15 de mai de 2012

Cecília Meireles


Vai...
Sem caminho marcado.
Tu és o de todos os caminhos.
Sê apenas uma presença
Invisível presença silenciosa ...
Todas as coisas esperarão por ti,
Sem te falarem,
Sem lhes falares.



Retirado do Google+ de Clara Camargo.