30 de set de 2012



29 de set de 2012

QUE SOCIEDADE É ESSA?



Hoje acordei indignado. Tem dias que acordamos assim, com certa indignação por tudo a nossa volta.
Indignado com tantos sapos que nos fazem engolir.
Indignado com tanta mentira, tanto tapinha nas costas.
Indignado com tanta gente nas esquinas, pedindo uma moedinha.
Indignado com tanto subemprego em cada ponto de ônibus ou passarelas da nossa cidade.
É! Eu sei... Já parei para pensar:
Indignação, com camisa passada e roupa lavada é muito fácil de ter.
Indignação, com uma qualidade de vida acima dos padrões do nosso país é tranqüilo ter.
Acontece que as pessoas têm vergonha de se dizerem bem de vida, têm vergonha de se valorizarem como indivíduos.
As pessoas não querem se mostrar como elas realmente são e como vivem.
A maior indignação é o que a sociedade faz das pessoas, o que a sociedade transforma nas das pessoas.
Em geral, quem não vence na vida vê com desconfiança aquilo que seu semelhante conseguiu.
Ignoram o direito que também têm de conseguirem ser vitoriosos; preocupam-se com a vida alheia.
- Nosso vizinho deve estar metido em alguma falcatrua!
- Ele não trabalha, está sempre em casa!
Quanto mais fazem isso, quanto mais energias gastam com isso, mais se atolam.
Eu diria que depois da Igreja, o grande problema e o grande freio da humanidade é a sociedade.
Em nome dessa sociedade hipócrita, as pessoas são tolhidas de seus sonhos, achando que nunca terão nada na vida, a exemplo do que a maioria das pessoas simplórias diz:
- O que fazer? Deus quis assim.
- O dinheiro não traz a felicidade!
- Eu não sou ambicioso!
Em nome dessa sociedade, pessoas são doutrinadas a serem infelizes, pois a felicidade vem sempre acompanhada de tristezas, portanto, não dá para ser sempre feliz.
Não é o que dizem?
Em nome dessa sociedade, as pessoas devem aprender a baixar a cabeça para tudo e para todos; afinal, deve existir respeito. Respeito para com os poderosos, respeito para com os mais velhos; não é isso que nos ensinam ao longo da vida?
Em nome desse respeito, os poderosos, os gananciosos todos mais velhos - pois canalhas também envelhecem - somos massacrados por esse poder vil, por esse rio de sujeiras.
Vemo-nos alijados de coisas básicas em nossas vidas e cada vez mais esses senhores, que a sociedade nos ensina a respeitar, passam com suas comitivas de batedores ao lado das nossas janelas.
Em nome dessa sociedade, nossas crianças aprendem nos colégios de grife a cultivarem o preconceito pelos mais necessitados, achando que podem desrespeitar a todos que não se enquadram em sua classe social.
Em nome dessa sociedade, portadores de alguma necessidade especial são vítimas de preconceito, no seu convívio social e pouco ou nada se faz em favor de uma melhor qualidade de vida dessas pessoas.
Em nome dessa sociedade, moradores de rua são espancados e levados para lugares longínquos como se fossem cães sarnentos. Ensinam-nos a sermos medíocres, a não nos valorizarmos como cidadãos e como indivíduos; a não lutarmos por nossos ideais. Não queira isso para você! Valorize-se, acredite no seu sonho e no seu ideal de vida. Não seja medíocre como infelizmente tantos foram e tantos são. Conquiste seu espaço, não inveje o seu semelhante. Você pode ter tudo o que ele tem e até muito mais. Descubra-se, seja grande e seja você.!

A.D

======================================

28 de set de 2012

PORQUE AS PESSOAS FICAM JUNTAS...


"As pessoas ficam juntas porque, depois de muito procurar, encontram...
Alguém que lhes compreende e aceita.
Alguém com quem têm afinidades.
Alguém em quem podem confiar.
Alguém que demonstrou ser parceiro nas horas difíceis.

Alguém com quem se sentem à vontade no silêncio.
Alguém que tem humor suficiente pra tornar-lhes a vida mais leve, e inteligência suficiente para lhes ajudar a crescer.
Alguém com quem gostam de ficar conversando, com quem adoram ouvir música e que é um companheiro perfeito para pegar uma estrada.
Alguém que não exagera no ciúme, que não pesa o ambiente e que sabe pedir desculpas quando erra.
Alguém com quem é possível se comunicar só através do olhar. Que orienta naquelas horas em que se está perdido.
Alguém que não irá se mandar quando a rotina se impuser.

Alguém com quem conversar sobre livros e filmes e o seu dia.
Alguém que jamais explorará suas fraquezas. Que irá ser carinhoso em todas as situações e não apenas na hora do bem-bom.
Alguém sem mesquinhezas,sem vulgaridades, com valores bem definidos e com quem será divertido passar o resto da vida, ou alguma parte dela ".

