco de uma árvore freqüentada
por macacos, afastam-se e esperam.

3) Após isso, um macaco curioso desce, olha dentro da cumbuca e
vê a banana.

4) Enfia sua mão, apanha a fruta, mas como a boca do recipiente é
muito estreita, ele não consegue retirar a banana.

Surge um dilema: se largar a banana, sua mão sai e ele pode ir embora
livremente, caso contrário, continua preso na armadilha. Depois de um
tempo, os nativos voltam e, tranqüilamente, capturam os macacos que
teimosamente se recusam a largar as bananas. O final é meio trágico,
pois os macacos são capturados para servirem de alimento.

Você deve estar achando inacreditável o grau de estupidez dos macacos,
não é? Afinal, basta largar a banana e ficar livre do destino de ir para a
panela. Fácil demais... O detalhe deve estar na importância exagerada que
o macaco atribui à banana. Ela já está ali, na sua mão... parece ser uma
insanidade largá-la.

Essa história é engraçada, porque muitas vezes fazemos exatamente como
os macacos. Você nunca conheceu alguém que está totalmente insatisfeito
com o emprego, mas insiste em permanecer mesmo sabendo que pode estar
cultivando um enfarto? Ou alguém que trabalha e não está satisfeito com o
que faz, e ainda assim faz apenas pelo dinheiro? Ou casais com relacionamentos
completamente deteriorados que permanecem sofrendo, sem amor e compreensão?

Ou pessoas infelizes por causa de decisões antigas, que adiam um novo caminho
que poderia trazer de volta a alegria de viver? A vida é preciosa demais para
trocarmos por uma banana - que, apesar de estar na nossa mão, pode levar-nos
direto à panela.

Por isso pessoal:

É hora de mudar e pensar de uma maneira diferente.
Se você não está obtendo o
que você quer, mude a estratégia...


*********************************************************

22 de mar de 2009

MANTENDO A PALAVRA


Quando alguém dá uma certeza, faz uma promessa ou declara
uma intenção, ele deverá fazê-la tornar-se realidade.
Se alguém diz que vai fazer alguma coisa, deverá fazê-la.
Se ele diz que não fará alguma coisa, não deverá fazê-la.

A consideração de uma pessoa por outra está baseada,
na grande maioria, na manutenção – ou não – de sua palavra.
Até mesmo os pais ficariam surpresos ao descobrirem que caem
no conceito de seus filhos quando prometem e não cumprem.

As pessoas que mantêm sua palavra são confiáveis e admiradas.
As pessoas que não o fazem, os que quebram sua própria palavra,
geralmente não têm outra chance.
Não há auto-exílio mais profundo do que falhar em uma promessa
feita a outra pessoa.

L. Ron Hubbard, no livro
"O Caminho da Felicidade"


*****************************************************************

20 de mar de 2009

CUIDADO SE ESTA FEIO PODE PIORAR

O PAVÃO E O URUBU

Tem um conto japonês milenar que é mais ou menos assim:
Em uma planície, viviam um Urubu e um Pavão.
Certo dia, o Pavão refletiu:
-Sou a ave mais bonita do mundo animal, tenho uma plumagem colorida e
exuberante, porém nem voar eu posso, de modo a mostrar minha beleza.
Feliz é o Urubu que é livre para voar para onde o vento o levar.
O Urubu, por sua vez, também refletia no alto de uma árvore:
- Que infeliz ave sou eu, a mais feia de todo o reino animal e ainda
tenho que voar e ser visto por todos , quem me dera ser belo e vistoso
tal qual aquele Pavão.
Foi quando ambas as aves tiveram uma brilhante idéia em comum e se
juntaram para discorrer sobre ela: cruzar-se seria ótimo para ambos,
gerando um descendente que voasse como o Urubu e tivesse a
graciosidade de um Pavão....
Então se cruzaram e daí nasceu o peru:
QUE É FEIO PRA CACETE E NÃO VOA!


Moral da história: - Se tá ruim, nem tente arrumar que piora!

Recebida por E-mail - AUGUSTO - SP


==============================================================

18 de mar de 2009

Serviço e um sorriso

Um homem escreveu uma carta para um pequeno hotel de uma cidade do centro
oeste que planejava visitar em suas férias. Escreveu:
Gostaria muito de levar meu cachorro comigo. Ele é muito bem cuidado e muito
bem educado. Seria possível que ficasse comigo em meu quarto à noite?

