9 de ago de 2011

A Lição Budista

Conversar com gente legal dá nisso: aprendizado.
Num mundo onde as conversas são tão descartáveis, esta história foi como uma pequena joia rara. Uma história que mudou, ou pelo menos me iluminou, para uma nova vida no relacionamento online, onde há tanta maledicência e ofensa, anônima ou não.  E, claro, para a vida offline também. Vou compartilhá-la com você.

Um monge muito sábio estava visitando um vilarejo com seus discípulos.
Na praça principal ele teve a oportunidade de falar publicamente.
Todos ouviam o sábio atentamente até que um homem começou a agredí-lo verbalmente,
atingindo sua honra pessoal, xingando-o com palavras desagradáveis e duras.

O sábio nada disse e os discípulos ficaram inquietos.
O ofensor continuou, desta vez com mais veemência, ofendendo não só a honra do monge,
mas a de todos os seus discípulos também.
Por isso mesmo, uma resposta parecia mais necessária.
Mas o monge não disse nada.
Numa estocada final, o homem ofendeu todos os antepassados do sábio, a coisa mais desonrosa e agressiva
que alguém pode proferir.

Mas o monge não respondeu absolutamente nada.
Apenas caminhou para longe, seguido por seus discípulos intrigados.
Já afastados da praça, os discípulos resolveram indagá-lo.
- Mestre, nós acompanhamos toda a injustiça que o senhor sofreu e não entendemos por que o senhor,
tão sábio não respondeu nada ao seu ofensor.
- Isso mesmo, mestre - disse outro discípulo - ele ofendeu todos os seus antepassados
e o senhor nada respondeu! Por que, mestre?
Será que podemos ao menos tirar um ensinamento desse momento tão ruim?

E o mestre respondeu:
- Se eu oferecer a você um presente ruim, um rato morto e infestado de peste, você o aceita?
- Claro que não, mestre! - responderam todos em uníssono
- Então, se um homem me oferece o mal, seja materialmente ou com palavras e eu não o  aceito,
quem vai embora com ele?
E assim, o mestre e seus discípulos seguiram seu caminho.

Fonte - http://noticias.r7.com/blogs/querido-leitor/

===============================================

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente sobre a mensagem acima que você leu