((((( Martha Medeiros )))))

==================================

26 de set de 2012

REGRAS PARA A FELICIDADE ETERNA


O pior sentimento?
O rancor. 
A pior derrota ?
O desânimo.

O maior erro ?
O abandono.

A coisa mais fácil ? 
Errar .
O maior obstáculo ?
O medo.

O dia mais belo ?
Hoje.

A raiz de todos os males ? 
O egoísmo.
A distração mais bela ?
O trabalho.

A pessoa mais perigosa ?
A mentirosa.

A rota mais rápida ?
O caminho certo.

A primeira necessidade ?
Comunicar-se.

O maior mistério ?
A morte.

O pior defeito ?
O mau humor.

Os melhores professores ?
As crianças.

A maior felicidade ?
Ser útil aos demais.

O mais imprescindível ?
O lar.

A maior satisfação ?
O dever cumprido.

O presente mais belo ?
O perdão.

A proteção efetiva ?
O sorriso.

O melhor remédio ?
O otimismo.

As pessoas mais necessárias ?
Os pais.

A sensação mais agradável ?
A paz interior.

A força mais potente do mundo ?
A fé.

A mais bela de todas as coisas ?
O amor.


Colaboração: 

(( Bernadeth Ferreira ))

==========================================

23 de set de 2012

Preciso de alguém


Que me olhe nos olhos quando falo.
 Que ouça as minhas tristezas
  e neuroses com paciência.
  E, ainda que não compreenda, 
respeite os meus sentimentos.
 Preciso de alguém, que venha brigar ao
  meu lado sem precisar ser convocado; 
 alguém Amigo o suficiente para 
dizer-me as verdades que não quero ouvir, 
 mesmo sabendo que posso odiá-lo por isso. 
 Nesse mundo de céticos,
  preciso de alguém que creia, nessa coisa misteriosa,
  desacreditada, quase impossível : 
 - A Amizade.
 Que teime em ser leal, simples e justo,
 que não vá embora se algum dia eu
perder o meu ouro e não 
for mais a sensação da festa. 
Preciso de um Amigo que receba
  com gratidão o meu auxílio, 
a minha mão  estendida,
  mesmo que isto seja muito
  pouco para suas necessidades.
  Preciso de um Amigo que 
também seja companheiro, 
nas farras e pescarias, 
  nas guerras e alegrias,
 e que no meio da tempestade, 
grite em coro comigo :
 " Nós ainda vamos rir
  muito disso tudo " e ria muito.
 Não pude escolher aqueles
  que me trouxeram ao mundo, 
mas posso escolher meu  Amigo.
E nessa busca empenho 
a minha própria alma, 
pois com uma Amizade Verdadeira,
  a  vida se torna mais simples,
 mais rica e mais bela . . .


(( Charlie Chaplin ))

=========================

Pacto com a Felicidade



De hoje em diante todos os dias ao acordar, direi:
Eu hoje vou ser Feliz!
Vou lembrar de agradecer ao sol,
 pelo seu calor e luminosidade, sentirei que estou vivendo, respirando.
Posso desfrutar de todos os
 recursos da natureza gratuitamente.
Não preciso comprar o canto dos pássaros,
 nem o murmúrio das ondas do mar. 
  Lembrarei de sentir a beleza das árvores, das flores,
 e a suavidade da brisa da tarde. 
  Vou sorrir mais, sempre que puder.
Vou cultivar mais amizades e neutralizar as inimizades.
Não vou julgar os atos dos meus semelhantes ou companheiros,vou aprimorar os meus. 
Lembrarei de ligar para alguém
 para dizer que estou com saudades.
Reservarei minutos de silêncio
para ter a oportunidade de ouvir.
Não vou lamentar nem amargar as injustiças,
vou pensar no que posso fazer 
para diminuir seus efeitos.
Terei sempre em mente que um minuto 
passado, não volta mais,
Vou viver todos os minutos proveitosamente,
Não vou sofrer por antecipação 
prevendo futuros incertos,
Nem com atraso, lembrando de
 coisas sobre as quais não tenho mais ação.
Não vou pensar no que não tenho
 e que gostaria de ter,
mas em como posso ser feliz
 com o que possuo,
e o maior bem que possuo é a própria vida.
Vou lembrar de ler uma poesia
 e de ouvir uma canção,
vou dedicá-las a alguém.
Vou fazer alguma coisa para alguém,
 sem esperar nada em troca,
apenas pelo prazer de ver alguém sorrir.
Vou lembrar que existe alguém que me quer bem,
vou dedicar uns minutos de pensamento
 para os que já se foram,
para que saibam que serão sempre 
uma doce lembrança,
até que venhamos a nos encontrar outra vez.
Vou procurar dar um pouco de alegria para alguém,
especialmente quando sentir que a tristeza e o desânimo querem se aproximar.
E, quando a noite chegar,
 vou olhar para o céu, para as estrelas e para o luar e  agradecer aos Anjos e a Deus, porque Hoje eu fui feliz.