Uma resposta imediata veio do dono do hotel, que disse:

Administro este hotel há muitos anos. Em todo este tempo, nunca hospedei um
cachorro que tivesse roubado as toalhas, as roupas de cama, os talheres ou os
quadros das paredes.

Nunca tive que expulsar um cachorro no meio da noite por estar bêbado e fazendo
desordem. E nunca hospedei um cachorro que tivesse fugido sem pagar a conta.
Portanto, seu cachorro é bem-vindo em meu hotel. E, se seu cachorro garantir,
o senhor também será bem-vindo para se hospedar aqui.

Karl Albrecht e Ron Zenke
Service America
Canja de Galinha para a Alma
Jack Canfield & Mark Victor Hansen


Postado por J Valdomiro em Bate papo do dia
forum JB Mineirim.


******************************************

17 de mar de 2009

Certo dia, um homem caminhava por uma estrada deserta e começou a sentir fome.
Não estava prevenido, pois não sabia que a distância que ia percorrer era longa.

Começou a prestar atenção na vegetação ao longo do caminho, na tentativa de
encontrar alguma coisa para acalmar o estômago.
De repente notou que havia frutos maduros e suculentos em uma árvore.
Aproximou-se mas logo desanimou, pois a árvore era muito
alta e os frutos inacessíveis.
Continuou andando e foi vencido pela fome e o cansaço.
Sentou-se na beira do caminho e ficou ali lamentando a sorte.
Não demorou muito e ele avistou outro viajante que vinha pelo mesmo caminho.
Quando o viajante se aproximou, o homem notou que ele estava comendo
os frutos saborosos que não pudera alcançar e lhe perguntou:

- Amigo, belo fruto você encontrou.

- É, respondeu o viajante. Eu o encontrei no caminho,
a natureza é pródiga em frutos suculentos.

- Mas você tem a pele machucada, observou o homem.

- Ah, mas isso não é nada! São apenas alguns arranhões que ficaram pelo esforço
que fiz ao subir na árvore para colher os frutos.

E o homem, agora com mais fome ainda, ficou sentado resmungando,
de estômago vazio, enquanto o outro viajante seguiu em frente.


Algumas vezes, fatos como esse também ocorrem conosco.
Ficamos sentados lamentando o sofrimento mas não abrimos mão da acomodação
para sair em busca da solução.
Esquecemos que é preciso fazer esforços,
lutar, persistir.
É muito comum ouvir pessoas gritando por um "lugar ao sol",
mas as que verdadeiramente querem um lugar ao sol, trazem algumas queimaduras,
fruto da luta pelo ideal que almejam.

Outras, mais acomodadas, dizem que Deus alimenta até mesmo os pássaros.
Por que não haveria de providenciar o de que necessitam?
Essas estão certas, em parte, pois se é verdade que Deus dá alimento aos pássaros,
também é certo que Ele não o joga dentro do ninho.

O trabalho de busca pelo alimento é por conta de cada pássaro,
e muitas vezes isso não é fácil.
Há situações em que eles se arriscam e até saem com alguns arranhões.
Por essa razão, lembre-se sempre de que Deus a todos ampara,
mas a caminhada, os passos, a busca, é por conta de cada um.

Por vezes a escalada é árdua, exaustiva, solitária.
Mas é preciso fazer esforços para alcançar o fruto desejado.


Desconhecido a autoria, caso você saiba
nos avise, por favor

blogreflitasempre@gmail.com



*****************************************************

15 de mar de 2009

NADA PODE TE IMPEDIR DE SER FELIZ

Se a felicidade já foi possível para você um dia, então, ser feliz agora também o é. Se a felicidade vai ser possível no futuro, também é possível ser feliz agora. Seja feliz com a pessoa que você é hoje.

Não, você ainda não é quem gostaria de ser. Mesmo assim, você tem todas as chances de se tornar a pessoa que quer ser. Você gostaria de perder a aventura de alcançar todo seu potencial? Claro que não!

Seja feliz por ter ainda muito a conquistar, pois é nesse processo que se experimenta a riqueza da vida. Se você ainda não tem certeza de qual caminho sua vida deve seguir, fique feliz por ter tantas possibilidades e divirta-se explorando-as. Se você está cheio de problemas e responsabilidades, fique feliz por ter a possibilidade de fazer diferente e fortaleça-se ultrapassando os obstáculos.

