30 de nov de 2008

A CRISE

A crise
Um homem vivia à beira de uma estrada e vendia
cachorro quente.
Ele não tinha rádio, não tinha televisão e nem
lia jornais, mas produzia e vendia o melhor cachorro
quente da região.
Ele se preocupava com a divulgação do seu negócio
e colocava cartazes pela estrada, oferecia o seu produto em
voz alta e o povo comprava e gostava.
As vendas foram aumentando e, cada vez mais ele
comprava o melhor pão e a melhor salsicha.
Foi necessário também adquirir um fogão maior para
atender a grande quantidade de fregueses.
E o negócio prosperava e prosperava . . .
Seu cachorro quente era o melhor!

Vencedor, ele conseguiu pagar uma boa escola ao
filho.

O menino cresceu, e foi estudar Economia numa das
melhores Faculdades do país.

Finalmente, o filho já formado, voltou para casa,
notou que o pai continuava com a vida de sempre, vendendo,
agradando e prosperando e teve uma séria conversa com o pai
:
- Pai, então você não ouve radio? Você não vê
televisão? Não acessa a Internet e não lê os jornais?
Há uma grande crise no mundo.

A situação do nosso País é crítica.

Está tudo ruim.

O Brasil vai quebrar.


Depois de ouvir as considerações do filho Doutor, o
pai pensou:
Bem, se meu filho que estudou Economia na melhor
Faculdade, lê jornais, vê televisão e internet, e acha
isto, então só pode estar com a razão!


Com medo da crise, o pai procurou um Fornecedor de pão
mais barato ( e é claro, pior ).
Começou a comprar salsichas mais barata ( que era,
também, a pior ).


Para economizar, parou de fazer cartazes de propaganda
na estrada.


Abatido pela noticia da crise já não oferecia o seu
produto em voz alta.




Tomadas essas 'providências', as vendas
começaram a cair e foram caindo, caindo e chegaram a
níveis insuportáveis e o negócio de cachorro quente do
velho, que antes gerava recursos até para fazer o filho
estudar Economia na melhor Faculdade. quebrou.


O pai, triste, então falou para o filho: - 'Você
estava certo, meu filho, nós estamos no meio de uma grande
crise. 'e comentou com os amigos, orgulhoso:
- 'Bendita a hora em que eu fiz meu filho estudar
economia, ele me avisou da crise .'


Aprendemos uma grande lição :

Vivemos em um mundo contaminado de más noticias e se
não tomarmos o devido cuidado, essas más noticias nos
influenciarão a ponto de roubar a prosperidade de nossas
vidas.


O texto original foi publicado em 24 de fevereiro de
1958 em um anúncio da Quaker State Metais Co. Em novembro
de 1990 foi divulgado pela agência ELLCE, de São Paulo.



=====================================

28 de nov de 2008

SABEDORIA

Meu coração e minha língua fizeram um trato:
quando meu coração estiver enfurecido,
minha língua guardará silêncio.

As palavras respondem aos sentimentos, e os sentimentos às idéias.
Por isso, é impossível dominar nossas palavras se
não somos senhores de nossos sentimentos; e estes sentimentos
irão se acalmando segundo a força de nossas idéias.

A um coração que não se domina, responderão palavras violentas
e ferinas; a um coração fechado em si, sucederão palavras e
atitudes que depreciam os demais.

Por conseguinte, calarei quando meu coração não estiver sossegado
e em calma; não falarei, pois seguramente me arrependerei do que
disser ou, pelo menos, do modo como o disser,
ou do momento em que o disser.

Se em geral o coração não costuma ser bom conselheiro,
menos o será quando não estiver em paz e não
se sentir senhor de si mesmo.

(( Armando Ettore ))



==========================

27 de nov de 2008

A Vida é especial !
Conclua um projeto que estava pendente há tempos. Surpreenda alguém dando um pouco mais do que era esperado.

Aproveite o tempo para aprender algo novo. Ofereça sua companhia ou conforto a alguém que precise.

Ensine o que você sabe a alguém. Procure entender um ponto de vista oposto ao seu. Elogie alguém com sinceridade.

Saia para uma boa caminhada. Organize os papés na sua mesa. Arrisque-se, apesar de seus medos.

Diga a alguém obrigado. Preste atenção quando outros estiverem falando. Faça algo divertido, apenas pelo prazer de faze-lo.

Seja mais paciente consigo mesmo e com as pessoas ao seu redor.
A vida é tão especial quanto você a faz.

Gratifique-se hoje e veja quão brilhante você pode fazer o seu amanhã.



Autor Anônimo





==================================

26 de nov de 2008

INFINITOS CAMINHOS PODEM LEVAR AO MESMO LUGAR.

