30 de abr de 2012

PASSAGEM


 Estamos de passagem neste momento da vida, independente do seu dogma religioso ou qualquer tipo de crença, já que a eternidade pertence apenas a nossa alma. Somos seres caminhantes, obreiros de grandes histórias, viajantes do tempo em busca de um eldorado de felicidade, como forma de construir e gerar oportunidades que sirvam para a evolução de nosso eu interior.
 Porém, muitos ainda não despertaram para a sua verdadeira missão terrena. Muitos ainda não se encontraram.
 Devemos deixar um legado, uma reflexão, uma história ou um exemplo positivo a ser lembrado pelas próximas gerações. Deixar a sua marca nesta passagem é o mesmo que deixar o mundo louco de saudades de você. Quando este processo não se efetiva, vai ficar faltando algo nesta sua linda existência.
 A construção de novas obras é uma missão delegada a todos, para que o mundo entenda que valeu a pena você ter vivido, o que significa ter deixado marcas profundas no coração das pessoas.
        Comece hoje mesmo a construção da sua grande obra da vida: VOCÊ. Assim quando olhares para trás, verás que muitos seguirão os teus exemplos. Uma coisa eu tenho certeza: é muito bom ser lembrado!


Adonai

==============================

29 de abr de 2012

AS ÁGUIAS PARA FORA...





         
Quando as tempestades da vida surgem escuras à minha frente,
          Me recordo de maravilhosas palavras que uma vez eu li. E digo a mim mesmo: Quando pairarem nuvens ameaçadoras, não dobre suas asas e não fuja para o abrigo.
          Mas, faça como a águia, abra largamente as suas asas E decole para bem alto, Acima dos problemas que a vida traz.
          Pois a águia sabe que quanto mais alto voar, Mais tranqüilos e mais brilhantes tornam-se os céus.
          E não há nada na vida que Deus nos peça para carregar que nós não possamos levar planando Com as asas da oração.
          E ao olhar para trás Verá que a tempestade passou, você encontrará novas forças E ganhará coragem também.                                            

                         
 Helen Steiner Rice      

Colabora: Jacqueline Ferreira

=========================================================

28 de abr de 2012

Fazer caridade pode ser simples, mas é extremamente delicado, pois o nosso gesto não pode ser espalhafatoso, não adianta dar esmolas e pedir para os repórteres baterem a foto para sair no jornal de amanhã o quanto você é "bonzinho". Também, deve se cuidar para que a sua esmola, não crie um "acomodado da vida", pois a tendência de algumas pessoas é não se mexer se puder contar com uma ajuda certa, fácil e sem burocracia. Nesse caso a sua caridade passa a ser um estímulo para o ócio, para a preguiça e você, mesmo indiretamente, passa a ser responsável pelo fracasso dessa pessoa.Outro fator muito importante na caridade é a plena consciência de que a caridade já começou no seu lar, na sua vida, ou seja: largar tudo ao abandono para distribuir sopa aos moradores de rua e na sua casa não tem nem o jantar na mesa, nem explicação, nem lanche, não é caridade, é hipocrisia.

Faça a caridade sim, mas, faça aquela que começa na sua família, perdoe seus familiares, fale baixo, evite palavrões dentro do seu lar, evite bebidas alcoólicas, não fume dentro desse santuário que é a sua casa, proteja seus familiares, ame seu marido, sua esposa, seus filhos, seus animais de estimação, transforme o seu lar em um pedacinho do céu, convide Cristo para visitar sua casa diariamente através de orações de agradecimento, louvor e amor, faça a sua parte! Se cada um cuidasse de sua família, por mais pobre que seja, por piores que sejam as condições, se cada um lutar para banir os vícios, conversar mais e discutir menos, amar mais e brigar menos, respeitar a individualidade de cada um, amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo, a sociedade se transforma por si mesma, os hospitais vão esvaziar, os presídios vão se transformar em museus, o amor vai entrar na moda, a educação vai até incomodar, as drogas vão encalhar, as traições vão desaparecer, e o mundo finalmente conhecerá a paz!

Eu acredito em você e na sua capacidade de ressurgir das cinzas,
Deus abençoe a sua semana, o seu lar, a sua vida e te dê um lar restaurado, cheio de amor, de paz e harmonia.

