10 de jan de 2009

Não, a vida não é perfeita, nada na vida é e nada tem obrigação de ser.
Aliás, nem nós mesmos que deveríamos ser perfeitos, pois exigimos tanto
da vida, dos outros, dos fatos, somos.

Tudo depende da importância que damos a determinadas coisas e onde colocamos nossos anseios, desejos, vontades e alegrias.

Já que a vida não é considerada perfeita, também não é totalmente imperfeita. É tão incrível como em determinados momentos esquecemos que nossa estadia neste planeta é passageira e que não sabemos quando terminará esta nossa viagem. E o pior, esquecemos que talvez não tenhamos tempo de conhecer tudo, de saber tudo, de aprender tudo e não errar.

Então temos que viver tudo intensamente,
considerando as imperfeições e as coisas que não são exatamente como gostaríamos.

Nunca é tarde para tentar ser feliz, é verdade, mas também não devemos pensar que é cedo demais, pois não sabemos quanto tempo ainda temos para ficar tentando ser feliz.

Ser feliz! O que é ser feliz? Esta pergunta é no mínimo complexa. Mas, no fundo tudo depende de como encaramos os fatos. Percebe? Quando uma gota cai, a forma em que ela chegará ao chão vai depender de como ela foi originada. Se com uma grande quantidade de água, se com pouca, se suja, ou límpida.

Portanto, a importância dedicada ao início dos acontecimentos, determina os resultados. Se soubermos começar com coerência, otimismo e verdade, com certeza isto nos trará algo de bom no final, nem que seja uma boa lição.

Então, analise bem as gotas da sua vida e tome cuidado para que elas não se tornem cachoeiras ou uma fonte inesgotável de tristezas.

O momento mais importante da vida é o agora. O presente é seu. Fique à vontade!



Autor anônimo






===============================

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente sobre a mensagem acima que você leu