Quando eu era criança, meu pai me levou até um morro da cidade
de Santos, onde cresci.
Lá de cima pude observar a praia de um lado, o centro da cidade de
outro, o bairro onde morávamos e vários outros lugares bonitos.
Feliz por estar ali, perguntei a meu pai por que viemos por
um determinado caminho.

Ele respondeu: “simplesmente porque escolhemos este caminho”.
Insistente, questionei se o caminho escolhido era melhor do que os
outros.
Meu pai, então, explicou que para nós, era o melhor caminho;
mas para pessoas que vivem em outro lugar da cidade o melhor caminho
era outro.
Naquele dia aprendi que existem diversos caminhos para se chegar ao
mesmo lugar.
E que não existe um caminho ideal para todo mundo;
isso depende de onde cada um está.

Por isso sofremos quando pretendemos ser donos da verdade.
Achamos que nosso caminho é o único possível, inclusive para os
outros.
Não percebemos que cada pessoa vem de um lugar diferente.

O caminho que para um é curto e agradável, para outro não tem lógica,
é demorado e cansativo...
Por isso, nunca esqueça: os caminhos são tão diferentes quanto o
número de pessoas que existem no planeta!

(( Roberto Shinyashiki, no livro "O sucesso é ser feliz" ))



==========================================

25 de nov de 2008

ELEFANTE ACORRENTADO

Você já observou um elefante no circo? Durante o espetáculo, o enorme animal faz demonstrações de força descomunais. Mas, antes de entrar em cena, permanece preso, quieto, contido somente por uma corrente que aprisiona uma de suas patas a uma pequena estaca cravada no solo. A estaca é só um pequeno pedaço de madeira. E, ainda que a corrente fosse grossa, parece óbvio que ele, capaz de derrubar uma árvore com sua própria força, poderia, com facilidade, arrancá-la do solo e fugir.

Que mistério! Por que o elefante não foge?

Há alguns anos descobri que alguém havia sido bastante sábio para encontrar a resposta: o elefante do circo não escapa porque foi preso à estaca ainda muito pequeno.

Fechei os olhos e imaginei o pequeno recém-nascido preso: naquele momento, o elefantinho puxou, forçou, tentando se soltar. E, apesar de todo o esforço, não pôde sair. A estaca era muito pesada para ele. E o elefantinho tentava, tentava e nada. Até que um dia, cansado, aceitou o seu destino: ficar amarrado na estaca, balançando o corpo de lá para cá, eternamente, esperando a hora de entrar no espetáculo.

Então, aquele elefante enorme não se solta porque acredita que não pode. Para que ele consiga quebrar os grilhões, é necessário que ocorra algo fora do comum, como um incêndio, por exemplo. O medo do fogo faria com que o elefante em desespero quebrasse a corrente e fugisse.

Isso muitas vezes acontece conosco! Vivemos acreditando em um montão de coisas "que não podemos ter", "que não podemos ser", "que não vamos conseguir", simplesmente porque, quando éramos crianças e inexperientes, algo não deu certo ou ouvimos tantos "nãos" que "a corrente da estaca" ficou gravada na nossa memória com tanta força que perdemos a criatividade e aceitamos o "sempre foi assim".

Poderia dizer que o fogo para nós seria: a perda de um emprego, doença de alguém próximo sem que tivéssemos dinheiro para fazer o tratamento, ou seja, algo muito grave que nos fizesse sair da zona de conforto.

A única maneira de tentar de novo é não ter medo de enfrentar as barreiras, colocar muita coragem no coração e não ter receio de arrebentar as correntes!

Não espere que o seu "circo" pegue fogo para começar a se movimentar. Vá em frente!

(DESCONHECIDO A AUTORIA )



=============================

24 de nov de 2008


Solidão não é a falta de gente para conversar,
namorar, passear ou fazer sexo...
isto é carência.

Solidão não é o sentimento que experimentamos
pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar...
isto é saudade.

Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe às vezes,
para realinhar os pensamentos...
isto é equilíbrio.

Tampouco é o claustro involuntário que o destino nos impõe
compulsoriamente, para que revejamos a nossa vida...
isto é um princípio da natureza.

Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado...
isto é circunstância.

Solidão é muito mais que isto.
Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão,
pela nossa alma.-

(( Autor Anônimo ))



===============================

22 de nov de 2008

A ELEGANCIA DO COMPORTAMENTO

Existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez por isso,
esteja cada vez mais rara: a elegância do comportamento.

É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres e abrange
bem mais do que dizer um simples "obrigado" diante de uma gentileza.