Copiado do Site

=============================================

SONHAR POSITIVAMENTE



      Pudera eu ter a capacidade de levar aos que sofrem 
uma palavra certa
            que atinja sempre o ponto
 exato de cada problemática.
  Tantas dores, tantas dúvidas,
tantas incompreensões...
Pudera eu ter a luz para todos os problemas.
Tantas tristezas, tantas
angústias.
Oh, meu Deus! As dificuldades e os
sofrimentos são tantos.
Pudera eu visualizar um mundo sem guerras,
sem ódios, um mundo em que
todos se amassem, se respeitassem e
dignificassem o Criador com ações
   enquadradas no mais puro sentimento de alegria,
felicidade e amor.
      Já que eu não tenho a capacidade,
acho que só existe um caminho:
     Amem-se sem distinção de raças,
  crenças e sem tudo aquilo que o homem
inventou para viver em conflitos e desunião.
  Façam sempre o bem sem olhar a quem.
     Já imaginaram se todos procurassem ser bons?
Tenho certeza que seria maravilhoso
e não teríamos tanta tristeza que
assola este mundo.
Acho que vale a pena sonhar pelo
lado positivo dos fatos, vocês não acham?

( um anjo de luz )

======================================

20 de set de 2012




O QUE VOCÊ QUER SER QUANDO CRESCER?


 
Em sala de aula a professora pergunta aos seus alunos: - O que vocês querem ser quando crescer? Várias crianças levantam a mão. Eu me sinto tímida, calada e com um frio imenso na barriga.
Alguém diz que quer ser médico, o outro bombeiro, outro engenheiro e outro, ainda, responde astronauta.  Continuo muda e rezando para que ninguém lembre que eu existo por conta da grande timidez que já fazia parte do meu mundinho. Quando naquele minuto de silêncio que demorou horas veio a pergunta crucial: - E Você, Rita Alonso? O que quer ser quando crescer? Senti meu rosto queimar, minha respiração ficar ofegante, mas num rompante inesperado, respirei fundo e com uma voz bem pequenininha consegui responder: - Quero ser professora!
A seguir a cena que nunca mais esqueceria em toda a minha vida: Uma gargalhada geral ecoou por toda a sala puxada pela própria “Tia Terezinha”, que complementou o horror da cena dizendo: - Minha filha, só se você quiser morrer de fome!
E, novamente, mais gargalhadas!
Nestes meus 20 anos em sala de aula na UNESA e em outras instituições, todas as vezes que me sinto cansada, desanimada, com vontade de desistir lembro deste triste e importantíssimo episódio que marcou definitivamente na escolha da minha carreira e, principalmente, me vêm à mente o sentimento de determinação e força de vontade para galgar um caminho que eu sempre tive certeza de ter absoluta vocação.
Poucos anos depois deste fato, conheci a professora Elisa. Ela era linda, decidida e revolucionária em seus métodos de ensino. Ensinou-nos o significado de palavras como “personalidade”, “determinação”, “sentimento”, “talento”... Ah, que saudades sinto desta professora principalmente quando ela resolveu ler o livro “Meu Pé de Laranja Lima” no finzinho das aulas. Cada dia um capítulo, cada dia uma lágrima...
Vejo este dois casos -duas professoras diferentes- como decisivos na vida do aluno, a importância da conscientização por parte dos professores de seu papel como formador de opinião, de caráter e, até, em muitos casos, de auxiliar da formação de personalidade. E mais ainda: a importância de nossas atitudes quando se fecha a porta e ficamos no palco de uma sala de aula.
Aos 14 anos comecei a dar aulinhas de recreação na antiga LBA (Legião Brasileira de Assistência) no Parque da Gávea e lá, ainda, ingressei num projeto na Secretaria Estadual de Educação, onde os alunos adultos assistiam num monitor à novela da Secretaria de Educação da “João da Silva” e após a novela educativa eu ministrava aulas de português, matemática, ciências... Logo a seguir entrei para o projeto MOBRAL, alfabetizando jovens e adultos. Desta experiência, a minha maior conquista foi ensinar uma senhora de 64 anos de nome D. Pedrina a ler e a escrever.
Até o dia em que peguei um ônibus e fui fazer minha inscrição para o vestibular nas “Faculdades Integradas Estácio de Sá” na Rua do Bispo.
Exatamente! A UNESA não era universidade ainda e só existia no Estácio. Consegui o segundo lugar do meu curso no vestibular. Terminei a primeira faculdade, fiz a segunda e ganhei bolsa para a pós-graduação. Comecei a dar aulas nos cursos extracurriculares, onde estou há 19 anos e em 2008 fui convidada a me integrar ao projeto de empreendedorismo.
Minha área é RH. Sou funcionária da Riotur há 23 anos, lotada na Prefeitura do Rio de Janeiro há 18 anos.
Sou consultora de RH, ministro palestras e oficinas na área motivacional. Criei o site “ritaalonso.com.br” que engloba artigos da área.
Amo o que faço e tenho um prazer imenso em lecionar. Nestes tantos anos como professora conheci centenas de alunos e a melhor recompensa é, às vezes, cruzar a Av. Rio Branco ou estar num supermercado e ouvir alguém chamar: - Oi, Prof. Rita Alonso!
E isto não tem preço!
Além de provar para a “Tia Terezinha” que vim, vi e venci porque este era o meu talento.  E que aos nove anos eu já sabia o que eu ia ser quando crescesse.

