16 de mar de 2008

BOM DOMINGO

"Sou apenas um lápis nas mãos de Deus, e é Ele quem me escreve."
Fiquei pensando:
"Por que um lápis e não uma caneta?"
O lápis por si é mais simples do que a caneta, e uma característica
dele é que quando a sua ponta quebra ou está acabando,
podemos apontá-la novamente, e ao errarmos ao escrever, damos um jeito de apagar.
Ao passo que a caneta, ao acabar a tinta, por mais bela que seja, geralmente, é jogada fora e também não conseguimos apagar a sua escrita.
Deus vai nos "apontando" na escrita da vida.
Quanto mais somos "apontados", tanto melhor fica a escrita.
Não é fácil passarmos por este processo, mas a nobreza do lápis está em se deixar gastar para servir da melhor maneira possível.
O Senhor até poderia escrever a nossa história à caneta,
só que, muitas vezes, nós a pegamos para escrever e
"escrevemos errado", ou seja, quando não fazemos as escolhas
certas, e isso traz sérias conseqüências para a nossa vida.
Fique com Deus!!
Retirado do Scrap da amiga Betariz (Orkut)
(( Desconhecido a autoria do texto))

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente sobre a mensagem acima que você leu