18 de set de 2011

Ser Só...



"Ser Só" Se estas só não fiques triste, Da ouvidos à solidão e fala com o outro lado de ti, Ficarás assim em presença do teu maior amigo. Aquele ser invisível a quem pedes conselhos, Com quem dialogas em pensamento, A quem pedes compreensão para contigo. Vais descobrir coisas lindas todos os dias, Vais com ele até à tua infância, Com ele, vais em busca do futuro, Com ele dividirás tristezas e alegrias, Com ele descobrirás a tolerância, Com ele navegas pelo seguro. Estavas só e triste, Mas um novo aliado já descobriste. Sê forte e continua as tuas descobertas, Agora na outra face do teu ser, Aqui há também um inimigo, O que te tira o sono, O que te tira o prazer. Mas ouve-o, escuta-o com atenção, Ele tem coisas para te dizer. Coisas más, por certo, Coisas terríveis, às vezes, Mas não fiques triste, Mantém o teu espírito aberto. Este inimigo vai-te tentando, Vai-te obrigando a fazer o que tu não queres, Vai estar contra o teu amigo também, Mas... luta, luta porque vale a pena. São duas forças contra uma, A tua e a do teu amigo, São dois contra o exterminador. Mas uma batalha perdida Não significa perder a guerra, Se tudo for feito com amor. Como vês, não estas só! Se não estas só, não podes estar triste. Então abre o teu espírito à convivência,
Continua a dialogar contigo próprio, Um dia sorrirás de alegria, Quando olhares à volta do teu "EU" E vires uma imensa multidão Que te dá vivas e te adora. Se estás só, não fiques triste, Porque afinal a maior tristeza É a de pensar que estás só. Não tens razão para estar triste, Porque afinal a palavra SÓ não existe!

LoboAmaral
(pseudónimo)


Uma colaboração de LEOCÁDIA AUFFINGER.
Postagem retirada no site - http://www.reflexoes.diarias.nom.br/PDF/SERSO.PDF

=======================================