É a elegância que nos acompanha da primeira hora da manhã até a
hora de dormir e que se manifesta nas situações mais prosaicas,
quando não há festa alguma nem fotógrafos por perto.
É uma elegância desobrigada.

É possível detectá-la nas pessoas que elogiam mais do que criticam.
Nas pessoas que escutam mais do que falam.
E, quando falam, passam longe da fofoca, das pequenas maldades
ampliadas no dia a dia.

É possível detectá-la nas pessoas que não usam um tom superior de
voz ao se dirigir a frentistas.
Nas pessoas que evitam assuntos constrangedores, porque não sentem
prazer em humilhar os outros.

É possível detectá-la em pessoas pontuais.

Elegante é quem demonstra interesse por assuntos que desconhece,
é quem presenteia fora das datas festivas, é quem cumpre o que promete.

Oferecer flores é sempre elegante.

É elegante não ficar espaçoso demais.

É elegante não mudar seu estilo apenas para se adaptar ao de outro.

É muito elegante não falar de dinheiro em bate-papos informais.

É elegante retribuir carinho e solidariedade.

Sobrenome, jóias e nariz empinado não substituem a elegância do
gesto.

A saída é desenvolver em si mesmo a arte de conviver, que
independe de status social: é só pedir licencinha para o nosso
lado brucutu, que acha que "com amigo não tem que ter estas
frescuras".
Se teus amigos não merecem uma certa cordialidade, teus inimigos
é que não irão desfrutá-la.

Educação enferruja por falta de uso.
E, detalhe: não é frescura.

Imagine Jesus esnobando os pescadores-apóstolos Pedro e João pela
pouca prática em pescaria; ou os cobradores-pecadores Mateus e Zaqueu
pela traição ao povo judeu; ou você, após admitir que caiu em pecado
mais uma vez e que não conseguiu "chegar lá", como pretendia.
Para Jesus, aceitar os outros, ouvi-los, conversar coisas que não
Lhe interessavam, não ser espaçoso demais, etc., era uma necessidade.
Ele era assim. Assim como? Fino!

Ser cristão é ser delicado, embora seguro.
É ser elegante.
Cavalheiro, como só o Espírito Santo pode ser.
Com certeza, a elegância no teu comportamento revela muito do
quanto você se dispôs a crescer por causa do Evangelho.

Este motivacional foi gentilmente enviado por Maria José Caporrino
para o portal www.diabetenet.com.br



==========================================

21 de nov de 2008

Quando se fala em vencedor, logo vem a imagem de alguém muito competitivo, sem ética e, invariavelmente, solitário.
Na verdade, vencedor é a pessoa que consegue atingir seus objetivos.
Mais do que vencer os outros, ela vence suas próprias fraquezas,
inseguranças e inabilidade.
O vencedor sabe que a derrota é uma possibilidade e se prepara
adequadamente para que ela não aconteça. Apesar disso, concentra
sua atenção em alcançar suas metas e não evitar derrotas.
A postura diante da derrota é um dos principais aspectos que
diferenciam um vencedor de um perdedor.
Perante a derrota, o perdedor tem duas atitudes:
o menosprezo e o pessimismo. Ele dá pouca importância ao adversário
e não tem consciência de suas limitações.
Por isso, freqüentemente é pego de surpresa.
Outra atitude: o pessimismo; nesse caso ele acredita que nasceu
marcado e entra na disputa, já preparando uma desculpa para a derrota...
Já o vencedor sabe que não conseguir algo faz parte das possibilidades
da vida.
E, ao invés de ficar se torturando e se culpando, procura refletir
sobre sua conduta para aprender a crescer.
O vencedor tem um prazer constante em aprimorar-se!


(( Roberto Shinyashiki ))



=============================

20 de nov de 2008

SEU FUTURO

Não importa com o que você esteja desapontado
neste instante, se é seu estilo de vida, seu relacionamento, etc.
Isto já faz parte do seu passado.
A estrada de sua vida ainda está para ser definida por você,
é sua para formar o que você deseja ser.
Para o seu futuro é possível fazer um arranjo infinito de possibilidades.
Se você não está satisfeito como as coisas têm estado até este momento,
há uma abundância de outras opções para você.
Caso esteja desapontado como o seu progresso,
isto é um sinal de que você necessita de mudança.
Recuse a deixar o seu passado "contaminar" o seu futuro.
Todo dia é uma nova oportunidade.
A necessidade de continuar com seus erros dos passado
existe apenas na sua imaginação.
Na realidade, você possui tanto potencial para o sucesso
quanto a maioria das pessoas que conseguiram.
Agora mesmo, um "novo você" está se formando em sua vida.
Este "novo você" é positivo, disciplinado, apaixonado,
com foco e capaz de alcançar o que imagina.
O "velho você" pode assim desaparecer dentro de sua memória do passado.
O "novo você" irá formar o seu futuro.
Faça isto com atenção, com prazer, com paixão
e este "novo você" será grande.