Nada pode impedir você de ser feliz. Ninguém pode afastar você da felicidade a não ser você mesmo.
Seja feliz agora mesmo, porque você tem todos os motivos para isso.

(Desconheço a autoria)
Caso você saiba, comunique-nos
blogreflitasempre@gmail.com



============================================

14 de mar de 2009

TATICAS

Os bons guerreiros de antigamente primeiro se colocaram fora da possibilidade de derrota e depois esperaram a oportunidade de derrotar o inimigo. A garantia de você não ser derrotado está em suas mãos, já a oportunidade de derrotar o inimigo é fornecida por ele mesmo. Vem daí o ditado: pode-se saber como conquistar sem ter a capacidade de fazê-lo.

A garantia contra a derrota implica táticas defensivas; a capacidade de derrotar o inimigo significa tomar a ofensiva. Manter-se na defensiva indica força insuficiente; atacar, uma superabundância de força.

O general hábil na defesa esconde-se nos recessos mais secretos da terra; o hábil em atacar o faz como um relâmpago, das maiores alturas do céu. De um lado temos a capacidade de nos proteger; do outro, de obter uma vitória completa.

Ver a vitória apenas quando ela está ao alcance da vista da ralé não é o máximo da superioridade. O verdadeiro mérito é planejar secretamente, deslocar-se como réptil, frustrar as intenções do inimigo e impedir seus planos. Afinal, erguer um fio de cabelo grisalho não é sinal de grande força; ver o sol e a lua não é sinal de olhar acurado; ouvir o ruído do trovão não é sinal de ouvido apurado.

O guerreiro vence os combates não cometendo erros. Não cometer erros é o que dá a certeza da vitória, pois significa conquistar um inimigo já derrotado.

trecho de "A Arte da Guerra", de Sun Tzu



****************************************************

13 de mar de 2009

TENHA FÉ.

Uma fé forte, nascida da certeza de que Deus sempre
atende a você.

A fé, quando entra em você, provoca fortes ânimos que,
se não fosse ela, não apareceriam.

Tocando por dentro, no mais fundo, no EU, a fé anula as
suas hesitações, medos, angústias, dinamiza o que há de
bom e faz a sua mente produzir ondas que percorrem o
universo, tocam a Deus e captam benefícios a seu favor
e a favor dos outros.

Veja-se, então, agora mesmo, com proteção divina e
considere que nada lhe falta.

A fé, quando entra no seu coração, ali põe a felicidade.


Lourival Lopes
Extraído de "Sabedoria todo dia".

Postado no Forum JB Mineirim
por Guinas.


=====================================================

12 de mar de 2009

O Elogio

Poucas coisas motivam mais as pessoas que elogios. As pessoas respondem na
justa medida de nossa expectativa a respeito delas. Dizer que elas fizeram um bom trabalho faz
com que se esforcem ainda mais para continuar fazendo um bom trabalho.

Quando os elogios são feitos publicamente, seus benefícios multiplicam-se. A pessoa elogiada não
só se esforça mais, mas também passa a ter uma reputação positiva. Isso aumenta o valor da
pessoa diante dos outros e os motiva a serem como ela.

Certa vez ouvi uma história que mostrava como isso funcionava.

Poucos meses depois de se mudar para uma pequena cidade, uma mulher reclamava a seu vizinho
sobre o péssimo serviço que havia recebido de uma mercearia local. Ela sabia que seu vizinho era
amigo do proprietário e esperava que ele transmitisse sua queixa.

Na visita seguinte que ela fez a mercearia o proprietário recebeu-a com um largo sorriso e disse o
quanto estava feliz em vê-la novamente. Esperava que ela estivesse gostando de sua cidade e, ainda,
disse que teria imenso prazer em ajudá-los a se estabelecerem. Atendeu pronta e eficientemente o
pedido que ela fez. Mais tarde, a mulher relatou a miraculosa mudança para seu novo amigo.

"Suponho que você tenha dito a ele como achei ruim seu atendimento, não disse?" ela perguntou.

"Bem, não", respondeu o vizinho. "A bem da verdade, espero que não se importe - disse-lhe que
você estava surpresa de ele ter conseguido montar numa cidade pequena uma das mercearias
mais bem dirigidas que você já havia visto."

Autor desconhecido

J.Valdomiro postou esta em Bate papo do dia
Forum Mineirim JB.