Abraços e fiquem bem...

Prof. Rita Alonso

www.ritaalonso.com.br

========================================

19 de set de 2012

A PAZ QUE TRAGO EM MEU PEITO


            A paz que trago hoje em meu peito é diferente da paz que eu sonhei um dia... Quando se é jovem ou imaturo, imagina-se que ter paz é poder fazer o que se quer, repousar, ficar em silêncio e jamais enfrentar uma contradição ou uma decepção. 
            Todavia, o tempo vai nos mostrando que a paz é resultado do entendimento de algumas lições importantes que a vida nos oferece. A paz está no dinamismo da vida, no trabalho, na esperança, na confiança, na fé... 
            Ter paz é ter a consciência tranqüila, é ter certeza de que se fez o melhor ou, pelo menos, tentou... Ter paz é assumir responsabilidades e cumpri-las, é ter serenidade nos momentos mais difíceis da vida.Ter paz é ter ouvidos que ouvem, olhos que vêem e boca que diz palavras que constroem. 
            Ter paz é ter um coração que ama... Ter paz é brincar com as crianças, voar com os passarinhos, ouvir o riacho que desliza sobre as pedras e embala os ramos verdes que em suas água se espreguiçam... Ter paz é não querer que os outros se modifiquem para nos agradar, é respeitar as opiniões contrárias,  é esquecer as ofensas.
            Ter paz é aprender com os próprios erros, é dizer não quando é não que se quer dizer... Ter paz é ter coragem de chorar ou de sorrir quando se tem vontade... É ter forças para voltar, pedir perdão, refazer o caminho, agradecer... 
            Ter paz é admitir a própria imperfeição e reconhecer os medos, as fraquezas, as carências...  A paz que hoje trago em meu peito é a tranqüilidade de aceitar os outros como são, e a disposição para mudar as próprias imperfeições. É a humildade para reconhecer que não sei tudo e aprender até com os insetos... É a vontade de dividir o pouco que tenho e não me aprisionar ao que não possuo. É melhorar o que está ao meu alcance, aceitar o que não pode ser mudado e ter lucidez para distinguir uma coisa da outra.
            É admitir que nem sempre tenho razão e, mesmo que tenha, não brigar por causa disso. A paz que hoje trago em meu peito é a confiança Naquele que criou e governa o mundo... A certeza da convicção de que receberei, das leis soberanas da vida, o que a elas tiver oferecido.

A.D

==================================================

17 de set de 2012

FÁBULA DA VERDADE


Um dia, a Verdade andava visitando os homens sem roupas e sem adornos, tão
nua como o seu nome.E todos que a viam viravam-lhe as costas de vergonha
ou de medo e ninguém lhe dava as boas vindas.
Assim, a Verdade percorria os confins da Terra, rejeitada e desprezada.

Uma tarde, muito desconsolada e triste, encontrou a Parábola, que passeava alegremente, num traje belo e muito colorido.
- Verdade, por que estás tão abatida? - perguntou a Parábola.
- Porque devo ser muito feia já que os homens me evitam tanto!
- Que disparate! - riu a Parábola - não é por isso que os homens te evitam.
Toma, veste algumas das minhas roupas e vê o que acontece.

Então a Verdade pôs algumas das lindas vestes da Parábola e, de repente,
por toda à parte onde passa era bem-vinda.
- Pois os homens não gostam de encarar a Verdade nua; eles a preferem disfarçada.

(Conto Judaico)

Confúcio


Uma vez perguntaram a Confúcio:

"O que o surpreende mais na humanidade?"

Confúcio respondeu:

"Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro e depois perdem o dinheiro para recuperá-la.
Por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem o presente, de tal forma que acabam por não viver no presente nem no futuro.
Vivem como se nunca fossem morrer e morrem como se não tivessem vivido..."


=================================================================

16 de set de 2012

QUANDO EU FICAR VELHO...


