31 de mai de 2012

NÃO JULGUE




Estará você em condição de julgar a vida de seus semelhantes ?
Você conhece as suas lutas, necessidades, lágrimas e aflições outras, desde o princípio ?
Porventura você foi investido de poderes do alto para exercer no mundo função de implacável juiz do seu irmão?
Terá você acompanhado de perto o drama que o envolve, desde a primeira adolescência até o momento crucial da queda ? O que faz você para impedir a dor, a fome, o frio e a solidão do seu semelhante ?
Exibira você, porventura, uma conduta de santo a ponto de ser inflexível com as fraquezas do amigo em falha ?
Se você acredita que sim, estará se colocando acima, mas muito acima, do próprio senhor, que não permitiu à multidão atirar a primeira pedra sobre a mulher adúltera.
Mas se você se julga melhor do que o mestre Jesus, então você estará apto a condenar seu irmão.

AD



=======================================