====================================================================

10 de mar de 2009

Deus sabe


Deus conhece, em verdade
Todos os sofredores.
Não acuses ninguém
Pela dor que há nas suas.
Não agraves a luta
Das crianças sem lar.
Não faças julgamento
De supostos culpados.
O que o céu quer saber
É o que fazes no bem.
Não condenes, ampara
Deus acredita em ti.


Livro: Tocando o Barco



=============================

9 de mar de 2009

CRIATIVIDADE

Afinal o que é criatividade?
Para alguns, esse conceito está restrito à criação artística,
subentendendo que somente as pessoas que se dedicam a
alguma forma de arte, ou artesanato, podem ser chamadas de criativas.
Numa abordagem mais ampla podemos afirmar que criativa é qualquer
pessoa que rompe com padrões predefinidos e cria novos modelos
de comportamentos, nos quais o que prevalece é sua própria
individualidade.

Criativa é toda pessoa capaz de escrever seu próprio roteiro de vida
com imaginação, fugindo dos padrões e buscando suas
próprias características genéticas, que são sempre especiais.
A busca de suas características pessoais, a busca de sua verdade,
é a verdadeira criatividade.

Ser criativo é desenvolver potencialidades contidas no
seu código genético, é desenvolver as suas potencialidades,
crescer ao longo de sua vida, ativo, na busca do seu centro,
de sua verdade, de seu eu.
Criativos são aqueles capazes de sonhar e materializar os seus sonhos,
livrando-se dos sonhos dos outros – ou, se for o caso,
admirá-los e usá-los como visão inspiradora.
Criativas são pessoas capazes de transformar seus sonhos em metas,
planos, programas de vida e linhas de ação –
porque, afinal, sonhar não é o bastante.

Lúcia de Bidart, no livro "Marketing Pessoal"


=====================================================

8 de mar de 2009

1. As pessoas são ilógicas, irracionais e egocêntricas. Ame-as, apesar de tudo.

2. Se você fizer o bem, as pessoas o acusarão de ter motivos egoístas ocultos. Faça o bem, apesar de tudo.

3. Se você tiver sucesso, ganhará falsos amigos e inimigos verdadeiros. Busque o sucesso, apesar de tudo.

4. O bem que você faz hoje será esquecido amanhã. Faça o bem, apesar de tudo.

5. A honestidade e a franqueza o tornarão vulnerável. Seja honesto e franco, apesar de tudo.

6. Os maiores homens e mulheres com as maiores idéias podem ser eliminados pelos menores homens e mulheres com as mentes mais estreitas. Pense grande, apesar de tudo.

7. As pessoas favorecem os oprimidos, mas seguem somente os bem-sucedidos. Lute por alguns oprimidos, apesar de tudo.

8. Aquilo que você passa anos construindo poderá ser destruído da noite para o dia. Construa, apesar de tudo.

9. As pessoas realmente precisam de ajuda, mas poderão atacá-lo se você as ajudar. Ajude as pessoas, apesar de tudo.

10. Dê ao mundo o melhor de você e levará um soco na cara. Dê ao mundo o melhor de você, apesar de tudo.

Por mais paradoxal que possa parecer, dê sempre o seu melhor, seja sempre você apesar de tudo, a sua consciência vai agradecer.

(Desconhecido a autoria )


===================================

7 de mar de 2009

Guarda sempre
A confiança em Deus e em ti mesmo.
A consciência tranqüila,
O tempo ocupado no melhor a fazer,
A palavra construtiva,
A oração com trabalho,
A esperança em serviço,
A paciência operosa,
A opinião desapaixonada,
A bênção da compreensão,
A participação no progresso de todos,
A atitude compassiva,
A verdade iluminada de amor,
O esquecimento do mal,
A fidelidade aos compromissos assumidos,
O perdão incondicional das ofensas,
O devotamento ao estudo,
O gesto da simpatia,
O sorriso de encorajamento,
O auxílio espontâneo ao próximo,
A simplicidade nos hábitos,
O espírito de renovação,
O culto da tolerância,
A coragem de olvidar-se para servir,
A perseverança no bem,
Conservemos semelhantes traços pessoais, na experiência do
dia a dia, e adquiriremos a ciência da paz íntima com o privilégio de
encontrar a felicidade pelo trabalho, no clima do amor.