*************************************************

18 de nov de 2008

TERREMOTOS

Dizem que passado o terremoto
de Lisboa (em 1755),
o Rei perguntou ao General o que
se havia de fazer.
Ele respondeu ao Rei:
'Sepultar os mortos,
cuidar dos vivos e fechar os portos'.

Essa resposta simples,
franca e direta tem muito
a nos ensinar.

Muitas vezes temos em nossa vida
'terremotos' avassaladores,
o que fazer?
Exatamente o que disse o General:
'Sepultar os mortos,
cuidar dos vivos e fechar os portos'.

E o que isso quer dizer para a nossa vida?

Sepultar os mortos significa que não adianta
ficar reclamando e chorando o passado.
É preciso 'sepultar' o passado.
Colocá-lo debaixo da terra.
Isso significa 'esquecer' o passado.
Enterrar os mortos..

Cuidar dos vivos significa que,
depois de enterrar o passado,
em seguida temos que cuidar do presente.
Cuidar do que ficou vivo.
Cuidar do que sobrou.
Cuidar do que realmente existe.

Fazer o que tiver que ser feito para
salvar o que restou do terremoto.

Fechar os portos significa não deixar as
'portas' abertas para que novos
problemas possam surgir ou
'vir de fora' enquanto estamos
cuidando e salvando o que restou
do terremoto de nossa vida.
Significa concentrar-se na reconstrução,
no novo.

É assim que a história nos ensina.
Por isso a história é 'a mestra da vida'.
Portanto,
quando você enfrentar um terremoto,
não se esqueça:
enterre os mortos,
cuide dos vivos e feche os portos.


Enviado pela amiga G@bi - SP

Desconhecido a autoria




================================

16 de nov de 2008

UM MOMENTO

Antes de negar-se aos apelos da caridade, medite um momento nas
aflições dos outros...

Imagine você no lugar de quem sofre.
Observe os irmãos relegados aos padecimentos da rua e suponha-se
constrangido à semelhante situação.

Repare o doente desamparado e considere que amanhã, provavelmente
seremos nós, candidatos ao socorro na via pública.

Examine o ancião fatigado e reflita que se a desencarnação não chegar
em breve, não escapará você da velhice.

Contemple as crianças necessitadas, lembrando
os próprios filhinhos.

Quando a ambulância deslize rente ao seu passo, conduzindo o enfermo
anônimo, pondere que talvez um parente nosso extremamente
querido se encontre a gemer dentro dela.

Escute pacientemente os companheiros entregues à sombra do grande
infortúnio e recorde que em futuro próximo, é possível estejamos
na travessia das mesmas dificuldades.

Fite a multidão dos ignorantes e dos fracos cansados e infelizes,
julgando-se entre eles, e mentalize a gratidão que você sentiria
perante a migalha de Amor que alguém lhe ofertasse.

Pense um momento em tudo isso!!!
E você reconhecerá que a caridade para nós todos
é simples obrigação!!!

Autor:
André Luiz,
psicografado por Chico Xavier



Colabore com a Melhoria da Humanidade:
Imprima cópias e distribua para pessoas que não tem acesso
a computador e internet.

Blog Reflita Sempre
Divulgue essa idéia...

=============================================

15 de nov de 2008

Precisamos diminuir a velocidade;
E aproveitar a Vida...
Percebendo todos os detalhes que ela nos apresenta!
Não é apenas a paisagem que perdemos indo muito rápido;
Perdemos também o sensode onde estamos indo e o porque.
Precisamos encontrar tempo para admirar a beleza da natureza.
Perder alguns minutospara admirar o pôr do sol.
Ouvir uma canção...Enquanto o trânsito é imenso.
Espalhar flores pela casa...E pelos jardins do mundo...
Chorar quando necessário,mas compreendendo que ador não é eterna.
Compreender que na Vida encontraremos muitos obstáculos;
Mas com perseverança poderemos continuar o nosso caminho.
Com plena consciência de que muito ainda podemos realizar...
E viver cada dia...Com a certeza que sempre poderemos recomeçar.


Recebemos da amiga:
Ana Paula Ferreira




=====================================

14 de nov de 2008

QUANTO VALE UM SIM

Você consegue um bom emprego na hora que bem entende?
Você descola um amor do dia para a noite?
Entra num banco e sai de lá com um empréstimo sem burocracia?
Se você respondeu sim a todas estas perguntas, parabéns,
e fique atento para o horário de partida do seu disco voador,
pois, a qualquer momento, você terá que voltar para o seu planeta!