Kaefeke


================================

26 de abr de 2012

DISTRIBUIR O TROCO

        "Minha rotina pela manhã inclui uma parada em uma loja
de conveniências para comprar o jornal.
Certa manhã, há pouco tempo, a conveniência da loja mostrou-se
inconveniente para as pessoas presas na fila atrás de dois pequenos
meninos.
Quando cheguei ao caixa para pagar pelo jornal, notei os dois garotos
em pé na frente da fila - uma fila que crescia a cada minuto.
O jovem atrás do caixa estava claramente irritado com os meninos
e disse para eles. - Olhem, vocês precisam de mais dezenove centavos
para pagar por este doce.
Se vocês não têm, vocês não levam.
E agora, o que vocês irão fazer?
       Eu assisti, como os pequenos meninos pareciam embaralhar os pés
sem articular uma palavra, apenas olhando fixamente para o caixa
com olhos entristecidos.
As pessoas esperando impacientemente na fila começaram a reclamar
ruidosamente . -  Como é que é! A fila anda ou não anda?  
        De repente, me senti na obrigação de intervir.
- Eu tenho os dezenove centavos, - gritei de minha posição na fila -
tome este dólar pelo meu jornal e use o troco para pagar pelo doce.
O jovem do caixa pareceu aliviado por ter o assunto resolvido.
Entreguei o dólar, sorrindo ao jovem do caixa e parti.
Enquanto fazia meu caminho até meu carro, uma pequena voz gritou
para mim.  - Ei, Senhora! Aquilo foi legal!
       Ele se foi.
Eu suponho que tinha sido um "obrigado" e gostei de pensar que
eu seria o assunto de suas conversas naquela manhã.
Eu era a "senhora legal" que salvou o dia pagando pelo doce
em um apressado e negligente mundo.
Fez-me sorrir imaginar que meu gesto clareou seu pequeno mundo,
mesmo que só por um momento. 
Quando cheguei a minha própria loja, eu me deleitava com minha
boa ação e procurava compartilhar minha história com minhas clientes.
Quando terminei de contar a história para um grupo de jovens,
uma delas virou-se para mim e disse. 
- Eu gosto de fazer pequenas coisas como esta,
também.
Quando eu paro para tomar meu café diário, eu deixo alguns centavos
no chão do estacionamento ou na calçada.
Algumas vezes eu fico em meu carro e observo para ver se alguém
encontra minhas moedas.
Sempre faz as pessoas sorrirem e faz meu dia mais alegre, também.
Eu tenho feito isto há anos.
        Eu não podia falar. Fazer alguém sorrir ao achar uns centavos
no estacionamento.
Talvez eu tenha sido uma das que receberam seu presente.
Ela admitiu timidamente que nunca tinha contado isto a ninguém.
       - E eu aqui, alardeando minha "generosidade".
Pensei comigo mesma. 
Eu aprendi que devemos fazer nossas boas ações sem fanfarra
e sem esperar reconhecimento.
        Humilhada, decidi não contar meu episódio matutino
para mais ninguém. Ficaria apenas entre Deus e eu.
       Naquela tarde, a caminho de casa, eu parei em um café para
comprar donuts.
Quando deixei a loja, notei uns brilhantes centavos na calçada.
Em vez de curvar-me e apanhá-los, eu ajoelhei e coloquei mais uma moeda.
Afinal, centavos são presentes de anjos e os
anjos sempre sorriem quando nós dividimos nosso troco.”

Um depoimento de Michele Starkey
=======================================

24 de abr de 2012

O Que possuimos..


É interessante anotar como desejamos, no mundo, tantas coisas, que nos parecem imprescindíveis.
 Quantas vezes, em meio às tarefas que nos cabem, na oficina de trabalho, não desejamos um emprego melhor?
 Pois é. Gostaríamos de um melhor ambiente de trabalho, um chefe menos rigoroso, uma carga horária menor, um salário maior.
 No entanto, centenas de pessoas anseiam somente por ter um emprego. Qualquer que fosse. Um salário mínimo, ao menos, para saírem da penúria total.
 Quantas vezes reclamamos dos pratos servidos no almoço e no jantar? Sempre a mesma coisa. Parece que a cozinheira está desprovida de idéias ou anda com preguiça.
 Entretanto, enquanto almejamos pratos mais sofisticados e variados, milhares, no mundo todo, desejam apenas um prato de comida.
 Olhamo-nos no espelho e reclamamos da cor dos olhos. Como seria bom se tIvéssemos olhos claros. Ou escuros. Mais esverdeados.
 Contudo, inúmeras criaturas aguardam simplesmente a oportunidade de enxergar. Anseiam por uma córnea, uma cirurgia que os libere da cegueira em que se encontram.
 Encantamo-nos com as vozes do cantor, do locutor e desejaríamos ter uma voz bonita, cristalina. Ou encorpada, máscula.
 Ao nosso lado, porém, caminham muitos que desejariam apenas ter a ventura de falar, em qualquer tom.
 Pensamos, olhando nossos pais, que seria muito bom se eles fossem mais esclarecidos, tivessem diplomas universitários, conhecessem o mundo.
 Tivessem, enfim, uma visão mais ampla do mundo.
 Seria tão bom! Mas, em nosso mesmo bairro, existem dezenas de pessoas que almejariam simplesmente ter pais.
 Fossem eles iletrados, analfabetos, pobres de entendimento. Mas que estivessem ao seu lado para amá-los.
 Reclamamos da rua barulhenta em que se situa a nossa casa, do cachorro do vizinho que late toda noite, perturbando-nos o sono.
 Desejaríamos silêncio. Um bairro tranqüilo, cães disciplinados, ruas sem trânsito. Muito silêncio para nossa leitura, nosso descanso, nosso lazer.

