10 de jul de 2007

VOCE SABE QUE EU SOU?


Não me venha falar de razão, não me cobre lógica, não me peça coerência...
Eu sou pura emoção... Tenho razões e motivações próprias.
Sou movido pelas paixões. Essa é minha religião e minha ciência.
Não meça meus sentimentos, nem tente compará-los a nada...deles sei eu.
Eu e meus fantasmas, eu e meus medos, eu e minha alma... Sua incerteza me fere, mas não me mata... Suas dúvidas me açoitam, mas não deixam cicatrizes.
Não me fale de nuvens...eu sou SOL e a LUA. Não me conte as poças...eu sou o MAR...profundo, intenso, passional... Não exija prazos e datas...eu sou ETERNO e ATEMPORAL. Não imponha condições, eu sou absolutamente incondicional... Não espere explicações... Não as tenho...eu apenas aconteço...sem hora , local ou ordem... Vivo em cada molécula, sou o TODO e sou ÚNICO. Você não me vê, mas me sente.... Estou tanto na sua solidão, quanto no seu sorriso.
Vive-se por mim... Morre-se por mim... Sobrevive-se sem mim... Eu sou o começo , o fim e todo o meio... Sou seu objetivo... Sua razão que a razão ignora e desconhece... Tenho MILHÕES de definições... TODAS certas... TODAS imperfeitas... TODAS lógicas...apenas em motivações pessoais... TODAS corretas... TODAS erradas. Sou tudo...e sem mim, tudo é NADA.
Sou amanhecer, sou fênix, renasço das cinzas, sei quando tenho que morrer... Sei que sempre irei RENASCER... Tudo protagonista, nunca a história... Mudo de cenário, mas não de roteiro... Sou MÚSICA... Ecôo, reverbero, sacudo... Sou FOGO... Queimo , destruo, incinero... Sou ÁGUA... Afogo, inundo, invado... Sou TEMPO... Sem medidas, sem marcações... Sou CLIMA... Proporciono a minha fase.... Sou VENTO... Arrasto, balanço, carrego... Sou FURACÃO... DESTRUO, DEVASTO, ARRASO... Mas sou tijolo...CONSTRUO e RECOMEÇO.
Sou cada estação, no seu apogeu e glória. Sou seu PROBLEMA e sua SOLUÇÃO.
Sou seu VENENO e seu ANTÍDOTO.
Sou sua MEMÓRIA e seu ESQUECIMENTO.
Eu sou seu REINO, seu ALTAR e seu TRONO... Sou sua PRISÃO, seu ABANDONO e sua LIBERDADE... Sua LUZ... Sua ESCURIDÃO... E seu desejo de AMBAS... Velo seu sono... Chamam-me de AMOR!


Enviado por Goiano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente sobre a mensagem acima que você leu