18 de jul de 2010

Dilemas do tempo.

"Arrumar o tempo é como arrumar uma valise. Deixamos as pequenas coisas para os pequenos espaços que sobrarem. Se sobrarem."

Príncipes e prisioneiros, vendedores e compradores, mulheres e homens, pessoas boas e pessoas más, chefes e empregados, todos nós temos um dia exatamente com o mesmo número de horas. Seu dinheiro, fama, glória ou a posição em seu cartão de visitas não podem comprar mais tempo para você ou para quem quer que seja. É uma lei natural e não pode ser quebrada.
Tudo o que você tem hoje são essas 24 horas e, de certa forma, você será definido por aquilo que fizer, ou não fizer, nessas 24 horas, pelo que disser, pelo que sentir e pelo que fizer outras pessoas sentirem. Cada dia é uma existência inteira, com começo, meio e fim.

Você quer produzir mais hoje? Então arrume o seu tempo como você arrumaria uma mala de viagem. Comece colocando o que é essencial e não pode faltar. Depois, se sobrar espaço, coloque as pequenas coisas e compromissos que podem ficar de fora, se necessário. Este é o truque. Para o dia, para a semana e para a vida.

Quando você escolhe aquilo que faz em um dia, você também define o que mais importa. Seus filhos ainda estão esperando que você cumpra aquela promessa de passear porque você coloca outras coisas na frente? O que são, em sua valise, aqueles que amam você? Pequenas coisas, que podem ficar de fora? A matéria mais importante a ser estudada está sendo deixada de lado por outra, que você domina melhor?

Ao escolher onde e com quem você passa seu tempo, você envia um sinal inequívoco acerca do que mais importa em sua vida. Um sinal que a maioria das pessoas finge que não nota. Cuidado com os sinais que você emitirá hoje para seu chefe, sócios, filhos e para sua cara-metade. Pelo quê você os está trocando? Uma série de TV? Uma novela? Um chopp com os amigos?

Escolha como você vai gastar as próximas horas, ou alguém vai escolher no seu lugar. Não deixe que seu trabalho mais importante do dia seja tratado como algo que pode ficar fora da sua valise.
As próximas 24 horas estão começando exatamente... agora. O contador está em zero. Pense, por alguns minutos, na única coisa importante que deve ser feita hoje na empresa. E faça-a hoje. E na única coisa importante que deve ser feita em casa. Não deixe para amanhã. Tirando as coisas importantes, o resto é... somente isto: o resto. Deixe as pequenas coisas para os pequenos espaços, que sobrarem. Se sobrarem.

Eu sei que você pode fazer isso, se tentar. Então vamos lá. Tente. Faça a diferença escolhendo como você usará o tempo de hoje e dos próximos sete dias. Seu destino é apenas a soma de seus dias. Seus dias são somente as somas de suas horas. Use-as bem.



(texto de Aldo Novak) 


===============================

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente sobre a mensagem acima que você leu