Nem nos damos conta que centenas de criaturas almejam ardentemente, simplesmente ouvir. O que quer que seja. O ruído do trânsito, o apito das fábricas, a gritaria da criançada.
 Qualquer coisa, contanto que pudessem ouvir.
 Olhamos, com olhos de desejo, as vitrinas abarrotadas de sapatos lindos. Modelos recém chegados. Lançamentos.
 Gostaríamos tanto que nosso orçamento nos permitisse comprar um novo par. Afinal, os nossos já andam um pouco gastos e fora de moda.
 Enquanto olhamos para nossos pés, desejando novos sapatos, muitos contemplam os próprios membros inferiores, desejando apenas ter pés.
 Pensamos num carro novo, mais confortável. Um carro com porta-malas maior, que caiba mais coisas.
 Enquanto isso, bem próximo de nós, muitos apenas sonham com a possibilidade de se locomover de um lado a outro com as próprias pernas.
 É justo sonhar. É bom desejar melhorar o padrão de vida. Isto faz parte do progresso do ser humano.
 Entretanto, que esses anseios não se constituam em nossa infelicidade. Não esqueçamos de valorizar o que já temos.
 Valorizemos a possibilidade de andar, ouvir, enxergar, de nos locomover de um a outro lado, por nossa própria conta.
 Agradeçamos o emprego que nos permite o atendimento das nossas necessidades.
 Sejamos gratos pela nossa família, pequena ou grande. Ilustrada ou não.
 Agradeçamos, enfim, a Deus, pelo dom da vida. Por estar na terra, abençoada escola.
 Por respirar, por poder abraçar, por ter a quem abraçar.
 Agradeçamos simplesmente, por viver este dia.
 

Autor:
Texto da Equipe de Redação do Momento Espírita.

Colabore com a Melhoria da Humanidade:
Imprima cópias e distribua para pessoas que não tem acesso a computador e internet.
Clique aqui para imprimir.


Fonte momento de reflexão.

========================================================

23 de abr de 2012

A SERPENTE E O SÁBIO



Contam as tradições populares da Índia que existia uma serpente venenosa em certo campo. 
Ninguém se aventurava a passar por lá, receando-lhe o assalto. 
Mas um santo homem, a serviço de Deus, buscou a região, mais confiado no Senhor que em si mesmo. 
A serpente o atacou, desrespeitosa. 
Ele dominou-a, porém, com o olhar sereno, e falou: - Minha irmã, é da lei que não façamos mal a ninguém. 
A víbora recolheu-se, envergonhada. 
Continuou o sábio o seu caminho e a serpente modificou-se completamente. 
Procurou os lugares habitados pelo homem, como desejosa de reparar os antigos crimes. 
Mostrou-se integralmente pacífica, mas, desde então, começaram a abusar dela. 
Quando lhe identificaram a submissão absoluta, homens, mulheres e crianças davam-lhe pedradas. 
A infeliz recolheu-se à toca, desalentada. Vivia aflita, medrosa, desanimada. 
Eis, porém, que o santo voltou pelo mesmo caminho e deliberou visitá-la. 
Espantou-se, observando tamanha ruína. 
A serpente contou-lhe, então, a história amargurada. 
Desejava ser boa, afável e carinhosa, mas as criaturas perseguiam-na. 
O sábio pensou, pensou e respondeu após ouví-la: 
- Mas, minha irmã, ouve um engano de tua parte. 
Aconselhei-te a não morderes ninguém, a não praticares o assassínio e a perseguição, 
mas não te disse que evitasses de assustar os maus. 
Não ataques as criaturas de Deus, nossas irmãs no mesmo caminho da vida, 
mas defende a tua cooperação na obra do Senhor. 
Não mordas, nem firas, mas é preciso manter o perverso à distância, 
mostrando-lhe os teus dentes e emitindo os teus silvos. 




André Luiz/Chico Xavier

================================

Recomendamos este filme lindo.

Recomendamos a todos este lindo e maravilhoso filme. é um pouco longo mas vale a pena se sentar com a familia e assistir esta linda história.
Cavalo de Guerra, a aventura épica do diretor Steven Spielberg, é um conto de lealdade, esperança e tenacidade ambientado na arrebatadora paisagem da Inglaterra rural e da Europa durante a Primeira Guerra Mundial.

Cavalo de Guerra começa com a notável amizade entre um cavalo chamado Joey e um jovem chamado Albert, que o domestica e o treina. Quando eles são forçados a se separar, o filme acompanha a extraordinária jornada do cavalo, seguindo seus passos pela guerra, alterando e inspirando a vida daqueles que encontra – a cavalaria britânica, os soldados alemães, e um fazendeiro francês e sua neta, – antes que a história atinja o clímax emocional no coração da Terra de Ninguém.

22 de abr de 2012

OSMAR SANTOS



            Um dos grandes sonhos de minha vida era ser locutor esportivo. Vivia treinando em casa trabalhando a voz e principalmente a minha dicção. Por um destes encontros do destino, neste fim de semana no encontro do Rotary, em Poços de Caldas, tive a oportunidade de conhecer o grande narrador esportivo Osmar Santos. Acompanhado de seu amigo César Romão, conferencista consagrado em todo o Brasil, Osmar parecia uma criança feliz, alegre e radiante. O destino não lhe tornou infeliz mesmo tendo lhe tirado a sua principal ferramenta de trabalho: a voz. Na praça em frente ao nosso hotel ele brincava com a sua cadeira de rodas elétrica e com um jeito todo maroto despejava simpatia. A cada dia Osmar Santos se supera e brinda a todos com uma lição: não importa qual o destino que nos espera, o importante é mantermos a nossa essência a pleno vapor, independente do que possa acontecer. Osmar virou pintor e viaja pelo Brasil mostrando o seu novo talento.
          Este ser iluminado nos mostra que o importante nesta vida é sermos autênticos, coerentes e dignos. Esta são atitudes de pessoas vencedoras, determinadas e corajosas. São propriedades dadas aos escolhidos ou eleitos por Deus como forma de exemplo. Em vez de ficarmos reclamando, que tal encontrarmos uma nova maneira de mostrarmos as pessoas que a vida é bela. Para isto, basta um sorriso ou um gesto de carinho pelo próximo. Quando você tiver a oportunidade de conhecer as pinturas deste novo artista brasileiro, lembre-se de quanto valiosa.    