(( André Luiz - Chico Xavier/ H.Pires ))



********************************************

6 de mar de 2009

SOCORRO

Nas horas serenas,
Agradecer a Deus.
Nos momentos de crise,
Confiar em Deus.
Nos instantes de indecisão,
Esperar por Deus.
Nos problemas de vida,
Soluções em Deus.
Ante injúrias e golpes,
Silencio e fé em Deus.
Nos erros e nas falhas,
Recomeçar com Deus.

Livro: Deus Sempre - Chico Xavier
Pelo espírito Emmanuel



*************************************

SOCORRO

Nas horas serenas,
Agradecer a Deus.
Nos momentos de crise,
Confiar em Deus.
Nos instantes de indecisão,
Esperar por Deus.
Nos problemas de vida,
Soluções em Deus.
Ante injúrias e golpes,
Silencio e fé em Deus.
Nos erros e nas falhas,
Recomeçar com Deus.

Livro: Deus Sempre - Chico Xavier
Pelo espírito Emmanuel



*************************************

5 de mar de 2009

Morangos
Talvez, ao me ouvir falar em felicidade, você se pergunte se eu não tenho problemas, se tudo dá sempre certo para mim, se nunca passei por uma grande dificuldade que me tenha deixado marcas, como ocorre com a maioria das pessoas.
É claro que sim, sou como todo mundo.
Tenho angústias, fico estressado, as pessoas às vezes me traem, mas eu procuro comer os morangos da vida.

Um sujeito estava caindo em um barranco e se agarrou às raízes de uma árvore. Em cima do barranco havia um urso imenso querendo devorá-lo. O urso rosnava, mostrava os dentes, babava de ansiedade pelo prato que tinha à sua frente. Embaixo, prontas para engoli-lo, quando caísse, estavam nada mais nada menos do que seis onças tremendamente famintas. Ele erguia a cabeça, olhava para cima e via o urso rosnando. Quando o urso dava uma folga, ouvia o urro das onças, próximas do seu pé. As onças embaixo querendo comê-lo e o urso em cima querendo devorá-lo. Em determinado momento, ele olhou para o lado esquerdo e viu um morango vermelho, lindo, com aquelas escamas douradas refletindo o sol. Num esforço supremo, apoiou seu corpo, sustentado apenas pela mão direita, e, com a esquerda, pegou o morango. Quando pôde olhá-lo melhor, ficou inebriado com sua beleza. Então, levou o morango à boca e se deliciou com o sabor doce e suculento. Foi um prazer supremo comer aquele morango
tão gostoso. Deu para entender?

Talvez você me pergunte: "Mas, e o urso?"

Dane-se o urso e coma o morango! E as onças?

Azar das onças, coma o morango! Se ele não desistir,
a onça ou o urso desistirão....

Às vezes, você está em sua casa no final de semana, com seus filhos e amigos, comendo um churrasco. Percebendo seu mau humor, sua esposa lhe diz: " Meu bem, relaxe e aproveite o Domingo! ". E você, chateado, responde: "Como posso curtir o Domingo se amanhã vai ter um monte de ursos querendo me pegar na empresa?"
Relaxe e viva um dia por vez: coma o morango.

Problemas acontecem na vida de todos nós, até o último suspiro. Sempre existirão ursos querendo comer nossas cabeças e onças a arrancar nossos pés. Isso faz parte da vida e é importante que saibamos viver dentro desse cenário. Mas nós precisamos saber comer os morangos, sempre. A gente não pode deixar de comê-los só porque existem ursos e onças.

Você pode argumentar:
"Eu tenho muitos problemas para resolver."
Problemas não impedem ninguém de ser feliz.

O fato de ter que conviver com chatos não é motivo para você deixar de gostar de seu trabalho.

Coma o morango, não deixe que ele escape.

Poderá não haver outra oportunidade de experimentar algo tão saboroso.

Saboreie os bons momentos.

Sempre existirão ursos, onças e morangos. Eles fazem parte da vida. Mas o importante é saber aproveitar o morango.
Coma o morango quando ele aparecer.

Não deixe para depois.
O melhor momento para ser feliz é agora.

O futuro é uma ilusão que sempre será diferente do que imaginamos.

