21 de jan de 2013

O MENINO DAS MEIAS VERMELHAS


            Todos os dias ele ia para o colégio de meias vermelhas. Era um menino triste, procurava estudar muito, mas na hora do recreio, ficava lá, à vista dos colegas, como se estivesse procurando alguma coisa. Os outros meninos zombavam dele, implicavam com as meias vermelhas que ele usava. Um dia perguntaram-lhe por que ele usava só aquelas meias. Aí ele contou com toda a sua simplicidade: — No ano passado, no dia do meu aniversário, minha mãe me levou ao circo.
            Calçou-me estas meias vermelhas. Eu reclamei, comecei a chorar e disse que todo mundo iria zombar de mim por causa das meias vermelhas. Mas ela me disse que se eu me perdesse, bastaria que ela olhasse para o chão, nos pés das pessoas que passassem, que quando visse um menino de meias vermelhas, saberia que era o seu filho. Então os garotos retrucaram: — Você não está mais no circo! Por que não tira logo estas meias e as joga fora?
            Mas daí o menino das meias vermelhas explicou: É que minha mãe me abandonou. Foi embora da nossa casa; por isso eu continuo usando as meias vermelhas.
            Assim, quando ela passar por mim, vai me encontrar e me levar junto com ela!


Carlos Heitor Cony
========================================================================

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente sobre a mensagem acima que você leu