Roberto Shinyashiki 

=========================================================

21 de abr de 2012

Leia um bom livro...
vale a pena.....




"Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você estará fazendo o impossível."
(São Francisco de Assis)

"Eu sou feliz. Serei plenamente feliz, talvez, se chegar com sabedoria aos 60 anos. De qualquer forma, ainda tenho muita vida pela frente."
(Ayrton Senna)

"Estude a si mesmo, observando que o auto conhecimento traz humildade e sem humildade é impossível ser feliz." (Allan Kardec)

19 de abr de 2012

Familia

"Família é prato difícil de preparar. São muitos ingredientes. Reunir todos é um problema...

...Não é para qualquer um. Os truques, os segredos, o imprevisível. Às vezes, dá até vontade de desistir...
...Mas a vida... sempre arruma um jeito de nos entusiasmar e abrir o apetite. O tempo põe a mesa, determina o número de cadeiras e os lugares. Súbito, feito milagre, a família está servida.
Fulana sai a mais inteligente de todas. Beltrano veio no ponto, é o mais brincalhão e comunicativo, unanimidade. Sicrano, quem diria? Solou, endureceu, murchou antes do tempo. Este é o mais gordo, generoso, farto, abundante. Aquele, o que surpreendeu e foi morar longe. Ela, a mais apaixonada. A outra, a mais consistente...
...Já estão aí? Todos? Ótimo. Agora, ponha o avental, pegue a tábua, a faca mais afiada e tome alguns cuidados. Logo, logo, você também estará cheirando a alho e cebola. Não se envergonhe de chorar. Família é prato que emociona.. E a gente chora mesmo. De alegria, de raiva ou de tristeza.
Primeiro cuidado: temperos exóticos alteram o sabor do parentesco. Mas, se misturadas com delicadeza, estas especiarias, que quase sempre vêm da África e do Oriente e nos parecem estranhas ao paladar tornam a família muito mais colorida, interessante e saborosa.
Atenção também com os pesos e as medidas. Uma pitada a mais disso ou daquilo e, pronto: é um verdadeiro desastre. Família é prato extremamente sensível. Tudo tem de ser muito bem pesado, muito bem medido. Outra coisa: é preciso ter boa mão, ser profissional. Principalmente na hora que se decide meter a colher. Saber meter a colher é verdadeira arte.

Uma grande amiga minha desandou a receita de toda a família, só porque meteu a colher na hora errada.
O pior é que ainda tem gente que acredita na receita da família perfeita. Bobagem. Tudo ilusão. Não existe Família à Oswaldo Aranha; Família à Rossini, Família à Belle Manière; Família ao Molho Pardo (em que o sangue é fundamental para o preparo da iguaria). Família é afinidade, é à Moda da Casa. E cada casa gosta de preparar a família a seu jeito.
Há famílias doces. Outras, meio amargas. Outras apimentadíssimas. Há também as que não têm gosto de nada, seria assim um tipo de Família Dieta, que você suporta só para manter a linha. Seja como for, família é prato que deve ser servido sempre quente, quentíssimo. Uma família fria é insuportável, impossível de se engolir.
Enfim, receita de família não se copia, se inventa. A gente vai aprendendo aos poucos, improvisando e transmitindo o que sabe no dia a dia. A gente cata um registro ali, de alguém que sabe e conta, e outro aqui, que ficou no pedaço de papel. Muita coisa se perde na lembrança. Principalmente na cabeça de um velho já meio caduco como eu.
O que este veterano cozinheiro pode dizer é que, por mais sem graça, por pior que seja o paladar, família é prato que você tem que experimentar e comer. Se puder saborear, saboreie. Não ligue para etiquetas. Passe o pão naquele molhinho que ficou na porcelana, na louça, no alumínio ou no barro.
Aproveite ao máximo.

Família é prato que, quando se acaba, nunca mais se repete."
 
A.D
 
Enviado por Z-Couto/SP
 
===================================

18 de abr de 2012

Cores da Amizade



Houve uma vez que as cores do mundo começaram uma disputa entre si.
Cada uma reivindicava para si que era a melhor.
A mais importante. A mais útil. A favorita.

A cor Verde disse:

 "Claro que sou a mais importante. Eu sou sinal de vida e de esperança. Eu fui a escolhida para a grama, árvores e folhas. Sem mim, morreriam todos os animais. Examine o campo e verá que sou maioria".

 A cor Laranja, estando próxima, colocou a boca no trombone:

 "Eu sou a cor da saúde e força. Eu posso estar escassa, mas eu sou preciosa porque eu sirvo as necessidades da vida humana. Eu sou levada nas vitaminas mais importantes. Pense em cenouras, abóboras, laranjas e mamões. Eu não fico vadiando o tempo todo, mas quando eu encho o céu ao amanhecer ou ao pôr-do-sol, minha beleza é tão impressionante que ninguém mais pensa em qualquer uma de vocês".