No quarto do hospital, onde a esposa estava internada sob tratamento intensivo, com vários equipamentos ligados ao seu corpo, monitorando cada sinal vital, o esposo a observava, com ar de tristeza. A filha se esmerava em cuidados e carinho junto ao leito da mãe. De repente, o marido aproximou-se da filha e lhe disse, com convicção: quando eu ficar velho, desejo estar numa cidade onde não tenha hospitais, pois não quero ficar dessa maneira, sob um leito, totalmente dependente. Um desejo natural, com certeza, que muitos de nós alimentamos.
O que vale a pena ressaltar, é que o esposo tem 92 anos de idade... E não se acha velho... Porque velho ele realmente não é, apesar de ser idoso. Ele é um nobre e dedicado advogado que mantém o mesmo entusiasmo e motivação da sua mocidade. Com sua jovialidade, de espírito lúcido, não se deixou levar pela idade... Não permitiu que a soma dos anos lhe pesassem sobre os ombros, sempre eretos e dispostos às responsabilidades que a vida lhe apresenta. Ele já viveu 92 primaveras no corpo físico, mas não é um velho. Já teve muitas desilusões, como todo mundo, mas não permitiu que isso o tornasse amargo. Ele assistiu duas guerras mundiais, mas não deixou que seus sonhos fossem soterrados sob os escombros da violência. Aceitou as dificuldades da caminhada como desafios, e nunca como obstáculos a impedir seus passos na estrada da evolução.
Usou sempre a moderação como guia seguro nas horas de decisão. Jamais se deixou levar pelos apelos da inferioridade que arrastam muitos homens pelas veredas da desonra. Um homem íntegro, bom esposo, bom pai, bom irmão e amigo, um cidadão correto. É um espírito valente, respeitador dos valores morais; é um grande homem. Por todas essas razões ele não é um velho...
Para ser velho não precisa ser idoso, basta fechar-se na concha escura do egoísmo, dos preconceitos, da vilania, do orgulho. Existem pessoas de pouca idade que estão com a alma enrugada pela corrupção, pela prepotência, pela soberba, pela violência interna, pela deslealdade, pela depressão. São jovens na idade mas esclerosados nos sentidos. Não estão dispostos a renovar atitudes, a aprender novas lições, a libertar-se dos preconceitos e dos vícios aos quais se acorrentam cada vez mais. Têm corpo jovem e mente envelhecida, cristalizada em idéias das quais não abrem mão.
Dessa forma, podemos entender que juventude e velhice são estados d'alma, independentes da idade cronológica. Jovem é todo aquele que tem disposição de viver, de crescer, de rever atitudes e aprender sempre.
Jovem é quem tem esperança, quem aposta na vida, quem enfrenta desafios com um sorriso nos lábios e fé no futuro.

AD

=======================================

14 de set de 2012

Momentos

Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém
que o que mais queremos é tirar esta pessoa de nossos
sonhos e abraçá-la.
Sonhe com aquilo que você quiser.
Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida
e nela só temos uma chance de fazer aquilo que queremos.


 


Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.




Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.
As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem
em seus caminhos.


 


A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam.
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem a importância das pessoas
que passam por suas vidas.


 


O futuro mais brilhante é baseado num passado
intensamente vivido.
Você só terá sucesso na vida quando perdoar os erros e
as decepções do passado.
A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar duram
uma eternidade.
A vida não é de se brincar, porque em um belo dia se morre.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

A.D

================================================

12 de set de 2012

Recomeçar


Sempre é tempo de recomeçar.
Em qualquer situação podemos abrir novas portas, conhecer novos lugares, novas pessoas, ter outros sonhos.
Renovar o nosso compromisso com a vida e assim, renascer para a vida e alcançar a felicidade.
Não importa quem te feriu, o importante é que você ficou.
Não interessa o que te faltou, tudo pode ser conquistado.
Não se ligue em quem te traiu, você foi fiel.
Não se lamente por quem se foi, cada um tem seu tempo.
Não reclame da dor, ela é a conselheira que nos chama de volta ao caminho.
Não se espante com as pessoas, cada um carrega dentro de si, dores e marcas que alteram o seu comportamento, ora estamos felizes e transbordamos de alegria e paz, ora estamos melancólicos e só queremos ficar sozinhos...
O mundo está cheio de novas oportunidades, basta olhar para a terra depois da chuva.
Veja quantas plantinhas estão surgindo, como o verde se espalha mais bonito e forte depois da tempestade.
As portas se abrem para os que não tem medo de enfrentar as adversidades da vida, para os que caíram, mas se levantam com o brilho de vitória nos olhos.
Todo o caminho tem duas mãos, uma que seguimos ainda com passos inseguros, com medo, porque não sabemos ainda o que vamos encontrar lá na frente, na volta, mesmo derrotados, já sabemos o que tem no caminho, e quando um dia, resolvemos enfrentar os nossos medos e fazer essa viagem novamente, somos mais fortes, nossos passos são mais firmes, já sabemos onde e como chegar ao destino, o destino é a vitória, o seu destino é ser feliz, eu creio nisso, e você?
Você está pronto para recomeçar?
O caminho está a tua espera, pé na estrada, coloque um sonho na alma, fé no coração e esperança na mochila, a vida se enche de novidades para os que se aventuram na viagem que conduz a verdadeira liberdade