Entre nós, terrestres, o sim é uma resposta rara.
Na maioria das vezes, não há vagas, não querem editar nossos poemas,
não temos fiador, a garota não quer ouvir os discos em sua casa,
o garoto não quer usar camisinha e o guarda de trânsito não foi
com a sua cara e vai multá-lo sim senhor.
Não está fácil pra ninguém.

Ao contrário do que possa parecer, esta não é uma visão pessimista
da vida.
As coisas são assim, dão certo e dão errado.
Pessimismo é acreditar que um "não" seja uma barreira para realizar
nossos planos.
Tem gente que fica paralisado diante de um não,
nunca mais vai à luta.
Já o otimista resmunga um pouco e, em seguida, respira fundo
e segue em frente.

Quando eu tinha uns dezessete anos, mandei meus versos para um
concurso de poesia.
Não ganhei nem menção honrosa.
Daí, entreguei meus versos para o Mário Quintana avaliar.
Ele não respondeu.
Neste meio tempo, eu estava apaixonada por um cara e ignorava
minha existência.
Quando eu não estava pensando nele, fazia planos de morar sozinha,
mas o meu estágio não era remunerado.

Aí, quis viajar para a Europa, mas não conseguira entrar num programa
de intercâmbio.
Surpreendentemente, não passou pela cabeça a idéia de me atirar
embaixo de um caminhão.

Hoje tenho nove livros publicados, cinco deles de poesia,
sou casada com o homem que amo, tenho a profissão dos sonhos
e viajo uma vez por ano, e tudo isso sem ganhar na mega-sena,
sem cirurgia plástica, sem pistolão ou pacto com o demônio.

O segredo:
cada "não" que eu recebi na vida, entrou por um ouvido e saiu pelo
outro.
Não os colecionei, não foram sobrevalorizados; esperei sem pressa
a hora do "sim".

O "não" é tão freqüente, que chega a ser banal.
O "não" é inútil, serve só pra fragilizar nossa auto-estima.
Já o "sim" é transformador.
O "sim" muda sua vida.
"'Sim', aceito casar com você";
"'sim', você foi selecionado";
"'sim', vamos patrocinar sua peça";
"'sim', Ana Paula Arósio deu o número do celular dela".

Quando não há o que detenha você, as coisas começam
a acontecer sim.

( Martha Medeiros )



=================================

13 de nov de 2008

SEJA DIFERENTE, FAÇA A DIFERENÇA

Quanto maior a escuridão ao seu redor, mais
necessária será sua luz interior.
Sempre que você estiver entre pessoas zangadas, ressentidas,
desanimadas ou cínicas é quando você pode fazer a grande diferença
e se manter positivamente centrado.
Claro que não é fácil.
Com freqüência reagimos à negatividade sendo negativos também.
Com isso, conseguimos apenas piorar a situação.
Mas você tem a opção de não reagir.
Você tem a opção de seguir seu próprio curso.
Só porque as pessoas ao seu redor agem negativamente não significa
que você também deva agir dessa forma.
Quando todos ao seu redor estiverem frustrados e impacientes,
esforce-se ao máximo para manter a calma e a compostura.
Quando todos ao seu redor estiverem zangados,
esforce-se para ser a voz da razão e da compaixão.
Quando todos ao seu redor estiverem desanimados,
ofereça a esperança.


(A.D)

================================

12 de nov de 2008

FAÇA DE CONTA

Faça de conta que a tristeza não existe e que seu
coração pode se consolar facilmente com qualquer coisa.

Faça de conta que os problemas só aparecem de vez em quando
e são solucionados num piscar de olhos, sem muito esforço.

Desafie o tempo e corra de peito aberto ao encontro da vida
e da felicidade como um todo.

Desafie os inimigos, seja superior a todos eles e marque um encontro
com seu verdadeiro eu, se possível todos os dias.

Faça de conta que o mundo escuro pode ser claro, límpido, transparente,
como as almas dos anjos que olham por nós.