A cor Azul interrompeu: ? "Você só pensa na terra, mas deve considerar o céu e o mar. A água é a base de vida e é retirada pelas nuvens do mar profundo. O céu dá espaço e paz e serenidade. Sem minha paz, você não seria nada".

A cor Rosa, já cheia de tudo, falou com grande pompa: ? "Eu sou a cor da realeza e do poder. Reis, chefes, e bispos sempre me escolheram, porque eu sou sinal de autoridade e sabedoria. As pessoas não me questionam! Elas escutam e obedecem".
A cor Azul Marinho, muito mais calma que todas as outras, mas da mesma maneira e com muita determinação, disse: ? "Pensem em mim. Eu sou a cor do silêncio. Vocês nem sempre me notam, mas sem mim todos vocês ficam superficiais. Eu represento o pensamento e a reflexão, crepúsculo e água profunda. Vocês precisam de mim para o equilíbrio e para o contraste, para a oração e para a paz interior".

A cor Vermelha não agüentou por muito tempo e gritou: ? "Eu governo todos vocês! Eu sou sangue ? o sangue da vida! Eu sou a cor do perigo e da coragem. Eu estou disposta a lutar por uma causa. Eu trago fogo no sangue. Sem mim, a terra estaria tão vazia quanto a lua. Eu sou a cor da paixão e do amor".
Finalmente, a cor Amarela riu: ? "Você é sempre tão séria! Eu trago risada, alegria, e calor para o mundo. O sol é amarelo, a lua é amarela, as estrelas são amarelas. Toda vez que se olha para um girassol, o mundo inteiro começa a sorrir. Sem mim, não haveria nada divertido".
E assim, as cores se ostentavam, cada uma se convencendo de sua superioridade. A disputa estava cada vez mais acirrada, quando, de repente, um flash surpreendente de um trovão iluminou tudo...

A chuva verteu implacavelmente. As cores se encolheram de medo, enquanto procuravam ficar mais perto uma das outras.

No meio do barulho, a chuva começou a falar:

- "Vocês, cores tolas, lutando entre si, cada uma tentando dominar as outras... vocês não sabem que cada cor traz um propósito especial? Nem igual e nem diferente? Dêem as mãos e venham a mim".

Fazendo como lhes fora dito, as cores se uniram e deram-se as mãos.
A chuva continuou:

- "De agora em diante, quando chover, cada uma de vocês se estirará pelo céu, em um grande arco colorido para lembrar que se pode viver em paz.

Criarão o Arco-Íris e ele será sempre um sinal de esperança".

 E assim, sempre que uma boa chuva lava o mundo, um Arco-Íris aparece no céu, mostrando a amizade e a paz entre as cores que dura até hoje e durará para sempre.

A.D

==============================================

17 de abr de 2012

Ensinamentos das MÃES DE ANTIGAMENTE:

 
Pra lembrar, e rir.
Coisas que nossas mães diziam e faziam...
Era uma forma, hoje condenada pelos educadores e psicólogos, mas funcionou com a gente e por isso não saímos seqüestrando a namorada, calculando a morte dos pais, ajudando bandido a sequestrar a mãe, não nos aproveitamos dos outros, não pegamos o que não é nosso, nem matando os outros por ai, etc...

Minha mãe ensinou aVALORIZAR O SORRISO...
"ME RESPONDE DE NOVO E EU TE ARREBENTO OS DENTES!"
Minha mãe me ensinou aRETIDÃO...
"EU TE AJEITO NEM QUE SEJA NA PANCADA!"

 
Minha mãe me ensinou aDAR VALOR AO TRABALHO DOS OUTROS...
"SE VOCÊ E SEU IRMÃO QUEREM SE MATAR, VÃO PRA FORA. ACABEI DE LIMPAR A CASA!"
Minha mãe me ensinouLÓGICA E HIERARQUIA...
"PORQUE EU DIGO QUE É ASSIM! PONTO FINAL! QUEM É QUE MANDA AQUI?"
 
Minha mãe me ensinou o que éMOTIVAÇÃO...
"CONTINUA CHORANDO QUE EU VOU TE DAR UMA RAZÃO VERDADEIRA PARA VC CHORAR!"

 
Minha mãe me ensinou a CONTRADIÇÃO...
" FECHA A BOCA E COME!"
 
Minha Mãe me ensinou sobreANTECIPAÇÃO...
"ESPERA SÓ ATÉ SEU PAI CHEGAR EM CASA!"

 
Minha Mãe me ensinou sobrePACIÊNCIA...
"CALMA!... QUANDO CHEGARMOS EM CASA VOCÊ VAI VER SÓ..."

Minha Mãe me ensinou aENFRENTAR OS DESAFIOS...
"OLHE PARA MIM! ME RESPONDA QUANDO EU TE FIZER UMA PERGUNTA!"

Minha Mãe me ensinou sobreRACIOCÍNIO LÓGICO...
"SE VOCÊ CAIR DESSA ÁRVORE VAI QUEBRAR O PESCOÇO E EU VOU TE DAR UMA SURRA!"

 
Minha Mãe me ensinou sobre oREINO ANIMAL...
"SE VOCÊ NÃO COMER ESSAS VERDURAS, OS BICHOS DA SUA BARRIGA VÃO COMER VOCÊ!"

 
Minha Mãe me ensinou sobreGENÉTICA...
"VOCÊ É IGUALZINHO AO SEU PAI!"