AD

=========================================================

11 de set de 2012

EXISTEM DUAS DORES DE AMOR




Existem duas dores de amor: A primeira é quando a relação termina e a gente, seguindo amando, tem que se acostumar com a ausência do outro, com a sensação de perda, de rejeição e com a falta de perspectiva, já que ainda estamos tão embrulhados na dor que não conseguimos ver luz no fim do túnel.
A segunda dor é quando começamos a vislumbrar a luz no fim do túnel.
A mais dilacerante é a dor física da falta de beijos e abraços, a dor de virar desimportante para o ser amado. Mas, quando esta dor passa, começamos um outro ritual de despedida: a dor de abandonar o amor que sentíamos.
A dor de esvaziar o coração, de remover a saudade, de ficar livre, sem sentimento especial por aquela pessoa.
Dói também... Na verdade, ficamos apegados ao amor tanto quanto à pessoa que o gerou.
Muitas pessoas reclamam por não conseguir se desprender de alguém. É que, sem se darem conta, não querem se desprender.
Aquele amor, mesmo não retribuído, tornou-se um souvenir, lembrança de uma época bonita que foi vivida... Passou a ser um bem de valor inestimável, é uma sensação à qual a gente se apega. Faz parte de nós. Queremos, logicamente, voltar a ser alegres e disponíveis, mas para isso é preciso abrir mão de algo que nos foi caro por muito tempo, que de certa maneira entranhou-se na gente, e que só com muito esforço é possível alforriar. É uma dor mais amena, quase imperceptível.
Talvez, por isso, costuma durar mais do que a 'dor-de-cotovelo' propriamente dita. É uma dor que nos confunde. Parece ser aquela mesma dor primeira, mas já é outra.
A pessoa que nos deixou já não nos interessa mais, mas interessa o amor que sentíamos por ela, aquele amor que nos justificava como seres humanos, que nos colocava dentro das estatísticas: "Eu amo, logo existo".
Despedir-se de um amor é despedir-se de si mesmo. É o arremate de uma história que terminou, externamente, sem nossa concordância, mas que precisa também sair de dentro da gente... E só então a gente poderá amar, de novo.

Colabora: Rita Morcerf

==============================

9 de set de 2012

AS DOENÇAS E VOCÊ


 Você sabia que todas as doenças que temos são criadas por nós ? Que somos 100% responsáveis por tudo de ruim que acontece no nosso organismo?
"Todas as doenças tem origem num estado de não-perdio", diz a psicóloga americana Louise L. Hay:
Sempre estamos doentes, necessitamos descobrir quem precisamos perdoar.
Quando estamos empacados num certo ponto, significa que precisamos perdoar mais.
Pesar, tristeza, raiva e vingança são sentimentos que vieram de um espaço onde não houve perdão.
Perdoar dissolve o ressentimento. A seguir, você vai conhecer uma relação de algumas doenças e suas prováveis causas, elaboradas pela psicóloga Louise. Reflita, se não vale a pena tentar evitá-las:

DOENÇAS CAUSAS

AMIGDALITE .......................Emoções reprimidas,criatividade sufocada
ANOREXIA .....................................Ódio externo de si mesmo.
APENDICITE .................................. Medo da vida. Bloqueio do fluxo do que é bom
ARTERIOSCLEROSE .................... Resistência. Recusa em ver o bem
ARTRITE ............................ Critica conservada por longo tempo
ASMA ...............................................Sentimento contido, choro reprimido
BRONQUITE ..............................Ambiente família inflamado. Gritos, discussões
CÂNCER ..........................................Magoa profunda, tristezas mantidas por muito tempo
COLESTEROL ..............................Medo de aceitar a alegria
DERRAME .......................................Resistência. Rejeição a vida
DIABETES .......................................Tristeza profunda
DIARRÉIA ....................................... Medo, rejeição, fuga
DOR DE CABEÇA ..........................Autocrítica, falta de autovalorização
ENXAQUECA .................................Medos sexuais. Raiva reprimida.Pessoa perfeccionista
FIBROMAS .....................................Alimentar mágoas causadas pelo parceiro
FRIGIDEZ .........................................Medo. Negação do prazer
GASTRITE .......................................Incerteza profunda. Sensação de condenação
HEMORRÓIDAS .............................Medo de prazos determinados. Raiva do passado
HEPATITE ........................................Raiva, ódio. Resistência a mudanças
INSÔNIA ..........................................Medo, culpa
LABIRINTITE ...................................Medo de não estar no controle
MENINGITE .....................................Tumulto interior,.Falta de apoio
NÓDULOS ........................................Ressentimento., Frustração. ego ferido
PELE (ACNE) ....................................Individualidade ameaçada.Não aceitar a si mesmo
PNEUMONIA ....................................Desespero. Cansaço da vida
PRESSÃO ALTA ................................Problema emocional duradouro não resolvido
PRESSÃO BAIXA ..............................Falta de amor em criança. Derrotismo
PRISÃO DE VENTRE ........................Preso ao passado. Medo de não ter dinheiro suficiente
PULMÕES ..........................................Medo de absorver a vida
QUISTOS ............................................Alimentar mágoa,. Falsa evolução
RESFRIADOS .............................Confusão mental,desordem,mágoas
REUMATISMO ...................................Sentir-se vitima. Falta de amor. Amargura
RINITE ALÉRGICA ............................. Congestão emocional. Culpa, crença em perseguição
RINS ....................................................Crítica, desapontamento, fracasso
SINUSITE ............................................Irritação com pessoa próxima
TIRÓIDE .............................................Humilhação
TUMORES ...........................................Alimentar mágoas. Acumular remorsos
ÚLCERAS ............................................Medo. Crença de não ser bom o bastante
VARIZES ..............................................Desencorajamento. Sentir-se                                                                                                                                              sobrecarregado