Recebemos de



=========================================

10 de nov de 2008

IMPORTE-SE

Pense na última vez que você conversou com alguém e que teve a impressão
de que a pessoas não estavam nem um pouco interessadas em conversar com você.
Sentiu-se irritado com isso?
Então lembre-se de que as outras pessoas também percebem quando
não estamos interessados no que elas estão dizendo.
Para atrair as pessoas, temos de nos importar com elas.
Quando estamos realmente interessados em alguém,
raramente temos problema em manter a conversa fluindo
e nos esquecemos de nós mesmos.
Importar-se, significa se pôr no lugar da outra pessoa.
Agora, se você não quiser fazer esse esforço, é melhor ir embora.
Se você foi conversar com essa pessoa, por que não oferecer toda sua atenção a ela?
Por falar em atenção, vamos abordar um pouco a escuta:
98% das pessoas estão desesperadas para que alguém as ouça.
Assim como precisamos de água e de comida, também precisamos
de amigos que realmente nos ouçam.
Você não gosta quando alguém lhe dá toda atenção?
Não é uma experiência especial, quando outra pessoa se põe no
seu lugar para tentar ver os problemas da vida através de seus olhos?
Pense nisso e retribua.
As pessoas lá fora estão ansiosas por alguém que as escute completamente.
Se você quiser afetar as pessoas positivamente, tente escutá-las
com 100% de atenção.
Você vai se tornar especial para elas.
Mas tente escutá-las sem julgar.
Converse com qualquer pessoa que esteja em um relacionamento
falido e ouvirá comentários do tipo:
"nós já não conversamos mais...";
"não há comunicação em nosso casamento...";
"meu pai não me ouve...".
Nesses casos, temos não apenas de ouvir, mas ouvir sem julgar.
Muitas vezes, não há necessidade de o ouvinte expressar uma opinião,
apenas ser capaz de compartilhar sentimentos, ser solidário com
um ser humano, só isso já é suficiente.


(( Andrew Matthews ))

9 de nov de 2008

PESSOA COMPROMETIDA

Quando perguntamos a qualquer empresário, supervisor, professor
ou outras pessoas em geral sobre o que elas mais sentem falta nas pessoas do seu relacionamento, a resposta é sempre a mesma:“Gostaria que as pessoas fossem mais comprometidas”. Mas, afinal, o que é, de fato, “ser uma pessoa comprometida” ?
Uma pessoa comprometida procura sempre colocar-se no lugar das outras, sentindo o que as outras sentem...


Uma pessoa comprometida faz tudo com atenção aos detalhes.
Ela fica atenta a tudo, procurando fazer sempre o melhor...

Uma pessoa comprometida termina o que começa,
não deixando seus projetos pela metade...

Uma pessoa comprometida quando tem uma tarefa a cumprir,
vem com soluções e não trazendo mais problemas...

Uma pessoa comprometida pergunta o que não sabe e sempre demonstra interesse em aprender. Ela se aprofunda até dominar aquilo que desconhece...

Uma pessoa comprometida cumpre prazos e horários e não deixa
os outros esperando por ela...

Uma pessoa comprometida não vive dando desculpas por seus atos
e nem procura culpados pelos erros cometidos...

Uma pessoa comprometida não vive reclamando da vida e falando mal
das pessoas. Ela age para modificar e melhorar a realidade...

Uma pessoa comprometida não desiste facilmente.
Ela não descansa enquanto não vê seu problema resolvido.
Os obstáculos não a impedem que vá atrás da solução...

Uma pessoa comprometida está sempre pronta a colaborar com as outras.
Ela participa, dá idéias e faz sempre mais do que esperam dela.
Você pode contar com ela.

Pense nisso.

Desconhecido a autoria caso você conheça o autor

Comunique-nos



=====================================

8 de nov de 2008

O ELEVADO CUSTO DA DESFORRA

Mesmo que você não possa amar a seus inimigos, ame – pelo menos a
você mesmo.
E use esse amor por você mesmo para não permitir que seus inimigos
controlem a sua felicidade, a sua saúde e a sua vida.
Quando você odeia seus inimigos, está dando a eles poder sobre
você mesmo: sobre seu sono, seu apetite, sua pressão arterial,
sua saúde, sua felicidade.

Passar dias e noites se preocupando em como desforrar-se deles,
arquitetando vinganças mirabolantes, só faz mal a você mesmo.
O seu ódio não causa efeito a eles, mas faz com que seus dias e suas
noites se transformem em verdadeiros infernos.

Um meio para acabar com esse sentimento ruim e devastador é perdoar
seus inimigos e esquecê-los.
Para chegar a isso, passe a dedicar-se a alguma coisa infinitamente
maior do que o mero desejo de vingança.

E, para cultivar uma atitude mental que traga paz e felicidade,
lembre-se desse princípio: nunca procure vingar-se de seus inimigos
porque, se o fizer, vai ferir mais a si mesmo do que a eles;
não desperdice um minuto sequer falando ou pensando em pessoas
que não o agradam.

(( Dale Carnegie, no livro ))
"Como evitar preocupações e começar a viver"



=================================================

7 de nov de 2008

NINGUÉM É INSUBSTITUIVEL

Sala de reunião de uma multinacional;
o CEO nervoso fala com sua equipe de gestores.
Agita as mãos, mostra gráficos e, olhando nos olhos de cada um ameaça:
ninguém é insubstituível.