 
Minha Mãe me ensinou sobre minhasRAÍZES...
"TÁ PENSANDO QUE NASCEU DE FAMÍLIA RICA É?"

Minha Mãe me ensinou sobre aSABEDORIA DE IDADE...
"QUANDO VOCÊ TIVER A MINHA IDADE, VOCÊ VAI ENTENDER.."

Minha Mãe me ensinou sobreJUSTIÇA...
"UM DIA VOCÊ TERÁ SEUS FILHOS, E EU ESPERO ELES FAÇAM PRÁ VOCÊ O MESMO QUE VOCÊ FAZ PRA MIM! AÍ VOCÊ VAI VER O QUE É BOM!"
Minha mãe me ensinouRELIGIÃO...
"MELHOR REZAR PARA ESSA MANCHA SAIR DO TAPETE!"

Minha mãe me ensinou oBEIJO DE ESQUIMÓ...
"SE RABISCAR DE NOVO, EU ESFREGO SEU NARIZ NA PAREDE!"

Minha mãe me ensinouCONTORCIONISMO...
"OLHA SÓ ESSA ORELHA! QUE NOJO!"

Minha mãe me ensinouDETERMINAÇÃO...
"VAI FICAR AÍ SENTADO ATÉ COMER TODA COMIDA!"

Minha mãe me ensinou habilidades comoVENTRÍLOQUO...
"NÃO RESMUNGUE! CALA ESSA BOCA E ME DIGA POR QUE É QUE VOCÊ FEZ ISSO?"
Minha mãe me ensinou a SER OBJETIVO...
"EU TE AJEITO NUMA PANCADA SÓ!"

Minha mãe me ensinou aESCUTAR ...
"SE VOCÊ NÃO ABAIXAR O VOLUME, EU VOU AÍ E QUEBRO ESSE RÁDIO!"
Minha mãe me ensinou aTER GOSTO PELOS ESTUDOS...
"SE EU FOR AÍ E VOCÊ NÃO TIVER TERMINADO ESSA LIÇÃO, VOCÊ JÁ SABE!..."

Minha mãe me ajudou naCOORDENAÇÃO MOTORA...
"JUNTA AGORA ESSES BRINQUEDOS!! PEGA UM POR UM!!"

Minha mãe me ensinou osNÚMEROS...
"VOU CONTAR ATÉ DEZ. SE ESSE VASO NÃO APARECER VOCÊ LEVA UMA SURRA!"
Obrigadão, Mãe !!!
Eu não virei bandido.
 
Recebemos de Z-couto/SP - a quem agradecemos pelo envio

===================================

Faça aquilo que traz realização

Você se torna responsável quando age com responsabilidade. Você se torna maduro quando age com maturidade. Você se torna inteligente quando você age com inteligência.
Você se torna confiante quando age com confiança. Você se torna criativo quando age com criatividade.

O que você faria, agora, se fosse exatamente a pessoa que você quer ser? Faça-o e você será essa pessoa. O que você faria se tivesse tudo que sempre quis? Faça-o e você terá tudo isso.

Suas ações definem a pessoa que você é. Vencedores são pessoas que tomam as atitudes específicas que as tornam vencedores. Seja qual for seu desejo, não perca seu tempo tentando alcançá-lo. Em vez disso, "seja" seu desejo, "realize" seu desejo. Seja uma pessoa capaz de conseguir o que for que você deseje. Faça o que for preciso para alcançar seus desejos.

Não espere a realização aparecer de repente em sua vida. Isso nunca vai acontecer. Em vez disso, faça aquilo que traz realização e você a alcançará.

D.A

============================================

16 de abr de 2012

Atividades

Participe de algum programa social,
um curso de pós-graduação ou aprenda
uma língua estrangeira.
Busque algo que seja NOVO
para você e que o ajude a desenvolver
capacidades que você considera
deficitárias ou, ao contrário, algo
que aprimore ainda mais os seus pontos fortes:
atividades que estimulem seu espírito de equipe,
liderança ou que aumente o seu contato
com as pessoas, enfim, tudo o que pode
e deve ser aplicado no seu
dia-a-dia profissional.



Pessoas Diferentes

Quando perguntávamos aos entrevistados de uma pesquisa qual a razão da admiração que sentiam por quem consideravam "pessoas especiais", a resposta era quase sempre esta : Essa pessoa é "diferente!" E quando perguntávamos: -"Diferente" em quê? A resposta era quase sempre: -"Diferente" em tudo!

De fato, as pessoas especiais, sejam elas o que forem, são "diferentes" das demais.
Elas pensam de forma diferente.
Agem de forma diferente.
Enxergam a vida e o mundo de maneira diferente.
Elas são mais positivas.
Acreditam em si próprias.
Conseguem enxergar oportunidades nas crises.
Elas participam mais.
Comprometem-se mais.
Terminam as coisas que começam.
Dão atenção aos detalhes em tudo o que fazem.
São polidas e educadas e além da "boa intenção" tem muita sensibilidade e empatia para colocar-se no lugar das outras pessoas.
Elas ouvem, mais do que falam.
Elas respeitam as opiniões alheias.
Elas sabem dizer "eu não sei" e dizem com freqüência "eu não compreendi...". São pessoas simples e objetivas.
Não usam vocabulário rebuscado e complexo.
Falam e agem com simplicidade e têm muito foco em tudo o que fazem.
Daí a "diferença".
A diferença positiva está mais na simplicidade do que na complexidade, mais na humildade do que na arrogância, mais no "ser" do que no "ter".