Recebemos da amiga Dolores Santos - Carapicuiba/SP

=================================

4 de set de 2012

ENCONTREI SEU CÃO

Hoje encontrei seu cão. Não, ele não foi adotado por ninguém. Aqui por perto a maioria das pessoas já tem vários cães e quem não tem nenhum não quer um cão. Eu sei que você esperava que ele encontrasse um bom lar quando o deixou aqui, mas ele não encontrou. Quando o vi pela primeira vez ele estava bem longe da casa mais próxima, sozinho, com sede, magro e mancando por causa de um machucado na pata.

Eu queria tanto ser você no momento em que parei na frente dele! Então poderia ver sua cauda abanando e seus olhos brilhando ao pular em teus braços, pois ele sabia que você o encontraria, sabia que você não o esqueceria. Poderia ver o perdão nos olhos dele por todo sofrimento e dor que passara na interminável jornada à tua procura. Mas eu não era você. E apesar de minhas tentativas de convencê-lo a se aproximar, os olhos dele viam um estranho. Ele não confiava em mim. Ele não se aproximava.

Então ele se virou e seguiu seu caminho, pois tinha certeza de que o caminho o levaria a você. Ele não entendia porque você não o estava procurando. Ele só sabia que você não estava lá, sabia que precisa te encontrar e que isso era mais importante do que comida, água ou o estranho que poderia lhe dar essas coisas.

Percebi que seria inútil tentar persuadi-lo ou segui-lo. Nem o nome dele eu sabia! Fui para casa, enchi um balde com água, coloquei comida numa vasilha e voltei para o lugar em que o encontrara. Não havia nem sinal dele, mas deixei a água e a comida debaixo da árvore onde ele estivera descansando ao abrigo do sol. Veja bem, ele não é um cão selvagem. Ao domesticá-lo, você tirou dele o instinto de sobrevivência nas ruas. Ele só sabe que precisa caminhar o dia todo. Ele não sabe que o sol e o calor podem custar-lhe a vida. Ele só sabe que precisa te encontrar.

Aguardei na esperança de que voltasse a buscar abrigo sob a árvore, na esperança de que a água e a comida fizessem com que confiasse em mim; assim poderia levá-lo para casa, cuidar do machucado da sua pata, dar-lhe um canto fresco para se deitar e ajudá-lo a entender que você não faria mais parte vida dele. Ele não voltou naquela manhã e a água e a comida permaneceram intocadas. Fiquei preocupada. Você deve saber que poucas pessoas tentariam ajudar teu cão. Algumas o enxotariam, outras chamariam a carrocinha que lhe daria o destino que você talvez achasse que o libertaria de todo o sofrimento pelo qual porventura estivesse passando.

Voltei ao mesmo lugar antes do anoitecer e não o encontrei. Na manhã seguinte, retornei e vi que a água e a comida continuavam intactas. Ah, se você estivesse aqui para chamá-lo pelo nome, tua voz lhe é tão familiar!

Comecei a caminhar na direção que ele havia tomado antes, mas sem muita esperança de encontrá-lo. Ele estava tão desesperado para te encontrar, que seria capaz de caminhar muitos quilômetros em 24 horas.

Horas mais tarde e a uma boa distância do lugar onde o vira pela primeira vez, finalmente encontrei seu cão. A sede já não o atormentava, sua fome fora saciada, suas dores haviam passado, o machucado da pata não o atormentaria mais. Seu cão estava morto. Livrara-se do sofrimento. Ajoelhei-me ao lado dele e amaldiçoei você por não estar ali antes para que eu pudesse ter visto brilho naqueles olhos vazios, nem que só por um instante. Rezei, pedindo que sua jornada o tivesse levado ao lugar que imagino você esperava que ele encontrasse. Se você soubesse por quanta coisa ele passou para chegar lá... E sofri, sofri muito, pois sei que se ele acordasse agora e se eu fosse você, os olhos dele brilhariam ao vê-lo e ele abanaria o rabo perdoando-o por tê-lo abandonado.

Autoria Desconhecida


=======================

3 de set de 2012

A CORÇA



Uma corça sedenta e exausta caminha pelo deserto. Logo, o animal avista a imagem de um lençol d'água sobre a areia. Começa a correr desesperada ao encontro da única substância que pode matar sua sede.

