7 de jul de 2011

Continuidade

Existe um fator chamado continuidade que, por falta de auto-educação e costumes, esquecemos completamente. Sem ela toda a nossa história pode se tornar duvidosa. Todas as nossas obras podem virar cinzas. A falta de continuidade em nossos projetos de vida tem causado desastres na credibilidade dos homens que se diziam grandes e famosos.

Continuidade é ter começo meio e fim, com disciplina e alegria. Não basta organizar, planejar, mandar fazer ou executar, se não houver continuidade no processo, esqueça, tudo vai por água abaixo. Todos nós costumamos subestimar o pequeno, o mínimo, o centavo, os detalhes... A continuidade é o cimento de toda a nossa construção. Ela traz respeito profissional e segurança pessoal.

Tudo na natureza tem uma seqüência harmoniosa: começo, meio e fim. É o que chamamos de “cadeia circular”. Todos os nossos projetos de vida, para serem críveis e duradouros, exigem continuidade. Repito, ela é decisiva para o seu sucesso. Quando recuamos dos nossos objetivos, sem motivo justo e verdadeiro, nossa força interna fica prejudicada e o fracasso vem bater em nossa porta.

A continuidade traz alicerces em nossas vidas, constrói a tenacidade, nos edifica com solidez de caráter, reforça nossas fibras interiores, estimula a força de vontade e expande a força interna. A continuidade exige disciplina nas ações, persistência no tempo e ordem no espaço. Lembre-se: continuidade é simplesmente ter começo, meio e fim, administrando adversidades...

Paulo Zabeu no livro "Cinco Regras Para Vencer Seus Limites"



=======================

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente sobre a mensagem acima que você leu