A.D

Fonte desta - http://magiadasmensagens.com.br/reflexao/pessoas-diferentes-716.html

==============================

O Taxista

Há vinte anos, eu ganhava a vida como motorista de táxi.
Encontrei pessoas cujas vidas surpreenderam-me, enobreceram-me, fizeram-me rir e chorar.
Nenhuma tocou-me mais do que a de uma velhinha que eu peguei tarde da noite.
Era agosto.
Eu havia recebido uma chamada de um pequeno prédio de tijolinhos de quatro andares, em uma rua tranqüila de um subúrbio da cidade.
Quando eu cheguei às 02.30 horas da madrugada, o prédio estava escuro, com exceção de uma única lâmpada acesa numa janela do térreo.
Assim fui até a porta e bati.
"Um minuto", respondeu uma voz débil e idosa.
Uma octogenária pequenina apareceu.
Ao seu lado havia uma pequena valise de nylon.
Toda sua mobília estava coberta por lençóis.
Não havia relógios, roupas ou utensílios sobre os móveis.
Eu peguei a mala e caminhei vagarosamente para o meio-fio, ela ficou agradecendo minha ajuda.
Quando embarcamos, ela deu-me o endereço e pediu: - O Sr poderia ir pelo centro da cidade? - Não é o trajeto mais curto - alertei-a prontamente. - Eu não me importo.
Não estou com pressa, pois meu destino é um asilo de velhos.
Eu olhei pelo retrovisor.
Os olhos da velhinha estavam marejados, brilhando. - Eu não tenho mais família - continuou - O médico diz que tenho pouco tempo.
Eu disfarçadamente desliguei o taxímetro e perguntei: - Qual o caminho que a Sra. deseja que eu tome?
Nas duas horas seguintes circulamos pela cidade.
Ela mostrou-me o edifício que havia, em certa ocasião, trabalhado como ascensorista.
Nós passamos pelas cercanias em que ela e o esposo tinham vivido como recém casados em outros tempos, hoje um depósito de móveis, que havia sido um grande salão de dança que ela freqüentara quando mocinha.
De vez em quando, pedia-me para dirigir vagarosamente em frente a um edifício ou esquina - ficava então com os olhos fixos na escuridão, sem dizer nada.
Quando o primeiro raio de sol surgiu no horizonte, ela disse de repente: - Eu estou cansada.
Vamos agora! Viajamos, então, em silêncio, para o endereço que ela havia me dado.
Chegamos a uma casa de repouso.
Dois atendentes caminharam até o taxi, assim que ele parou.
Eu abri a mala do carro e levei a pequena valise para a porta.
A senhora já estava sentada em uma cadeira de rodas. - Quanto lhe devo? - ela perguntou, pegando a bolsa. - Nada - respondi. - Você tem que
ganhar a vida, meu jovem. - Há outros passageiros - respondi. Quase sem pensar, eu curvei-me e dei-lhe um abraço.
Ela me envolveu comovidamente. - Você deu a esta velhinha bons momentos de alegria. - Obrigado. Apertei sua mão e caminhei no lusco-fusco da alvorada.
Atrás de mim uma porta foi fechada.
Ao relembrar, não creio que eu jamais tenha feito algo mais importante na minha vida.
Nós estamos condicionados a pensar que nossas vidas giram em torno de grandes momentos.
Todavia, os grandes momentos freqüentemente nos pegam desprevenidos e ficam maravilhosamente guardados em recantos que os outros podem considerar sem importância.

"AS PESSOAS PODEM NÃO SE LEMBRAR EXATAMENTE O QUE VOCÊ FEZ, OU O QUE VOCÊ DISSE MAS ELAS SEMPRE LEMBRARÃO DE COMO VOCÊ AS FEZ SENTIR"

A.D

======================================

14 de abr de 2012

CARIDADE



Fazer caridade pode ser simples, mas é extremamente delicado, pois o nosso gesto não pode ser espalhafatoso, não adianta dar esmolas e pedir para os repórteres baterem a foto para sair no jornal de amanhã o quanto você é "bonzinho". Também, deve se cuidar para que a sua esmola, não crie um "acomodado da vida", pois a tendência de algumas pessoas é não se mexer se puder contar com uma ajuda certa, fácil e sem burocracia. Nesse caso a sua caridade passa a ser um estímulo para o ócio, para a preguiça e você, mesmo indiretamente, passa a ser responsável pelo fracasso dessa pessoa.Outro fator muito importante na caridade é a plena consciência de que a caridade já começou no seu lar, na sua vida, ou seja: largar tudo ao abandono para distribuir sopa aos moradores de rua e na sua casa não tem nem o jantar na mesa, nem explicação, nem lanche, não é caridade, é hipocrisia.
Faça a caridade sim, mas, faça aquela que começa na sua família, perdoe seus familiares, fale baixo, evite palavrões dentro do seu lar, evite bebidas alcoólicas, não fume dentro desse santuário que é a sua casa, proteja seus familiares, ame seu marido, sua esposa, seus filhos, seus animais de estimação, transforme o seu lar em um pedacinho do céu, convide Cristo para visitar sua casa diariamente através de orações de agradecimento, louvor e amor, faça a sua parte! Se cada um cuidasse de sua família, por mais pobre que seja, por piores que sejam as condições, se cada um lutar para banir os vícios, conversar mais e discutir menos, amar mais e brigar menos, respeitar a individualidade de cada um, amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo, a sociedade se transforma por si mesma, os hospitais vão esvaziar, os presídios vão se transformar em museus, o amor vai entrar na moda, a educação vai até incomodar, as drogas vão encalhar, as traições vão desaparecer, e o mundo finalmente conhecerá a paz!
Eu acredito em você e na sua capacidade de ressurgir das cinzas,
Deus abençoe a sua semana, o seu lar, a sua vida e te dê um lar restaurado, cheio de amor, de paz e harmonia.