A frase parece ecoar nas paredes da sala de reunião em meio ao silêncio.
Os gestores se entreolham, alguns abaixam a cabeça.
Ninguém ousa falar nada.

De repente um braço se levanta e o CEO se prepara para triturar
o atrevido:

- Alguma pergunta?
- Tenho sim. E o Beethoven?
- Como? – o CEO encara o gestor confuso.
- O senhor disse que ninguém é insubstituível;
e quem substitui o Beethoven?

Silêncio.

...

Ouvi essa estória esses dias contada por um profissional que conheço
e achei muito pertinente falar sobre isso.
Afinal, as empresas falam em descobrir talentos, reter talentos,
mas, no fundo, continuam achando que os profissionais
são peças dentro da organização e que quando sai um é só encontrar
outro para por no lugar.

Quem substitui Beethoven?
Tom Jobim?
Ayrton Senna?
Ghandi?
Frank Sinatra?
Dorival Caymmi?
Garrincha?
Michael Phelps?
Santos Dumont?
Monteiro Lobato?
Faria Lima ?
Elvis Presley?
Os Beatles?
Jorge Amado?
Paul Newman?
Tiger Woods?
Albert Einstein?
Picasso?

Todos esses talentos marcaram a História fazendo o que gostam
e o que sabem fazer bem – ou seja – fizeram seu talento brilhar.
E, portanto, são sim, insubstituíveis.

Cada ser humano tem sua contribuição a dar e seu talento direcionado
para alguma coisa.
Está na hora dos líderes das organizações reverem seus conceitos
e começarem a pensar em como desenvolver o talento da sua equipe
focando no brilho de seus pontos fortes e não utilizando energia
em reparar 'seus gaps'.

Ninguém lembra e nem quer saber se Beethoven era surdo,
se Picasso era instável, Caymmi, preguiçoso, Kennedy, egocêntrico,
Elvis, paranóico.

O que queremos é sentir o prazer produzido pelas sinfonias,
obras de arte, discursos memoráveis e melodias inesquecíveis,
resultado de seus talentos.

Cabe aos líderes de sua organização mudar o olhar
sobre a equipe e voltar seus esforços em descobrir os pontos
fortes de cada membro.
Fazer brilhar o talento de cada um em prol do sucesso de seu projeto.

Se você ainda está focado em 'melhorar as fraquezas'
de sua equipe corre o risco de ser aquele tipo de líder
que barraria Garrincha por ter as pernas tortas,
Albert Einstein por ter notas baixas na escola,
Beethoven por ser surdo e
Gisele Bundchen por ter nariz grande.

E na sua gestão o mundo teria perdido todos esses talentos...

...

(( Autora: Célia Spangher ))

Retirado do Blog do Lijeirinho rj

http://ligeirinhorj.blogspot.com





=============================================

5 de nov de 2008

DECISÕES

Nossa vida se desenrola numa série de encruzilhadas
diante das quais precisamos fazer opções.
Aí é que aparece este impulso de autodeterminação
pessoal chamado liberdade.
Nele pode estar toda a nossa grandeza, se acertarmos,
ou a nossa miséria, se errarmos.

Seus fracassos e decepções estão todos no passado.
Eles nada têm a ver com o que você deseja
conquistar a partir de hoje.

Só o homem que chegou ao ponto mais alto da árvore
da vida é capaz de decidir.

Você começa cada dia como uma folha em branco.
Cada momento é uma oportunidade de começar
a transformar seus sonhos em realidade.

O que já passou não importa mais.
Sim, o passado trouxe você até aqui.
Mas agora seu caminho se divide em infinitas
direções e você pode escolher qual delas deve seguir.

Aprenda com o passado e deixe-o para trás.
Desejar que tivesse sido diferente é perda de tempo e energia.

Continuar convivendo com as limitações do passado
é desperdiçar o enorme potencial da sua vida.
Seu passado não define quem você é ou o que você
pode conquistar. E quem decide isso é você.

"É mais fácil atirar pedras do que se defender delas."

