1 de fev de 2013

PRONTO PRA RECOMEÇAR...


       Márcio acabava de ler uma mensagem  e  pensava como tudo era bonito no papel. A sua realidade era bem diferente.  Faltavam apenas três dias para o Natal e ele ali, cheio de dívidas, sem  dinheiro, sem emprego, sem perspectiva. Os dois filhos e a esposa ficariam  mais uma vez sem presentes. 
Aquela frase da mensagem martelava em sua  cabeça: "há sempre um momento para recomeçar", ele pensou, pensou e  decidiu: esse seria o seu último Natal de "miséria". Se os anjos existem,  se Deus está nos assistindo, eu quero declarar nesse momento que estou  disposto a mudar. Eu quero sair dessa vida sem perspectivas e misérias  diárias, para viver em abundância e trabalho. Eu resolvi que esse é o meu  último ano sem perspectivas.
       Assim, ele passou o Natal em comunhão  com a sua família, com uma ceia muita simples e brinquedos que ele ganhou  do irmão para os meninos, abraçou a família e abraçados fizeram uma  oração, agradecendo a Deus pela vida e pelo teto que os  abrigava.
       Dia 26 de Dezembro de 2001, ele saiu ás ruas disposto a  mudar. Esperava um sinal para recomeçar a sua vida. Ele não tinha um  tostão nos bolsos, mas tinha a esperança e a certeza de que Deus estava  preparando uma nova oportunidade para ele refazer a sua vida. Andou sem  pensar nas dívidas, nos problemas , nas humilhações. Andou por muito  tempo, até que um jovem o parou na rua para perguntar sobre um endereço.  Ele também não conhecia aquele bairro, por isso, pouco pode ajudar. Notou  que o jovem vendia um suporte cromado e perguntou para que servia aquele  produto. O rapaz mostrou que aquilo era um suporte para botijão de cozinha  com rodinhas para facilitar o manuseio. Interessado, Márcio perguntou  quanto custava e o rapaz pensando que estava fazendo uma venda, exibiu  toda a sua habilidade em demonstrar o produto.
       Marcio contou que  não queria comprar o produto, mas gostaria de vender também. Ficou sabendo  onde era a fábrica (poucos quarteirões dali), e munido de toda a sua  coragem, foi até a fábrica que na verdade, era uma garagem apertada onde  um senhor e mais três pessoas fabricavam os suportes.
       Pediu para  falar com o dono e contou sua história. pediu um voto de confiança e  depois de 50 minutos, saiu com mais de 40 peças nas costas para vender nas  ruas da cidade. Animado, Márcio bateu em muitas portas, cada NÃO era um  estímulo para ele continuar. No final do dia a deliciosa surpresa de ter  vendido todas as peças, mais de R$120,00  de lucro em apenas um dia  de trabalho. Assim ele trabalhou duro por 3 meses. Estava mais  animado, pagava suas dívidas, alimentava sua família e apareceu uma chance  de oferecer a mesma oportunidade para um amigo que estava desempregado.  Ele revenderia com uma comissão menor e todos ganhariam. Em breve estava  com 10 revendedores, todos felizes e ganhando seu próprio  dinheiro.
       Em junho, o dono da empresa decidiu que era hora de  aposentar-se e faz uma proposta para a venda da empresa para ele em 10  vezes. Fecharam em 15 parcelas. Era a sua chance de crescer mais um pouco  e ele criou um curso de vendas onde contava a sua história e motivava as  pessoas para o sucesso. Em pouco mais de 90 dias, a empresa passou a ter  mais de 120 revendedores em 6 Estados.
        Hoje, 15 de Dezembro de  2002, Marcio reuniu a sua família na nova casa e ajoelhados em prece  silenciosa, agradecem a Deus pela nova vida, pelas oportunidades de  crescer e servir. Hoje é um novo tempo, um novo Natal, um novo Marcio.  Aquele Marcio que um dia acreditou que "há sempre um momento para  recomeçar" e recomeçar com Deus é muito melhor.


(( A.D ))
=================================

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente sobre a mensagem acima que você leu