Kaefeke
 =================================================

13 de abr de 2012

A Chave da Felicidade

A faca mais perigosa é a cega, porque é a mais difícil de controlar. Força bruta sem controle é ainda pior do que inútil: é destrutiva. Com o poder vem a obrigação de exercer o controle. Suas ações são muito poderosas, especialmente quando consideradas ao longo do tempo. As "pequenas coisas" que você faz, dia após dia, somam-se e têm uma grande influência no seu mundo.

Seus pensamentos são também poderosos. Tudo que você faz começa com um pensamento. Para usar sabiamente o poder dos seus pensamentos e ações, você deve exercer criteriosamente o controle. O poder de seus pensamentos e ações está ali. Seu trabalho é controlar e dirigir esse poder. Sem esse controle você trabalha contra si mesmo.

Focalizando o controle, você pode alcançar uma incrível satisfação. Controle e equilíbrio podem ser a chave da sua felicidade e sucesso.

Recebemos de portaldiabetenet.com



=============================

12 de abr de 2012

Todos nós temos qualidades...

Era uma vez um barqueiro que transportava pessoas num rio de difícil travessia...
Em uma das viagens, estavam um advogado e uma professora.
Como quem gosta de falar muito, o advogado perguntou ao barqueiro:
- Companheiro, você entende de leis?
- Não - respondeu o barqueiro...
E o advogado, compadecido:
- É pena, você perdeu metade da vida!

A professora, muito social, entrou na conversa:
- "Seu" barqueiro, você sabe ler e escrever?
- Não, senhora - respondeu.
- Que pena! - disse a mestra - você perdeu metade da vida!
De repente, o barco bateu num coral, rachou o casco e começou a afundar.

O barqueiro preocupado, perguntou:
- Vocês sabem nadar?
- Não! - responderam eles rapidamente.
- Que pena - concluiu o barqueiro - vocês estão prestes a perder as suas vidas...
Com isso, a gente chega a uma importante e sábia conclusão:
Não há saber maior ou menor: há saberes diferenciados!
Aprenda com o talento das outras pessoas!

Texto do educador Paulo Freire, enviado por Thais Gardel.

=======================

7 de abr de 2012

Feliz Páscoa



 UM NOVO DIA

          Hoje um novo dia acontece para ti.
Uma nova oportunidade de abrir os olhos e reencontrar o teu mundo, as tuas cores, os teus companheiros, a tua respiração, o teu centramento, a tua direção...
Procura estar atento ao teu momento, àquilo que viverás.
Cuida de ti, entra em contato com a tua luz divina e agradece por estares participando de mais um dia.
Ama, dança, celebra.
Vive o teu dia como se este fosse o único.
Fica atento:
neste dia chegar-te-á o momento onde o aprendizado ser-te-á dado e tens que estar presente, se ao contrário, mais uma vez, podes perder a oportunidade.
Absorve as boas coisas que te chegarão e descarta aquelas que tiverem a intenção de esvaziar-te o coração.
Olha sempre para onde a luz brilha e lá estará a tua alegria, a tua serenidade.
Quando o anoitecer chegar, deixa que tuas estrelas possam estar presentes, iluminando o teu céu interior e descansa.
Deus cuidar-te-á para que novamente despertes para um novo dia.

Desconhecido a autoria.

================================

6 de abr de 2012

Há dois mil anos atrás, um homem veio ao mundo disposto a ser o maior exemplo de amor e verdade que a humanidade conheceria. 
Sua proposta de vida não foi entendida por muitos e, então, condenaram este homem e crucificaram-no, ignorando todos os seus propósitos de um mundo melhor. 
Houve dor, angústia e escuridão. 
Por três dias, o sol se recusou a brilhar, a lua se negou a iluminar a Terra, até que no terceiro dia algo aconteceu... 
Houve a ressurreição! 
A Páscoa existe para nos lembrar deste espetáculo inigualável chamado ressurreição! 
Páscoa... 
Ressurreição do sorriso... 
Ressurreição da alegria de viver... 
Ressurreição do amor... 
Ressurreição da amizade...
Ressurreição da vontade de ser feliz! 
Ressurreição dos sonhos, das lembranças e de uma verdade que está acima dos ovos de chocolate: 
Cristo morreu, mas ressuscitou, e fez isso somente para nos ensinar a matar os nossos piores defeitos e ressuscitar as maiores virtudes sepultadas no íntimo de nossos corações. 
Que esta seja a verdade da nossa Páscoa.


Autor desconhecido.


Enviado por z-couto...