(Desconhecido a autoria )
Caso você conheça a autora oui autor deste.
avise nos.

blogreflitasempre@gmail.com



Recebemos este do Portal
www.diabetnet.com.br




============================================

O DOM DA PALAVRA

Certa vez, um sultão sonhou que havia perdido todos os dentes. Ele acordou assustado e mandou chamar um sábio para que interpretasse o sonho.
- Que desgraça, Senhor! - exclamou o sábio - Cada dente caído representa a perda de um parente de Vossa Majestade!
- Mas que insolente - gritou o sultão - Como se atreve a dizer tal coisa?Então, chamou os guardas e mandou que lhe dessem cem chicotadas. Mandou também que chamassem outro sábio para interpretar o mesmo sonho. O outro sábio disse: - Senhor, uma grande felicidade vos está reservada! O sonho indica que ireis viver mais que todos os vossos parentes!
A fisionomia do sultão se iluminou, e ele mandou dar cem moedas de ouro ao sábio. Quando este saía do palácio, um cortesão perguntou ao sábio:
- Como é possível? A interpretação que você fez foi a mesma do seu colega. No entanto, ele levou chicotadas, e você, moedas de ouro! - Lembre-se sempre - respondeu o sábio - tudo depende da maneira de dizer as coisas.
E esse é um dos grandes desafios da Humanidade. É daí que vem a felicidade ou a desgraça, a paz ou a guerra.
A verdade deve ser dita sempre, não resta a menor dúvida, mas a forma como ela é dita é que faz a diferença.
( Desconhecido autoria)


Caso você saiba, envie-nos

blogreflitasempre@gmail.com

====================================

3 de nov de 2008

URGENTE E IMPORTANTE

Os dois fatores que definem uma atividade são:
o urgente e o importante.
Urgente significa que a atividade exige nossa atenção imediata –
é "agora". As coisas urgentes se impõem a nós.
Um telefone que toca é urgente.
A maioria das pessoas não consegue admitir a hipótese de simplesmente,
deixar o telefone tocando.
Assuntos urgentes normalmente são óbvios.
Eles nos pressionam, insistem para que alguma providência seja tomada;
aparecem na nossa frente sem a menor cerimônia;
com freqüência são agradáveis, fáceis e até divertidos de resolver,
mas, com a mesma freqüência, não são nada importantes.
A importância, por outro lado, tem a ver com resultados.
Se algo é importante, contribui para nossa missão, nossos valores
e metas prioritárias.
Nós reagimos à questões urgentes.
Já as questões importantes – que não são tão urgentes –
exigem mais iniciativa, mais pró-atividade.
Precisamos agir para aproveitar as oportunidades,
para fazer com que as coisas aconteçam.
Mas, se não temos a idéia clara do que é importante,
dos resultados que pretendemos para nossas vidas,
caímos com facilidade na mera reação ao que é urgente,
deixando de lado o que realmente é importante.


(( Stephen R. Covey ))

==============================

2 de nov de 2008

ELES NÃO ESTÃO EM EVIDÊNCIA !!!!!!!!!!!!!!!







Clique nas fotos para ampliar.

Santos, 17 de Junho 2.008 - 08h10
Estes meninos não são notícias de jornal ...

Afinal, eles não são testemunhas da CPI, do DETRAN, nenhum deles têm cartão corporativo, nenhum dos dois arremessou a Isabella pela janela, nem muito menos mataram covardemente a Eloá, mas foram tomados por um sentimento que anda meio fora de moda... SOLIDARIEDADE!!!
Que o dia de hoje tenha bastante calor humano e que a iniciativa de ajudar esteja sempre presente em nossas vidas !!!!!!!!!!!!!
SOLIDARIEDADE.... PRATIQUE!!!
Recebemos este da amiga Rosana/SP
================================

1 de nov de 2008

O BARULHO DA CARROÇA

Certa manhã, meu pai, muito sábio, convidou-me a dar
um passeio no bosque.
Ele se deteve numa clareira e depois de um pequeno
silêncio me perguntou:
- Além do cantar dos pássaros, você está ouvindo mais alguma coisa?
Apurei os ouvidos alguns segundos e respondi:
- Estou ouvindo um barulho de carroça.
- Isso mesmo, disse meu pai, é uma carroça vazia...
Perguntei ao meu pai:
- Como pode saber que a carroça está vazia, se ainda não a vimos?
- Ora, respondeu meu pai, é muito fácil saber que uma carroça está vazia
por causa do barulho.
Quanto mais vazia a carroça maior é o barulho que faz!
Tornei-me adulto, e até hoje, quando vejo uma pessoa falando demais,
gritando
(no sentido de intimidar), tratando o próximo com grossura inoportuna,
prepotência, interrompendo a conversa de todo mundo e querendo
demonstrar que é a dona da razão e da verdade absoluta,
tenho a impressão de ouvir o meu pai dizendo:
... Quanto mais vazia a carroça,
mais barulho ela faz!

Essa é uma das histórias que a NET me trouxe e que eu gosto de
divulgar.
Como diz o SAULO da nossa Rádio Araranguá: PENSE NISSO!
Esta mensagem foi enviada por olga silva (Houston - EUA)
Desconhecemos a autoria

caso você conheça comunique-nos

blogreflitasempre@gmail.com



==============================