A corça é um animal de pequena estatura, arisco e de costume migratório. E uma característica interessante: a corça não suporta o confinamento.

É um animal dotado de olfato privilegiado que lhe possibilita sentir cheiro de água a quilômetros de distância. É capaz ainda de perceber, metros abaixo da superfície, a existência de um lençol de água.

Em regiões desérticas da África e do Oriente Médio, empresas construíram quilômetros de aquedutos sob a superfície terrestre. E as corças sedentas, ao pressentirem a água jorrando pelo interior dos dutos, correm por cima das tubulações na tentativa de encontrarem a nascente, ou então um possível local por onde essas águas pudessem ser alcançadas.

Certo poeta descreveu essa cena da corça farejando água, sob a areia do deserto, do seguinte modo: "Como suspira a corça pelas correntes das águas, assim, por ti, ó Deus, suspira a minha alma. A minha alma tem sede de Deus." (Sl 42.1-2.)

Note que nesta passagem, Davi faz uma comparação. A sede dele pelo Senhor era comparada ao anseio de uma corça pelas águas. Em se tratando de um homem "segundo o coração o de Deus", creio que esta comparação pode servir de parâmetro para nossa própria busca.

Mas, enfim, como é que a corça suspira e anseia pelas águas?

É com desespero. Gritando, correndo, buscando, farejando. Com sede. Com olfato privilegiado para localizar a fonte certa. Continuamente, todos os dias. Não se permitindo acomodar e fugindo do confinamento.

E nós? Estamos desesperados por Deus? Temos sede de sua presença? Temos corrido, buscado e nos desesperado por mais dele em nossas vidas? Temos buscado na fonte certa, diariamente? Ou temos nos contentado com a mediocridade do nosso "confinamento"?

Cada um de nós pode ter seu próprio "confinamento". Coisas que nos prendem e nos impedem de sair em busca da água fresca que tanto precisamos. Podem ser pessoas, situações ou até mesmo "pequenos reinos" que construímos para nós mesmos ("meu emprego", "meu ministério", "meu evento" etc.).

Precisamos, como a corça, sair e correr. Precisamos de olfato aguçado para ir à fonte certa, que é Cristo. Afinal de contas, existem fontes sem água (2Pedro 2.17), e nuvens sem água (Jd 1.12).

E lembremos das palavras do Mestre: "[...] Quem tem sede, venha; e quem quiser, receba de graça a água da vida." (Ap 22.17.)

Que o Senhor Deus tenha misericórdia de nós e nos guie.





Helder Assis
Integrante do Ministério de Louvor e Adoração "Sacrifício Vivo" – www.sacrificiovivo.com. Membro da Igreja Evangélica Capela do Calvário, em São Vicente (SP) e colaborador do portal Lagoinha.com
helder@sacrificiovivo.com

1 de set de 2012

ALMAS QUE SE ENCONTRAM...



Dizem que para o amor chegar não há dia, não há hora nem momento marcado para acontecer. 
Ele vem de repente e se instala no mais sensível dos nossos órgãos, o coração. Começo a acreditar que sim.
Mas percebo também que pelo fato deste momento não ser determinado pelas pessoas, quando chega, quase sempre os sintomas são arrebatadores.
Vira tudo às avessas e a bagunça feliz se faz instalada.
Quando duas almas se encontram o que realça primeiro não é a aparência física, mas a semelhança d'almas.
Elas se compreendem e sentem falta uma da outra.
Se entristecem por não terem se encontrado antes, afinal tudo poderia ser tão diferente.
No entanto sabem que o caminho é este e que não haverá retorno para as suas pretensões.
É como se elas falassem além das palavras, entendessem a tristeza do outro, a alegria, o desejo, mesmo estando em lugares diferentes.
Quando almas afins se entrelaçam passam a sentir saudade uma da outra num processo contínuo de reaproximação até a consumação.
Almas que se encontram podem sofrer bastante também, pois muitas vezes tais encontros acontecem em momentos onde não mais podem extravasar toda a plenitude do amor que carregam, toda a alegria de amar e querer compartilhar a vida com o outro, toda a emoção contida à espera do encontro fatal. Desejam coisas que se tornam quase impossíveis, mas que são tão simples de viver.
Como ver o pôr-do-sol, caminhar por uma estrada com lindas árvores, ver a noite chegar, ir ao cinema e comer pipocas, rir e brincar, brigar às vezes, mas fazer as pazes com um jeitinho muito especial.
Amar e amar, muitas vezes sabendo que logo depois poderão estar juntas de novo sem que a despedida se faça presente. Porém muitas vezes elas se encontram em um tempo e em um espaço diferentes do que suas realidades possam permitir.
Mas depois que se encontram ficam marcadas, tatuadas e ainda que nunca venham a caminhar para sempre juntas, elas jamais conseguirão se separar..



AD
=============================