As pessoas vêem o sucesso como uma miragem.
Como aquela história da cenoura pendurada na frente do burro que nunca a alcança. As pessoas visualizam metas e, quando as realizam, descobrem que elas não trouxeram felicidade.
Então, continuam avançando e inventam outras metas que também não as tornam felizes. Vivem esperando o dia em que alcançarão algo que as deixará felizes. Elas esquecem que a felicidade é construída todos os dias.

Lembre-se:
a felicidade não é algo que você vai conquistar fora de você...
Então, coma os morangos e seja feliz...
( Roberto Shinyashiki )

Emviado pelo amigo J Valdomiro
Forum Mineirim JB




========================================

2 de mar de 2009

UM RAIO DE LUZ...

O gabinete daquela escola de ensino médio
se convertera, por alguns momentos, em palco para uma cena constrangedora. Um aluno de 16 anos de idade
estava ali, sentado, cabeça baixa, pensamento em desalinho, aguardando a sentença final.
Os pais, desolados, olhavam em silêncio para o filho, sem saber o que dizer diante daquele momento acerbo.
Vários de seus professores já haviam dado seus depoimentos, todos desfavoráveis ao jovem rebelde.
Se o garoto fosse expulso seria um peso a menos na sua árdua obrigação de ensinar…
Se se livrassem daquele estorvo sua tarefa ficaria mais leve, talvez pensassem alguns daqueles educadores.
O silêncio enchia a pequena sala, quando chegou o último professor para dar seu parecer sobre a questão: era o professor de física.
Homem maduro, lúcido, educador por excelência, sentou-se e, antes de dizer qualquer palavra, olhou detidamente nos olhos de cada uma daquelas criaturas ali sentadas, e sentiu-se extremamente comovido diante da situação.
Como poderia ajudar a resolver a questão sem prejuízo para o seu aluno?
Afinal, para aquele nobre mestre, expulsar um aluno seria decretar a própria falência como educador.
Então, ele olhou carinhosamente para a mãe e perguntou: o que está havendo?
O que aconteceu para que a situação chegasse a esse ponto?
Tamanha era a vibração de ternura que emanava da voz suave do educador, que a mãe se sentiu amparada na sua desdita e decidiu falar.
Olhou com afeto para o filho, e, num tom de extremado carinho disse: meu filho!
O jovem, diante da pequena frase que ecoou em seu íntimo com mais força do que mil palavras de reprimenda, desatou a chorar…
Chorou e chorou, compulsivamente…
A comoção tomou conta do gabinete e as lágrimas rolaram quentes dos olhos daqueles pais sofridos, e também do professor e da diretora.
Após quase meia hora, as lágrimas foram cedendo lugar a um certo alívio, como se uma chuva de bênçãos tivesse lavado o travo de fel que pairava sobre a pequena assembléia…
Quebrando o silêncio, o garoto falou: mãe, posso lhe prometer uma coisa?
Vocês nunca mais virão à escola por motivos como este.
Um ano se passou, e a promessa que o jovem fez se cumpriu.
Um dia, o professor encontrou seu aluno no corredor da escola e lhe fez a pergunta que há muito desejava fazer: o que fez você mudar, aquele dia, no gabinete?
E o jovem respondeu, um tanto constrangido: é que minha mãe nunca havia me chamado de meu filho. Aquelas duas palavras, professor, pronunciadas pela minha mãe com uma sonoridade espiritual tão profunda, foram o suficiente para eu mudar o rumo da minha vida…
O rapaz se despediu e se foi, deixando o mestre absorto em seus pensamentos…
Em sua mente voltou a cena daquele dia distante, em que adentrou a pequena sala do gabinete…
Em suas conjecturas se perguntou sobre qual seria a situação daquele moço, se tivesse sido expulso da escola naquela oportunidade…
Pensou também na força da pequena frase: meu filho! E ficou a imaginar quão poderoso é o afeto de mãe.
E, como homem notável e admirável educador, concluiu, em seus lúcidos raciocínios: o dia que as mães quiserem, elas mudarão o mundo.
E foi assim que essa história teve um final feliz…
Um final feliz graças ao pequeno gesto de um professor…
Seu gesto foi como um raio de luz que penetrou aqueles corações com tamanha suavidade, que foi capaz de mudar para sempre a vida daquela família…
Pense nisso sempre que o seu parecer for solicitado diante de qualquer situação.


Equipe de Redação do Momento Espírita,
com base em palestra proferida pelo Prof. Raul Teixeira,
em Campo Largo-PR, no dia 10/12/05.



===========================================